Sei sulla pagina 1di 6

Celebração Penitencial

Reconciliação a caminho da Páscoa

O CORAÇÃO de DEUS na Cruz, um coração que ama, que perdoa, que se doa…

Material necessário:
- Crucifixo
- Pedras
- Lápis e Marcadores
- Leitor de CDs e música
- Frases e corações
- Almofadas
- Hostensório e hóstia
- Folha para seguir a celebração e cânticos
- Corações com as frases e sementes

Símbolo: PEDRA e CORAÇÃO


Acolhimento (fora da Igreja):
• Dimensão vertical: encontro com Deus
• Dimensão Horizontal: encontro com a humanidade que sofre
• União das duas dimensões – Via Sacra: encontro como comunidade que caminha
• Encontro connosco mesmo com os olhos fixos em Jesus Cristo

1º Momento:
1. Cântico inicial: Ando à procura de Ti Senhor
2. Introdução:
• Todos andamos à procura: da felicidade, do caminho certo, de pessoas certas… de momentos de vida
• Á procura de Deus pelos caminhos da vida… e Deus não andará Ele à nossa procura?
• Eis o momento favorável para o encontro: connosco próprios, com o Outro e com Deus…
• Eis o Dia que o Senhor fez para nós…
• Entramos nesta celebração com a pedra na mão, armados… permanecemos assim, como somos, sem
máscaras…
• É às pessoas concretas que nós somos mais profundamente que Deus nos quer falar…

ORAÇÃO INICIAL:
Peçamos a Deus que nos ajude a sentirmo-nos necessitados de conversão, de transformação...

Momentos de silêncio

Senhor Jesus Cristo,


só Vós tendes palavras de vida eterna. Fazei com que nos convertamos à vossa mensagem e a nossa vida
produza frutos de boas obras para alegria e vida do mundo.
Vós que viveis com o Pai na unidade do Espírito Santo.

1
3. Palavra de Deus

LEITURA I - Is 43,16-21:

Leitura do livro de Isaías


O Senhor abriu outrora caminhos através do mar, veredas por entre as torrentes das águas. Pôs em
campanha carros e cavalos, um exército de valentes guerreiros; e todos caíram para não mais se levantarem,
extinguiram-se como um pavio que se apaga.
Eis o que diz o Senhor: "Não vos lembreis mais dos acontecimentos passados, não presteis atenção às coisas
antigas. Olhai: vou realizar uma coisa nova, que já começa a aparecer; não a vedes? Vou abrir um caminho
no deserto, fazer brotar rios na terra árida. Os animais selvagens - chacais e avestruzes - proclamarão a
minha glória, porque farei brotar água no deserto, rios na terra árida, para matar a sede ao meu povo
escolhido, o povo que formei para Mim e que proclamará os meus louvores".
Palavra do Senhor

SALMO RESPONSORIAL - Salmo 125 (126)

Refrão 1: Grandes maravilhas fez por nós o Senhor.


Quando o Senhor fez regressar os cativos de Sião,
parecia-nos viver um sonho.
Da nossa boca brotavam expressões de alegria
e de nossos lábios cânticos de júbilo.
Diziam então os pagãos:
"O Senhor fez por eles grandes coisas".
Sim, grandes coisas fez por nós o Senhor,
estamos exultantes de alegria.
Fazei regressar, Senhor, os nossos cativos,
como as torrentes do deserto.
Os que semeiam em lágrimas
recolhem com alegria.
À ida, vão a chorar,
levando as sementes;
à volta vêm a cantar,
trazendo os molhos de espigas.

Cântico: Tua Palavra de Amor

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João


Naquele tempo, Jesus foi para o Monte das Oliveiras. Mas de manhã cedo, apareceu outra vez no templo,
e todo o povo se aproximou d'Ele. Então sentou-Se e começou a ensinar.
Os escribas e os fariseus apresentaram a Jesus uma mulher surpreendida em adultério, colocaram-na no
meio dos presentes e disseram a Jesus: "Mestre, esta mulher foi surpreendida em flagrante adultério.
Na Lei, Moisés mandou-nos apedrejar tais mulheres. Tu que dizes?" Falavam assim para Lhe armarem uma
cilada e terem pretexto para O acusar. Mas Jesus inclinou-Se e começou a escrever com o dedo no chão.
Como persistiam em interrogá-l'O, ergueu-se e disse-lhes: "Quem de entre vós estiver sem pecado
atire a primeira pedra". (pedras no chão) Inclinou-Se novamente e continuou a escrever no chão.
Eles, porém, quando ouviram tais palavras, foram saindo um após outro, a começar pelos mais velhos,
e ficou só Jesus e a mulher, que estava no meio.
Jesus ergueu-Se e disse-lhe: "Mulher, onde estão eles? Ninguém te condenou?".
Ele respondeu: "Ninguém, Senhor".
2
Disse então Jesus: "Nem Eu te condeno. Vai e não tornes a pecar".
Palavra da Salvação

4. Comentário

1ª leitura: “Vou abrir um caminho…”


• Os vv. 16-17 evocam a acção histórica de Javé para libertar Israel: abriu um caminho no mar (passagem
do mar Vermelho) e conduziu o Faraó com sua parafernália militar, para precipitá-lo no abismo. É
interessante notar a desmitificação do exército do Faraó (carros, cavalos, um exército de gente treinada
para a guerra): foi fácil apagá-los, como apagar uma tocha na água!
• Javé dirige-se aos exilados, excitando-lhes a esperança. Os fatos maravilhosos do êxodo não têm
comparação com a nova libertação que, como semente, está a desabrochar.
• O nosso Deus é o Deus libertador, que não se conforma com qualquer escravidão que roube a vida
e a dignidade da humanidade e que está, permanentemente, a pedir-nos que lutemos contra todas
as formas de sujeição.
• A vida cristã é uma caminhada permanente, rumo à Páscoa, rumo à ressurreição. Neste tempo de
Quaresma, somos convidados a deixar definitivamente para trás o passado e a aderir à vida nova que
Deus nos propõe.
• O tempo de Quaresma é um abalo, um “abanão” que nos desinstala, que põe em causa o nosso
comodismo, que nos convida a olhar para o futuro e a ir além de nós mesmos, na busca do
humanidade Nova que pode brotar de nós mesmos. O que é que, na minha vida, necessita de ser
transformado?
• Ex: Das vias rápidas que estão a ser construídos entre os montes… Se a Homem consegue, quanto mais
Deus consegue abrir caminhos nas nossas vidas tantas vezes cheias de montanhas, de pedras…
• "Não vos lembreis mais dos acontecimentos passados,
não presteis atenção às coisas antigas.
Olhai: vou realizar uma coisa nova, que já começa a aparecer; não a vedes? - Deus fala-nos hoje
Vou abrir um caminho no deserto, fazer brotar rios na terra árida.

Evangelho: “Também eu não te condeno…”


• Apresentada a questão, Jesus não procura branquear o pecado ou desculpabilizar o comportamento da
mulher que está no Centro com Jesus(todos os olhos estão postos em si)
• Ele sabe que o pecado não é um caminho aceitável, pois gera infelicidade e rouba a paz...
• No entanto, também não aceita pactuar com uma Lei que, em nome de Deus, gera morte.
• Porque os esquemas de Deus são diferentes dos esquemas da Lei, Jesus fica em silêncio durante uns
momentos e escreve no chão, como se pretendesse dar tempo aos participantes da cena para perceber
aquilo que estava em causa.
• Finalmente, convida os acusadores a tomar consciência de que o pecado é uma consequência dos nossos
limites e fragilidades e que Deus entende isso: "quem de vós estiver sem pecado, atire a primeira pedra".
• E continua a escrever no chão, à espera que os acusadores da mulher interiorizem a lógica de Deus - a
lógica da tolerância e da compreensão.
• TEMPO DA VERDADE
• Quando os escribas e fariseus se retiram, Jesus nem sequer pergunta à mulher se ela está ou não
arrependida: convida-a, apenas, a seguir um caminho novo, de liberdade e de paz ("vai e não tornes a
pecar").
• A lógica de Deus não é uma lógica de morte, mas uma lógica de vida;
• Jesus tem coração…

3
5. Exposição do Santíssimo

Cântico: Pai eu te Adoro

6. Exame de Consciência e Gesto Simbólico


• Com os Olhos fixos em Jesus
• Com a Pedra na mão: fria, impenetrável, obstáculo, insensível

a) Eu e a lei, eu fora de mim – juiz - Pedra obstáculo


"Mestre, esta mulher foi surpreendida em flagrante adultério.
Na Lei, Moisés mandou-nos apedrejar tais mulheres.
Tu que dizes?"
• Quais são as leis que me fazem recorrer à “violência” da “Justiça”, da minha lógica…
• Quais são os pecadores que eu não tolero e gostaria de eliminar.
• Sou eu capaz de separar o pecado da pessoa que o comete, de dar uma nova oportunidade a quem me
ofendeu

b) Eu comigo próprio: Pedra impenetrável, insensível


"Quem de entre vós estiver sem pecado atire a primeira pedra".
• Jesus pede-te para olhares para a tua vida, antes de atirar a pedra.
• Faz memória das tuas palavras, actos ou omissões… e reconsidera
“Eles, porém, quando ouviram tais palavras, foram saindo um após outro, a começar pelos mais velhos…”
• O que é que te faria sair envergonhado da frente de Jesus?

c) Deus diante de mim, a escrever no chão, a dar-me tempo para reconsiderar… para perdoar… A
Pedra que pode surgir para construir

Jesus ergueu-se e disse-lhe: "Mulher, onde estão eles? Ninguém te condenou?".


Ele respondeu: "Ninguém, Senhor".
Disse então Jesus: "Nem Eu te condeno.
Vai e não tornes a pecar".
• O desafio é se somos capazes de nos ver como o Homem que é apanhado a perdoar. Será que
podemos perdoar tão prontamente como Jesus perdoa?
• Ou será que nos apegamos aos disparates dos outros, lembrando-os dos seus pecados passados, e
acendendo lâmpadas de vigília aos seus erros?
• O que me impede de perdoar?

(Escrevo, a lápis, no papel, que representa a pedra que eu tenho na mão, aquilo que me faz sair
envergonhado, as minhas fragilidades, os meus pecados)

7. Cântico: Senhor tem piedade… somos o Teu povo pecador

4
2º Momento
(c/ musica de fundo, salmos… silêncio)

1. Confissões Individuais
(Aos pés da cruz estão colocados corações vermelhos com frases do Evangelho e sementes)
• Aproximarem-se partilharem os seus pecados…
• Entregarem a Pedra ao Padre … (sinal de abandono nas mãos de Deus que pode transformar o
coração de Pedra em coração da carne)
• De joelhos… recebem a absolvição (sem muitos comentários… momento breve mas deixando-se
envolver pela misericórdia de Deus)

2. Os que desejarem confessar-se individualmente


• de regresso o Padre devolve-lhe a pedra para a colocar junto à cruz
• Permanecer alguns momento junto à cruz agradecendo-lhe a Sua misericórdia
• Cada um leva consigo um coração com uma semente
• No lugar nomeia a semente que Deus lhe pede que “morra” para dar mais vida. Escrevo, a marcador,
essa (s) qualidade (s) (semente), que Deus quer que eu ponha ao dispor da comunidade para dar mais
vida.

3. Os que não se confessam individualmente


• São convidados a aproximarem-se do crucifixo colocarem junto à cruz a pedra
• Permanecer alguns momento junto à cruz agradecendo-lhe a Sua misericórdia
• Cada um leva consigo um coração com uma semente
• No lugar nomeia a semente que Deus lhe pede que “morra” para dar mais vida. Escrevo, a marcador,
essa (s) qualidade (s) (semente), que Deus quer que eu ponha ao dispor da comunidade para dar mais
vida.

4. Enquanto se espera, manter um ambiente de oração

5. Cânticos
• Deixa Deus entrar
• Eu Te amo
• O Senhor é meu Pastor
• Nada te turbe
• Senhor quem entrará
• Quando Te encontro descanso

3º Momento
1. Absolvição “geral”

• Deus não contabiliza nem pesa os nossos pecados


• Desarmados… as nossas pedras podem ser o alicerce de um novo edifício, de uma nova vida…
• Vai… e não voltes a pecar
• Lança a semente à terra, rega a planta e verás as flores, os frutos da tua coragem e da presença de
Deus na tua vida
5
Como sinal do nosso pesar pelo nosso pecado, e da vontade de receber o dom do perdão, baixemos as
nossas cabeças e cruzemos os nossos braços, e rezemos pelo perdão de Deus:

Deus Pai não quer que o pecador morra


Mas que volte para Ele e viva.
Ele amou-nos primeiro
E enviou o seu Filho como dom da sua paz.
Que ele nos mostre o seu amor misericordioso.
Todos: Amen.
O Senhor Jesus enviou o seu Espírito Santo sobre os apóstolos
E deu-lhos o poder de perdoar os pecados.
Pelo ministério confiado à Igreja
Que ele nos livre dos perigos e de todo o mal
E nos encha do seu Espírito Santo.
Todos: Amen.

O Consolador foi-nos dado para o perdão dos pecados.


Que ele vos limpe os corações e vos revista com a sua glória
Para que possais proclamar as obras grandiosas de Deus
Que vos chamou das trevas para a sua luz.
Todos: Amen.

2. Retirar o Santíssimo:

Cântico de Louvor: Louvado sejas

3. Pedra + Perdão = Bom, Bondade


• Os dois “P” que estão desde o Inicio da celebração aos pés da Cruz e que significam, Pedra e Perdão,
vão dar origem a um B, de bondade, de Bom – é assim que é o Coração do nosso Deus, e é assim que
nós queremos que seja o nosso coração.
• O B coloca-se no interior do grande coração.

4. Colocar o Coração com os dois “P”, fazendo o B, no centro da cruz

5. Cântico: Dá-nos um coração

6. Paz

7. Pai-Nosso

8. Conclusão - Bênção final

O Deus de Amor afaste de vós todo o egoísmo e vos renove o vosso coração.
R/ Amen.
O Deus de Amor vos faça seguir o Evangelho de seu Filho muito amado.
R/ Amen.
O Deus de Amor vos conceda o Espírito que renova a face da terra. R/ Amen.
Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo.
R/ Amen.
6