Sei sulla pagina 1di 27

Construa uns 13.8V, 40A Provisão de Poder Trocando,

Este workhorse compacto e de peso leve podem dar poder a sua estação inteira!

Por Manfred Mornhinweg, XQ2FOD

Este artigo foi publicado originalmente (em uma forma ligeiramente modificada) na revista de QST, 1998 de dezembro e 1999 de janeiro, e no Manual do Amador de Rádio, 1999. Visite a Liga de Revezamento de Rádio americana para informação sobre estas publicações, e um mundo de rádio de presunto relacionou coisas!

Rádio amador esteve um pouco lento para aceitar trocando poder provê por dar poder a equipamento de comunicação. Esta é uma piedade, porque "switchers", como são chamados freqüentemente eles, ofereça características muito atraentes, como tamanho pequeno, baixo peso, eficiência alta, e baixo aquecimento. Retifique, eles geralmente são complicados mais que materiais de poder lineares, mas isto é compensado facilmente pelo fato que eles podem ser construídos para um mais baixo custo.

Algum switchers cedo produziram uma quantia censurável de barulho de RF, enquanto trazendo a tecnologia trocando inteira em reputação ruim. Mas por próprias técnicas de desígnio e EMI cuidadoso que filtram isto é possível construir switchers muito quieto.

Neste artigo descreverei eu a construção de uma provisão de poder trocando projetou dar poder a uma estação de presunto completa, com vários rádios e acessórios. Esta provisão de poder produz 13.8V regulados para melhor que 1%, a uma carga contínua atual de até 40A. Tem corrente limitando, enquanto fazendo isto destinar para conexão direta a uma 12V bateria posterior. Se o potentiometer de limite atual é virado para cima, a provisão de poder pode entregar até 60A em uma base intermitente, enquanto mantendo regulamento. Nenhuma carga mínima é requerida. A ondulação na produção é aproximadamente 20mV, e a eficiência é 88%. Um fã refrescante opera dependendo atual em média puxado, e uma bandeira tricolor CONDUZIDA lhe fala se a voltagem for normal, muito alta ou muito baixo. Não produz nenhum detectable barulho de RF a qualquer freqüência mais alto que a freqüência trocando principal de 50kHz (eu conferi isto com um arame de antena dado laçada ao redor da provisão de poder operacional, enquanto afinando meu TS450 de 30kHz a 40MHz). E você adquire tudo isso em uma caixa que mede há pouco 306 x 150 x 130mm, inclusive todas as projeções, e pesa só

2.8kg!

Interessado? Aqueça seu ferro soldando e prossiga lendo!

Linear contra trocar materiais

Todos vocês sabem como uma provisão de poder linear típica opera: Um transformador pesado leva a voltagem de linha e convertido isto em algo ligeiramente sobre a

voltagem final desejada. Alguns diodos retificam isto, um condensador de filtro grande alisa a DC, e umas séries passam queimaduras de transistor para cima a voltagem de excesso, assim você adquire a produção desejada. Um circuito de controle simples dirige o transistor de passagem para segurar a constante de voltagem de produção. O circuito é simples e usa poucos separa, mas vários destas partes é grande, pesado, e caro. E a eficiência normalmente só é ao redor 50%, freqüentemente até abaixe. Isso produz muito calor que deve ser removido por pias de calor grandes e fãs.

A aproximação trocando é totalmente diferente: A voltagem de linha é retificada

diretamente e filtrou, enquanto resultando em aproximadamente 300 ou 150V DC (300 mais geralmente são usados). Isto alimenta um oscilador de poder que produz produção a aproximadamente 20 a 500 kHz. Isto freqüência relativamente alta permite o uso de um transformador de custo pequeno, de peso leve e baixo para reduzir a voltagem. A produção é retificada então e é filtrada. E agora vem a característica mais interessante:

Na provisão de poder trocando o circuito de controle guia o oscilador de poder de tal um modo em vez de há pouco consumir a energia de excesso, que entrega há pouco a quantia de energia precisou. Assim, muito pouca energia está perdida, enquanto resultando em eficiência alta (75 a 90%), quase nenhum aquecimento, e uma conta de eletricidade muito reduzida!

Projete decisões

Há várias topologias diferentes em comum para switchers uso, e o qual deles considerar a primeira decisão que um desenhista tem que levar é. Entre os fatores que afetam a decisão é o nível de poder, o número de produções precisou, a gama de voltagem de contribuição ser aceitado, o intercâmbio desejado entre complexidade, qualidade e custo, e muitos mais. Para esta provisão de poder eu decidi usar a meia ponte desígnio de convertedor dianteiro. Esta topologia conecta o transformador de poder a uma ponte formada por dois transistores de poder e dois condensadores. É razoavelmente simples, põe relativamente baixa tensão nos transistores de poder, e faz uso eficiente das capacidades magnéticas do transformador.

O segundo decisão básica é que trocando freqüência para usar. A tendência presente é já

usar freqüências mais altas. Mas fazendo assim fica mais difícil de filtrar inevitavelmente fora o barulho de RF gerou o trocando. Assim eu decidi ficar a uma baixa freqüência trocando de só 25 kHz pelo ciclo cheio que devido à freqüência que dobra efeito dos retificadores resulta em 50 kHz no filtro de produção.

Para os elementos trocando principais, podem ser usados transistores bipolares ou MOSFETs. Bipolars têm mais baixas perdas de condução, enquanto MOSFETs trocam mais rapidamente. Como neste desígnio eu quis persistir o barulho de RF em um mínimo absoluto, enquanto trocando muito rapidamente não foi desejado, assim eu usei transistores bipolares. Mas estes tendem a ficar muito lento se a condução for mais pesado que necessário. Assim, se os transistores tiverem que trocar a níveis atuais variados, o passeio para eles também deve ser variado. Isto é chamado condução proporcional, e é usado neste projeto.

O meio convertedor de ponte é melhor controlado através de modulação de largura de

pulso. Há vários ICs disponível para este propósito exato. Eu escolhi os 3524 que são

muito simples a uso e fácil achar. Qualquer 3524 fará o trabalho. Pode ser um LM3524, SG3524, etc.

Isto termina as decisões grandes basicamente. De agora em diante, projetando o circuito é um assunto de calcular próprios valores por tudo.

Descrição de circuito

Para a explicação seguinte, recorra ao diagrama esquemático. Imprima, assim você pode seguir a descrição no desenho.

Voltagem de linha entra por um conector de CEE-22 com fusível incluído e EMI que filtram (P1). É passado então por um interruptor de poder de 2-poste, e um filtro de barulho de modo comum adicional (C1, L1, C2). Dois resistores de NTC limitam a

corrente de inrush. Um retificador de ponte entrega o poder a um capacitor eletrolítico grande (C3) que trabalha ao 300VDC nível. O oscilador de poder é formado por Q1, Q2, os componentes perto deles, e a avaliação e transformador de controle (T3). T2 e os componentes associados agem como um sensor atual primário. T1 é o transformador de poder, enquanto entregando aproximadamente 20 V quadram onda aos retificadores de

Schottky (D6

capacitores eletrolítico de resistência de séries equivalentes forma o filtro principal,

enquanto L3 e C23

9).

Um indutor de toroidal (L2) e um pacote de seis de baixos

24 há pouco estão lá para redução de ondulação adicional. Os

13.8V são entregados à produção por um fio de contas de ferrite com alguns

condensadores de decoupling pequenos montados diretamente nos términos de produção.

O

circuito de controle é um 3524 IC (U1), deu poder a de um retificador auxiliar (D17).

O

IC contém uma referência de voltagem, oscilador, pulse modulador de largura,

amplificador de erro, amplificador de senso atual, sacudir-fracasso e circuição motriz.

Sente a voltagem de produção e o nível atual, e por transistores Q3 e Q4 controla o oscilador de poder. São usados C37, C35 e R23 para implementar um PID cheio (proporcional-integral-derivado) resposta na volta de controle.

Um amplificador operacional quádruplo (U2) é usado para dois propósitos auxiliares:

Controlar o fã refrescante de acordo com o nível atual comum, e dirigir a voltagem que indica bandeira tricolor CONDUZIDA: Arderá verde se a voltagem é o OK, laranja se a voltagem é muito baixa e vermelha se é muito alto.

Como esta coisa trabalha

Quando a unidade é dada poder a para cima, o primeiro evento que acontece é uma onda atual que carrega C3. Esta onda acontece a níveis manejáveis pelo dois NTCs que oferecem para aproximadamente 2.5ê cada quando frio, e depois solto a maioria da resistência deles/delas como eles aquecem.

Como as construções de voltagem operacionais para cima em C3, R2 e R6 influenciam

os dois transistores de poder Q1 e Q2 na zona ativa deles/delas. Eles começam

administrando alguns MA, mas só durante um tempo muito curto, porque a avaliação

positiva introduziu depressa por T3 joga fora o sistema de equilíbrio. Um dos transistores recebe uma corrente básica aumentada, enquanto vindo de T3, enquanto o outro vê seu básico dirija reduzido. Leva há pouco uma fração de um microsecond para adquirir um dos transistores saturado, e o outro corte fora. Qual transistor começará primeiro é imprevisível, mas para esta análise suponhamos é Q1. Note que porque o circuito de controle ainda não é dado poder a, Q3 e Q4 são fora, assim D12, D13 e D14 isolam os sinuoso de 26-volta de T3 efetivamente, o resultado que é que eles não fazem nenhum papel agora para.

T1 está vendo aproximadamente 150V agora por seu primário. Isto produz sobre +-20V no secundário. Os retificadores de Schottky retificam isto, assim L2 vê 20 V por isto. Este indutor começará tomada uma corrente crescente que é refletida atrás ao lado primário de T1. As passagens atuais primárias pelo 1-volta que areja de T3, forçando um-oito como muita corrente a fluir na base do transistor que está administrando. Esta corrente causa uma gota de voltagem por R1 e R3, e esta voltagem é refletida atrás sobre T3. Depois de certo tempo o ferrite descaroçam de T3 saturará, e isto fará o passeio básico de Q1 diminuir nitidamente. Q1 sairá de condução, e Q2 começará administrando. Agora o fluxo no caroço de T3 diminui, cruza zero, e aumentos na outra direção de fluxo, até saturar o caroço novamente, que fecham Q2 fora e Q1 em. Enquanto isso a corrente em L2 constrói, e os condensadores de filtro são carregados.

Nota que para iniciante seguro é necessário que T3 satura completamente antes de T1 começasse a fazer assim. Se este não fosse o caso, os transistores teriam que trocar abaixo um muito alto e potencialmente corrente destrutiva. Se lembre isto de se por alguma razão você fizer mudanças a meu desígnio.

A provisão de poder oscilará livremente durante só alguns ciclos, porque D17 já está carregando C32 e C33, dando poder a para cima o circuito de controle. Assim que este circuito adquira bastante voltagem, assume o controle do oscilador de poder. Vejamos como U1 faz isto:

Nós começaremos tempo em repouso, quando ambos os transistores de poder são fora. U1 deixa ambos suas produções (fixa 12 e 13) em impedância alta. Assim Q3 e Q4 são parciais em saturação por R15 e R16. Junto com D13 e D14 eles colocam um morto curto no sinuoso de controle de T3. Isto persiste a voltagem por aquele transformador em zero, embora qualquer corrente que pode estar fluindo nos sinuoso. C12 e C13 que ainda são carregados de ciclos de condução prévios mantêm Q1 e Q2 influenciaram a uma voltagem negativa.

Se agora U1 decide que está na hora para acender Q1, troca alfinete 12 simplesmente para fundamente. Isto apaga Q4, enquanto terminando o circuito curto em T3. Por R14 e D12 aproximadamente 15mA fluxo no controle torneira de centro sinuosa, devolvendo fundamentaram por Q3. Isto põe aproximadamente 50mA na base de Q1 no qual depressa troca. Agora a corrente de coletor pesada que pode estar até 8A a carga completa soma a corrente total que flui em T3 e põe bastante passeio em Q1 manter isto saturou àquela corrente pesada. Note isso por este método o passeio forte atual para os transistores de poder vem do coletor atual por T3, assim o circuito de controle não tem que prover algum poder motriz significativo!

Se agora U1 pensa que Q1 tem administrado longo bastante, apaga pin12 simplesmente. Q4 começa administrando novamente, shorting fora T3. A corrente em T3 é esvaziada em Q4 que pode ter que levar 300mA. A voltagem em fraturas de T3 abaixo, e Q1 apaga. Alguns cronometram U1 posterior porá alfinete 13 para fundamentou, enquanto começando o ciclo de condução para Q2.

U1 usa dois sinais de contribuição para decidir o que ver com suas produções. A pessoa é uma amostra da voltagem de produção, levada por R25 e componentes pertos, enquanto o outro é uma amostra atual levada do lado primário por T2. Isto é um transformador atual que produz 200 cronometra menos atual de seu secundário que o que é posto por seu 1-volta primário. Esta corrente, aproximadamente 40mA a carga completa, é posta em R12, enquanto produzindo uma gota de voltagem de máximo de cerca de 7V. Isto é retificado, o a metade disto é levado à torneira de centro, é dividido abaixo por R13 e VR1 e é alisado por C31. Se VR1 é ajustado corretamente, no topo disto você adquirirá 200mV quando a provisão de poder estiver correndo a carga completa.

O 3524 pulso largura modulação controlador é uma besta interessante. Eu sugiro que

você leve um manual de ICs analógico de quaisquer dos fabricantes que fazem esta fatia, e leu do princípio ao fim a 3524 folha de dados. Mas eu sei que você quer que eu explique como trabalha, tão aqui eu vou:

Uma referência de voltagem interna põe 5V sobre alfinete 16. R22 e R21 dividem isto até 2.5V, e aplica isto à contribuição de noninverting do amplificador de erro. A contribuição invertendo adquire a amostra da voltagem de produção. Com 13.8V na produção, e VR2 corretamente jogo, você está pondo 2.5V em alfinete 1.

O amplificador de erro é um amplificador de transconductance com 5Mê impedância de

produção. Sua freqüência e resposta de fase, e seu ganho, é fixo por R23 e C35.

Um segundo amplificador, especialmente incluído para corrente que limita propósitos, tem suas contribuições a alfinetes 4 e 5. Este amplificador pode ser chão-referenced, como terminado neste circuito, e tem um ofsete interno de 200mV. Isso significa que baixará a produção do amplificador de erro principal se a diferença entre alfinete 4 e fixa 5 alcança 200 mV.

A fatia contém um oscilador interno cuja freqüência é fixa por R24 e C36 para

aproximadamente 50kHz. O sawtooth produzido deste oscilador é conectado a um comparator interno que tem sua outra contribuição interiormente conectado à produção do amplificador de erro. O resultado disto é que a produção do comparator levará uma onda quadrada cujo ciclo de dever depende da voltagem de DC à produção do amplificador de erro.

Finalmente, um sacudir-fracasso interno distribui o comprimento variável resultante pulsos quadrados entre as duas produções que são transistores de uncommitted. Neste desígnio, os emissores desses transistores (fixa 11 e 14) é fundamentado, enquanto os coletores dirigem Q3 e Q4.

Durante operação a médio para carga alta, o ciclo de dever é aproximadamente 70%. Isso significa isso aos cátodos dos retificadores de Schottky você terá uma onda

quadrada que fica às aproximadamente 20V para uns 14æs, e então ligeiramente debaixo de nível de chão para 6us. L2 que tem seu outro fim a quase constante 13.8V verá aproximadamente 6V então para 14us, seguidos pelas -14V para o resto do tempo. Dado sua indutância de cerca de 20uH, a corrente em L2 aumentará antes das aproximadamente 4A durante cada ciclo de condução, e diminui por aquela mesma quantia durante tempo de resto. Contanto que a corrente tirada da provisão de poder seja mais que 2A, a corrente em L2 nunca parará completamente. Por exemplo, se 20A forem tirados, a corrente em L2 variará entre aproximadamente 18 e 22A. Como a ondulação permanências atuais basicamente constante enquanto operando a até o máximo atual da provisão de poder, os condensadores de filtro nunca são expostos C17 para C22 a mais de aproximadamente 1.5A RMS ondulação total atual, os assegurando uma vida muito longa. Esta é uma vantagem em cima de alguns outros tipos de trocar poder provê em qual a corrente de ondulação é muito mais alta, enquanto forçando o desenhista a usar condensadores mais caros ou aceitar vida reduzida.

Se a carga for menos que aproximadamente 2A, o fluxo atual em L2 é nenhum mais longo contínuo. O ciclo de dever dos transistores de poder começa a derrubar, até a zero carga se torna quase o ciclo de dever também zere.

C37 serve vários propósitos. Para freqüências mais altas junta a primeira fase de filtro

(L2 e C17

DC é provada a produção da provisão. Isto é necessário porque cada fase de filtro

introduz 180 graus de troca de fase às freqüências mais altas, assim duas fases a troca de fase persegue por uns 360 graus cheios, enquanto fazendo isto impossível estabilizar a volta de controle sem circuição adicional. Mas para a DC é bom para provar a produção para compensar para a gota de voltagem em L3. Assim eu escolhi este arranjo.

22)

para o amplificador de erro, enquanto para mais baixas freqüências e

C37 era dimensioned para dar para o amplificador de erro uma resposta de PID agradável, junto com R23 e C35. Isto dispõe o melhor possível comportamento de visitante e estabilidade incondicional. Além disso, C37 provê alguma medida de começar macio, assim a voltagem não excede muito ao acender a provisão de poder.

R34 e C38 calculam a média fora o nível atual em cima de um período de cerca de 2 atas. U2C amplia a voltagem resultante por uma quantia de settable, e U2D age como

um gatilho de Schmitt para trocar completamente de tempo em tempo o fã quando as

cruzes comuns atuais o nível de gatilho fixado por VR3. R39 limita a velocidade do fã a

um bastante baixo valor que é mais que suficiente manter a provisão de poder esfrie. A

esta baixa velocidade o fã não produz quase nenhum barulho, e pode ser esperado que

dure mais muito tempo que seu dono

U2A e U2B controlam o indicador de voltagem CONDUZIDO. Eles operam como segue: Uma referência de voltagem independente (U3) entrega 5V ao noninverting introduz do opamps. Se a voltagem de produção da provisão de poder está debaixo de 13.5V, alfinete 2 e fixa 6 de U2 estarão debaixo de 5V. Assim as produções deste opamps ambos serão altos, enquanto iluminando o verde e as partes vermelhas do dual CONDUZIU. Arderá laranja, enquanto indicando baixa voltagem.

Quando a voltagem estiver próxima 13.8V, fixe 2 ainda estarão debaixo de 5V, enquanto alfinete 6 estará sobre 5V. Isto apaga o lado CONDUZIDO vermelho, enquanto deixando o ardendo CONDUZIDO verde, indicando voltagem correta.

Quando a voltagem subir a mais que 14.1V, fixe 2 subirão sobre 5V. Fixe 1 abaixará, enquanto fechando fora o verde CONDUZIRAM meio, e puxando baixo alfinete 6 por D18. Isto acenderá o lado CONDUZIDO vermelho, assim a bandeira tricolor CONDUZIU brilhos agora vermelho, enquanto dando alarme de overvoltage.

Se você usar resistores razoavelmente precisos, este circuito precisa de nenhum ajuste para operar bem.

Snubbering e EMI filtrando

Nenhum transformador está perfeito. Cada sinuoso tem alguma indutância que não é juntada aos outros. E há a corrente magnetizando que em transformadores pequenos pode ser uma parte considerável da corrente total. Ao término de um ciclo de condução, há uma corrente forte que flui em T1. Depois de apagar os transistores de poder, alguns meios devem ser providos para descarregar a energia armazenada no campo magnético do caroço, e nas indutâncias de vazamento. Foram incluídos D3 e D5 para este propósito. Eles recuperarão a maioria desta energia e esvaziarão isto em C3. Outra porção fluirá pelos diodos de Schottky em L2, mas esta parte não pode ser nenhum mais que qualquer corrente está fluindo em L2 no momento de switchoff.

Um problema surge se a corrente magnetizando é maior que a carga atual atual, uma situação que especialmente pode acontecer durante iniciante. Também deve ser levado em conta, e o transformador não pode esperar começar esvaziando sua energia. Assim alguns absorvendo redes de RC têm que ser incluídos. Eles são chamados "snubbers" geralmente.

R9 e C14 formam o snubber primário que absorve energia durante o trocar de D3, D5, Q1 e Q2. No lado secundário, R10, C15, R11 e C16 protegem os retificadores de Schottky contra espigas indutivas.

Neste desígnio eu dimensioned estes componentes de tal um modo que eles absorvem consideravelmente mais energia que realmente necessário por proteger os semicondutores. Isto causa alguma perda adicional, mas alisa os flancos trocando, enquanto grandemente reduzindo a energia de RF gerada. Este é o primeiro passo para fazer uma provisão de poder trocando presunto-amigável!

Claro que, algum barulho de RF ainda é gerado. Deve ser limpado através de outros métodos. Alguns deles são óbvios do esquemático, outros não são. A contribuição de CA é filtrada pesadamente, primeiro pelo filtro dentro do conector de CEE-22 que é efetivo contra modo comum e barulho de modo de diferencial e então por C1-L1-C2 que forma um filtro de modo comum adicional. O dois NTCs também acrescentam muito ligeiramente ao barulho filtrar. Entre C3 e o oscilador de poder duas contas de ferrite executam um barulho crítico que absorve tarefa. Estas são contas de Amidon, fez de material de 73-tipo que ao contrário a maioria do ferrites tem características de absorção boas igualar na mais baixa gama de HF.

No lado de produção, L2 absorve já a maioria do barulho. É arejado em um permeabilidade ferro pó toroid alto que é mesmo lossy na gama de HF. Assim absorve a maioria da energia de HF que alcança isto. Os condensadores de filtro principais são do

baixo tipo de resistência de séries equivalente. Isto não só reduz a ondulação na produção, mas também melhora a utilidade deles/delas como filtros de barulho.

L3 é outro absorvente de barulho. Minimizar capacitive que junta em cima disto, eu feri isto em um solenóide de ferrite em vez de um toroid, assim os sinuoso de contribuição são distantes aparte do ones de produção. O ferrite usado é do tipo que começa absorvendo a HF, assim este rolo como os outros não só blocos, mas também absorve energia de RF. Finalmente, as dianteiras de produção são passadas por uma dúzia cheia de contas de ferrite de 73-material. O filtrando é completado próprio evitando das dianteiras de produção ao gabinete. Deveria ser notado aqui que o chão na placa de circuito impresso está flutuando, mas o documento anexo é conectado para terra. Este arranjo reduz HF fluxo atual no documento anexo que levaria a caixa a agir como um radiador de barulho em vez de uma proteção! Os transistores de poder e diodos também estão montados de um modo especial, pela mesma razão. Isto será descrito na seção de construção.

Correndo em 110V

Eu moro em um país onde a provisão de mains é 220V, 50Hz, assim eu projetei minha provisão de poder para esta voltagem. Aceitará 190 a 250V aproximadamente. Mas trocando materiais de poder são muito fáceis de converter de 220V a 110V, e é até mesmo muito fácil de lhes fazer switchable entre as duas voltagens.

Este desenho mostra como fazer isto. Basicamente, você tem que dividir C3 em duas partes, enquanto conectando um lado da linha de CA à junção dos condensadores. Isto faz D1 trabalhar como uma voltagem mais dobro. Se você quiser só 110V operação, use o circuito em figura 2 A. Como dois diodos da ponte não é precisado para 110V, eles foram eliminados, enquanto deixando há pouco dois diodos simples.

Se você quiser sua provisão de poder para ser switchable entre 220V e 110V, você precisa somar alguns mais componentes. Separe B de figura 2 espetáculos como conectar um interruptor para correr a provisão de qualquer voltagem. Neste caso, voltagem-igualando resistores são precisados pelos condensadores, como mostrado no diagrama.

Para 110V operação o fusível deve ser taxado para 8 ou 10A. O resto dos componentes pode ficar o mesmo, embora você pode substituir o NTCs através de mais baixo de resistência para manter melhor eficiência. Um par de 1.3R NTCs deveria ser quase ótimo para 110V. Se você fizer a versão de switchable, fica com o 2.5R NTCs, porque lhes precisam para 220V operação.

Se você escolher um destas opções, você terá que fazer as modificações necessárias às partes lista quando você for fazer compras. Mas você não precisará modificar a placa de circuito impresso diferente de perfurando um buraco adicional, porque de qualquer maneira C3 não está montado na tábua.

Achando as partes

Você definitivamente não pode achar tudo das partes para este projeto em sua TELEVISÃO peças sobressalente loja local. Você terá que ordenar alguns deles pelo correio, a menos que você viva perto de um distribuidor industrial grande venderá em quantidades pequenas. Mas isto não é muito ruim. Duas vendas por correspondência mais alguma compra local deveriam o adquirir tudo o que você precisa.

O problema maior para a maioria os construtores de casa são o magnetics. Para manter coisas simples, usei eu AMIDON descaroça, porque esta companhia aceita vendas por correspondência para quantidades pequenas. As únicas exceções são L1 e L3 que eu tirei de minha caixa de tranqueira. Mas ambos estes são não críticos, assim nada ruim acontecerá se você usar partes das que são bastante diferentes meu.

Eu achei a maioria das outras partes a provedores eletrônicos locais. E eu moro em Chile onde partes eletrônicas não são muito fáceis para vir. Assim qualquer um morando em mais países industrializados deveriam ter pequena dificuldade que adquire estas partes. Mas há alguns componentes que provavelmente terão que ser ordenado de um distribuidor de prefeito. Entre estes estão os transistores de poder, os retificadores de Schottky, o CEE-22 filtrou e fundiu conector, o NTCs, e o baixo electrolytics de ESR. Um provedor muito atraente para estas coisas é Componentes de RS, porque esta companhia vende quase tudo em únicas quantidades, e tem escritórios de vendas no mundo inteiro. A maioria das partes difíceis para minha provisão de poder veio de RS. A lista de partes dá a parte de Componentes de RS numera para alguns artigos. Eu sugiro que você obtenha um catálogo deles. Se você quiser, você pode ordenar quase todas as partes para este projeto de RS. Outros provedores bons incluem Farnell, Newark, Spoerle (na Alemanha) e muitos mais.

Aqui é uma lista de partes. Para alguns dos dispositivos mais específicos, RS números acionários são determinados.

Por favor não me peça que adquira as partes para você. Eu estou alegre de o dar qualquer aconselhe e ajuda precisou completar este projeto, mas eu não provejo partes para isto.

Arejando os transformadores e rolos

Primeiro coisas primeiro. Comecemos com T1, o transformador de poder principal que pode ser considerado

Primeiro coisas primeiro. Comecemos com T1, o transformador de poder principal que pode ser considerado o coração deste circuito. Eu construí T1 que usa uma fita técnica sinuosa, e empilhando quatro pares de ferrite E descaroça para adquirir as capacidades magnéticas necessárias. A manufatura deste transformador requer algum trabalho manual, mas vale o esforço. Eu descreverei o processo em detalhes, assim você pode seguir os passos exatamente que eu levei. Se você prefere e tem bastante conhecimento, claro que você pode ir sua própria rota.

Porque são empilhados quatro caroços, não há nenhuma bobina fábrica-feita disponível para este transformador. Assim eu fiz uma bobina de papel. Eu feri o transformador que usa tiras de cobre intercalou folhas em branco com folha de Mylar, porque o arame grosso necessário para a corrente pesada seria impossível dobrar ao redor dos cantos afiados da bobina. Em vez de usar muitos arames magros dentro paralelo, é melhor para levar isto em uma maneira conseqüente e fita de cobre de uso. A assembléia inteira era lacrada em resina de epóxi e os caroços magnéticos colados dentro com epóxi. Isto é como você pode fazer isto:

Primeiro corte um pedaço de taco para servir como o caroço sinuoso. Como as pernas de centro dos quatro caroços empilhados medem 62 x 12mm, este bloco de madeira deve ser 63mm largo e 12.5mm grosso, permitir algum playroom. O comprimento do bloco pode ser ao redor 100mm, ou tudo que que você prefere. A altura da bobina será 28mm, assim dá para theblock bastante comprimento estar de acordo isto com a bobina em lugar. Se você tem um baixo torno mecânico de velocidade, máquina sinuosa, ou semelhante, cortou o bloco de madeira a tal um comprimento que você pode montar isto na máquina. Eu usei um lixador de cinto para trazer o bloco de madeira às dimensões exatas. Tente ser preciso. Se o bloco for muito grande, você estará desperdiçando valuablewinding espaçam, enquanto correndo o risco de não poder ajustar os sinuoso. E se o bloco sair muito pequeno, sua assembléia sinuosa acabado pode não ajustar o ferrite descaroça, enquanto fazendo isto inutilizável.

Agora embrulhe o bloco de madeira em uma camada de filme de plástico, do tipo usado na cozinha para preservar comida. Este material é um agente de demoulding excelente. Corte uma tira de papel de embalagem forte, 28mm largo e aproximadamente 1m muito tempo. Misture um pouco de cola de epóxi de 5-minuto (eu usei o tipo vendido em modelling de avião faz compras que vem em garrafas de tamanho boas), e aplica uma camada de epóxi à tira de papel. Agora areje a tira muito firmemente ao redor do bloco de madeira plástico-embrulhado, fazer o caroço de bobina. Será aproximadamente 6 camadas de papel. Embrulhe outra folha de filme de plástico ao redor seu trabalho, e aperte entre dois blocos de madeira segure junto com borracha ata, assim os lados longos da bobina ficam planos e agradáveis. Agora obtenha permissão de sua esposa, mãe, ou quem reina na cozinha, e coloca a assembléia no forno durante aproximadamente 15 atas às 50øC. O epóxi fixa muito mais rápido e um pouco mais forte àquela temperatura.

Agora você precisará de alguma folha de cobre 0.1mm grosso, e alguma folha de Mylar de uma espessura semelhante. Corte o cobre em tiras 22mm largo, e o Mylar em tiras 28mm largo. Se você puder fazer tiras muito tempo, diga 2m, esta é uma vantagem, caso contrário você terá que soldar cobre individual tira junto. Em total, você precisará aproximadamente 7m de fita de cobre e ligeiramente menos fita de Mylar.

Quando você estiver pronto com isto, seu epóxi teve amplo tempo para endurecer, assim salvou sua bobina do forno e foi em. Se vá a borracha ata, a madeira exterior bloqueia, e o plástico exterior que embrulha (não preocupa se não cair completamente). Não remova o plástico que embrulha isso separa a bobina da madeira. Você tem seu caroço de madeira embrulhado e a bobina de epóxi-papel agora nisto.

Leve um 60mm pedaço de #13 arame de cobre nu. Embrulhe o fim de um de suas tiras de cobre ao redor do arame, de forma que o arame só protrae a um lado da volta de folha de cobre. Use um ferro soldando grande para fluir alguma solda na junção. Tente evitar se pôr mais vendido no lado de fora, porque isto pode perfurar depois pelo isolamento de Mylar.

Agora os começos sinuosos. Posicione o arame de cobre em um lado estreito da bobina, de forma que a tira de cobre é centrado na largura da bobina, enquanto deixando 3mm quarto em cada lado. Adira o começo de tira à bobina com alguma fita adesiva magra. Posicione o começo de um pedaço de tira de Mylar de forma que isto cobre todo o cobre e é centrado na bobina, e grava isto em lugar. Agora areje 15 voltas disto cobre-Mylar sanduíche, tão firmemente quanto você pode, enquanto mantendo o Mylar alinharam com os lados de bobina, e o cobre centrou bem. Não solte seu aperto, ou a coisa inteira pulará separadamente. Se sua tira de cobre não for bastante longa, fixe tudo com faixas de borracha ou uma braçadeira, e solda outra tira de cobre ao fim do curto, enquanto permitindo 2mm de sobrepõem. Antes de fazer isto, cortou a primeira folha de cobre a um comprimento tal que a junta será acesa dos lados estreitos da bobina, porque aqui você tem espaço, enquanto os lados largos terão que ajustar dentro da janela do caroço de ferrite. Se o Mylar tiram corre fora, só uso fita adesiva para somar outra tira. Faça o sobreponha 5mm, evitar risco de creepage entre as folhas, e também tente localizar a junta em um lado estreito da bobina.

Quando as 15 voltas estão completas, cortou a tira de cobre a tal um comprimento que o segundo término estará no mesmo lado estreito da bobina como o primeiro terminal (o

um você já colocou). Solde o segundo terminal (outro 60mm pedaço de arame de cobre nu) para a tira, posicione, e areje três ou quatro camadas de Mylar, fazer um isolamento seguro entre o primário e secundário.

Se você pensa que este é um negócio sujo, você tem razão. Mas também é divertido! O secundário é há pouco um pouco mais sujo: É arejado com um sanduíche de cinco- camada! Quatro camadas de cobre e o Mylar que tampam camada. Mas é só quatro voltas total, assim leva uma respiração funda e faz isto!

Primeiro solde o quatro cobre tira junto ao redor de um pedaço de #13 arame de cobre. Não seja preocupado demais se o resultado não for muito limpe; o meu também era umas reais bagunças, e trabalhou bem na primeira prova. Há pouco esteja seguro você não cria extremidades afiadas ou montículos mais vendidos pontudos, porque estes podem danificar o isolamento.

Agora posicione o começo de seu condutor secundário de tal um modo que o alfinete virá fora para o mesmo lado como esses do primário, mas no outro lado estreito da assembléia de rolo. Assim você adquirirá um transformador que tem suas dianteiras primárias em um extremo e o secundário no outro, e ajustará a placa de circuito impresso bem.

Areje duas voltas, solde o arame de torneira de centro entre o quatro cobre tira, areje as outras duas voltas, solde o último alfinete, areje uma camada de acabamento de Mylar e fixe em lugar com fita adesiva. Uff! Esta era a pior parte. Se você alcançou esta mancha, você terá nenhum problema que constrói o resto deste projeto!

O que você tem é agora uma assembléia de rolo elástica, suja que se quebrará se você deixasse isto ir. Você tem que marcar isto. Isto é fácil fazer:

Embrulhe seus dois blocos de madeira, o mesmo você apertava a bobina, em filme de plástico. Os coloque contra os lados da assembléia de rolo, e aplique pressão dura, enquanto usando uma braçadeira ou muita borracha ata, de forma que os lados longos do rolo endireite completamente fora, e qualquer folga é deslocada aos lados estreitos. Agora misture uma quantidade justa de cola de epóxi, coloque a assembléia de rolo de forma que os alfinetes enfrente para cima, e deixe o epóxi colidido com o rolo. Continue epóxi abastecedor até que começa a fixar. Se goteja fora do outro lado, nenhum problema. Há pouco não faça este trabalho em cima do tapete de persian de seu tio. Quando o epóxi não fluir mais, inverta a assembléia de rolo, misture um grupo novo de epóxi, e enche o outro lado completamente, enquanto formando uma superfície lisa. Como o lado ruim é agora lacrado, o epóxi não fluirá lá fora. E quando este epóxi fixou, inverta a assembléia novamente, misture epóxi, e aplique para formar uma superfície lisa lá. A idéia é substituir todo o ar entre cobre e folhas de Mylar através de epóxi, e especialmente encher o quarto partido pela tira de cobre que é narrower que o Mylar. Este recheio é necessário ambos para mecânico e por razões de segurança elétricas.

Agora convence o monarca de sua cozinha que esta coisa diabólica acrescentará um cheiro agradável

Agora

convence o monarca de sua cozinha que esta coisa diabólica acrescentará um cheiro agradável à próxima torta de maçã, e coloca isto novamente no forno. Deixe o epóxi

endurecer completamente, então remova o rolo do forno, remova a braçadeira, borracha

ata, blocos de madeira, caroço de madeira e todos os restos de filme de plástico

agora vem o grande EMOCIONE!!! Você será pegado de surpresa como sua assembléia

suja e elástica mudou em um rolo muito robusto, duro, forte e agradável!

E

Agora teste-ajuste os caroços de ferrite. Veja se eles podem ser instalados facilmente, de forma que cada par de enfrentar caroços de E entra contato íntimo sem apertar no sinuoso. Se tudo for certo, o sinuoso deveria ter algum playroom no caroço ajuntado. Mas é fácil de adquirir muito epóxi no rolo. Se isto aconteceu a você, há pouco leva um arquivo e trabalha o epóxi abaixo de forma que isto não perturbe o ferrite. O caroço de ferrite tem que fechar corretamente, caso contrário você queimará depois fora os transistores de poder!

Quando os tamanhos ajustaram, prepare algum epóxi (novamente

!), aplique uma

camada muito magra a todo o contato enfrenta dos caroços de ferrite e os monta sobre a assembléia de rolo. Você pode os estar de acordo em lugar com fita de adesivo até os jogos de epóxi. Se você ousar interrompendo na cozinha durante uma terceira vez, use o forno para rápido para cima o endurecimento! A última coisa você tem que fazer está dobrando os arames de cobre na própria forma ajustar os buracos de placa de circuito impresso. Esteja seguro que no arejar secundário a torneira de centro está de fato na posição de centro! A polaridade dos outros alfinetes não importa. Isto completa a manufatura de T1.

Todos os outros transformadores e rolos buscam o jogo de só criança fazendo T1. O transformador de senso atual T2 tem muitas voltas, mas há nenhuma necessidade para os arejar lado-por-lado bem absolutamente. Você pode usar uma máquina sinuosa com

contador de voltas, ou você pode arejar há pouco isto à mão. Adquira uns #36 ou outro arame esmaltado magro, solde o fim disto a um dos alfinetes extremos da bobina de EE24-25-B, e areje 100 voltas. Não preocupe se seu sinuoso for criss-cruz e feio, e não sente culpado se você soltar conta e areja alguns voltas mais ou menos. Contanto que você não exceda isto, afetará há pouco a posição de VR1 quando você alinhar a provisão de poder completada depois. Solde o tothe de arame centram alfinete do mesmo lado, então areje outras 100 voltas no mesmo senso. Solde ao outro alfinete extremo no mesmo lado de bobina, e aplique uma ou duas camadas de Mylar, só proteger o arame magro.

Agora leve um pedaço de #15 plástico separou cabo, areja uma única volta em cima do Mylar e solda os dois fins do cabo aos dois alfinetes extremos do outro lado da bobina. Não importa qual fim vai para qual lado. Instale o EA77-250 descaroçam com uma quantia pequena de cimento de epóxi, e T2 está pronto.

T3 que usa o mesmo tipo de bobina é feito e descaroça como T2. Primeiro você areja 26 voltas de #27 arame esmaltado. As 26 voltas ajustaram bem em uma única camada. Areje uma uma camada de folha de Mylar, então vestida as próximas 26 voltas. Tire os arames para um lado da bobina de tal um modo que eles também não estarão perto dos outros sinuoso. Areje 3 camadas de fita de Mylar, dar um isolamento seguro entre primário e secundário. Agora, areje 8 voltas de #20 arame, e solde os fins aos alfinetes de bobina. Olhe para a placa de circuito impresso que puxa para entender qual arame para soldar para qual alfinete. Areje uma única camada de Mylar, então faça o outro 8- volta que areja em cima do primeiro. Isto deixará um espaço a um lado da bobina que é grande bastante levar a única volta de #15 plástico separou cabo que completa a assembléia. Agora cole o caroço em lugar com cimento de epóxi, e T3 está pronto!

L2 é arejado em um Amidon T-157-26 caroço de toroid de pó férreo. Como é muito difícil para dobrar arame grosso por um toroid, e sinuoso de fita ou não é prático, eu escolhi fazer este rolo com 10 pedaços de #16 arame esmaltado dentro paralelo. Corte os arames a aproximadamente 1.5m comprimento, e os torça junto. Então insira o pacote no caroço, e a partir do meio do pacote de arame, areja 7 voltas, enquanto usando a metade da circunferência do caroço. Agora areje as outras 7 voltas, a partir do meio para o outro fim do pacote de arame. A 15ª volta é o que você fez quando você inseriu o pacote de arame no caroço! Você não poderá fazer um sinuoso bonito, agradável, como o total de 150 transcurso de arames pelo toroid muito é os ajustar em uma única camada. Mas isto não importa nada, contanto que você consuma 15 voltas do pacote de arame o buraco do toroid, e há bastante espaço para isto.

Fazer L3 você tem que adquirir um caroço satisfatório primeiro. Eu usei uma fração de uma vara de antena de ferrite velha que arrombou vários pedaços quando eu deixei isto

cair

10mm diâmetro, jogue fora da janela, vá escolher para cima os pedaços e selecione um que é muito tempo aproximadamente 50mm! Se você viver em um 40º andar, melhor não use o método de janela. Ao invés, quebre a vara de modo mais controlado. Você não pode arejar L3 em uma bolsa de pó de ferrite! O próprio sinuoso é bastante fácil: Há pouco areje 10 bifiliar vira de #11 arame esmaltado. Este arame é bastante duro, mas ainda não é nenhum problema para controlar. Eu sugiro que você areje o rolo em um 10mm pedaço de broca, então fonte isto aberto e coloca isto no caroço de ferrite. Caso contrário o ferrite poderiam ser

Assim, esta é a receita: Leve uma vara de antena de ferrite velha de cerca de

rachados. Fixe o caroço no sinuoso com algum epóxi. Dobre os arames de tal um modo que todos os quatro deles olhar abaixo com o caroço diretamente para cima. Isso é a posição L3 está montado no PCB.

Fazendo a placa de circuito impresso

O tamanho exato da tábua é 120 x 272mm. Deve ser feito de qualidade boa tábua de

epóxi de copo de um lado só. Material de Pertinax é inadequado por duas razões: Os componentes pesados dariam ênfase a isto muito, e a adesão de cobre não é nenhum

bem bastante para o pesado soldando exigido. Esta resolução alta imagem de GIF provê

o padrão de cobre para esta tábua, como visto do lado de componentes. Note que muitos

browsers não podem abrir esta imagem diretamente devido a falta de memória, como isto é um 20 desenho de megapixel. Se você tiver este problema, direito-faça tique- taque na ligação, salve a seu disco rígido, então abra usando um espectador de imagem bom ou editor.

Eu sugiro que você faça uma reprodução fotográfica do desígnio em Kodalith ou filme

de alto-contraste semelhante, enquanto ajustando isto ao tamanho exato. Então faça a tábua que usa qualquer presensitized subir a bordo material, ou usando tábua sem tratar

e algum POSITIV-20 ou verniz de photoresist semelhante.

Você pode fazer a tábua claro que por algum método mais simples como passar a ferro em uma fotocópia, mas eu lhe urjo que leve a aproximação fotográfica. A qualidade melhor definitivamente vale isto! Eu pedi para fotógrafo profissional e para amigo ajuda, e ele levou menos que uma hora produza uma qualidade profissional máscara fotográfica de minha cópia imprimida de inkjet original! Duas horas depois, minha tábua estava pronta.

A maioria dos buracos é diâmetro de 0.8mm. Outros são 1mm, e alguns são maiores.

Minha técnica está perfurando tudo primeiro com a broca de diamante de um dentista de 0.8mm, enquanto medindo os alfinetes dos componentes maiores então e aumentando

os buracos para eles.

Ajuntando a tábua

Este provavelmente é o passo mais fácil. Usando o guia de colocação de partes, instale e

solde tudo das partes com exceção de Q1, Q2, e D6

que formar um heatsink simples de um 30 x 80mm pedaço de 1mm folha de alumínio grossa, curvado em forma de U. Perfure um buraco nisto e atarraxe sobre a ponte de retificador, enquanto usando uma lavadora fechando. Então solde o D1 na tábua.

9. Antes de instalar D1, você tem

Todas as partes são rubor montado contra a tábua, como não é bom para ter dianteiras longas demais. Há dois saltadores de cabo na tábua, tirado como linhas diretas no diagrama de colocação de componentes. O curto pode ser feito de uma dianteira de componente cortada, enquanto o mais longo é feito de um pedaço de cabo de conexão magro.

Não use covas de IC!!! Esta são uma invenção do diabo do electronician! Eles introduzem resistência de contato adicional, indutância e capacidade, dramaticamente reduza o IC está esfriando pela tábua, e dificuldade de causa depois quando os alfinetes de IC oxidam, ou as fatias começam resultando das covas simplesmente. Não me fale que você usa covas de qualidade boas. Eles existem, eles são muito caros, mas eles causam muito os mesmos problemas. Se lembre de que são feitos ICs moderno ser soldados! Os alfinetes estanhados podem ser soldados facilmente e seguramente, mas até mesmo em covas ouro-banhado esses alfinetes lata-banhado oxidam, enquanto se separando. Eu estou o advertindo tão extensivamente porque meu trabalho envolve consertando equipamento eletrônico, e eu posso lhe falar que mais que meio de todos os problemas são causados por contatos ruins, muitas deles em covas de IC!

Documento anexo e assembléia final

Eu gostei de nunca usar documentos anexos já feito para meus projetos. É fácil de fazer um costume encaixotar, e ajustará muito a eletrônica melhor que qualquer coisa você pode comprar. Este projeto não era nenhuma exceção, e assim eu fiz minha própria caixa para isto. Mas você está vivendo em um mundo livre, assim faça porém você

quer

!

Eu não proverei planos completos, mas ao invés só esboço meu desígnio de

caixa:

mas ao invés só esboço meu desígnio de caixa: Dois 3mm alumínio chapeia, enquanto medindo 300

Dois

3mm

alumínio chapeia, enquanto medindo 300 x 120mm, é usado como as paredes dianteiras e traseiras. Eles são atarraxados ao fã, o PCB, e para um 120mm tubo de espalhador longo de 6mm diâmetro, de forma que estas partes fique integrante à estrutura. As conexões entre o PCB, alumínio chapeia e o fã é feito com pedaços pequenos de 10 x 10mm ação de ângulo de alumínio. A assembléia é surpreendentemente rígida!

São feitas o topo e coberturas de fundo de 1mm folha de alumínio e medem 126 x 300mm. A cobertura de fundo tem um buraco por levar o monte de centro das PCB.The lado coberturas está cortado de malha de arame permitir fluxo de ar irrestrito, e mede 122 x 126mm. Os painéis são unidos por 10 x 10mm ação de ângulo de alumínio que corre ao longo de todas as extremidades e através de parafusos de metal de folha pequenos. Mas estas coberturas não são instaladas até que a provisão de poder está completa, testou e ajustou. Eu pintei preto plano que parece agradável junto com a anodized alumínio ângulo ação no lado de fora para todos os painéis. Mas eu mantive as extremidades e interiores livre de pintura para adquirir próprio contato elétrico entre os painéis, e protegendo ação.

Os componentes que são externo ao PCB (P1, SW1, C3, os CONDUZIRAM, e a produção atarraxam bloco) é montado aos painéis dianteiros e traseiros. São atarraxados Q1 e Q2 ao painel traseiro, enquanto usando fibra sintética de M3 atarraxa e 3mm isoladores cerâmicos grossos. Estes isoladores grossos não só eram usados por razões de segurança, mas principalmente porque eles reduzem o capacitive que junta dos transistores ao documento anexo. Isto é muito importante, porque se as capacidades não desejadas neste lugar fossem significantes, as espigas trocando seriam juntadas ao documento anexo, enquanto fazendo RF atual fluir nisto e barulho ser radiado! É de pequeno uso filtrar a contribuição e dianteiras de produção, se você faz sua proteção radiar o barulho usando isoladores muito magros para os transistores barulho-geradores!

Não use parafusos de metal com lavadoras de plástico, porque esta aproximação não dá bastante margem de segurança para operar a voltagem de linha. Se você repugna que fibra sintética atarraxa, uma alternativa boa é braçadeiras de aço que apertam sobre o corpo de plástico dos transistores.

Os diodos de Schottky são usando montados o mesmo tipo de isoladores e parafusos, mas há um espalhador de calor, feito de 6mm alumínio chapeou, entre esses isoladores e o caso. Tudo se aparecem, enquanto requerendo contato térmico estão cobertos com combinação de transferência de calor antes de assembléia. Ao instalar os diodos e transistores, primeiro faça toda a assembléia mecânica, então solde os alfinetes. Caso contrário você poderia os dar ênfase a muito enquanto firmando os parafusos.

Todas as conexões de cabo são feitas próximo, e o filtro de produção é ajuntado deslizando as contas de ferrite em cima dos cabos de produção e soldando os

condensadores de estrada de contorno C25

produção! 40A dever contínuo não é nenhuma piada. Eu usei um cabo que tem 4mm diâmetro de cobre, mais isolamento de plástico. Era um excesso da instalação de uma manivela elétrica em meu 4WD veículo. Aquele cabo ainda é um pouco pequeno para a

manivela, mas multa para esta provisão de poder!

30. Use um cabo grosso agradável para a

Agora

você

poder! 30. Use um cabo grosso agradável para a Agora você precisará de um ferro soldando

precisará de um ferro soldando grande (100 a 150 Watt) e muita solda. Não podem ser confiados nos rastos no lado secundário para levar os 40 ou 60A desta provisão sem um pouco de ajuda! A ajuda necessária entra em forma de alguns comprimentos de #13 arame de cobre nu. Corte e dobre para ajustar a forma de todos os caminhos alto-atuais. Agora leve seu ferro soldando grande e muito quente, e fluxo quantias generosas de solda sobre todos esses rastos, de forma que o arame reforçando é enterrado na solda. Ao fim, você terá rastos nos quais o arame de cobre faz a maioria da condução, enquanto os pares mais vendidos o calor de perda gerado para o PCB que dissipa isto. Quando você estiver pronto com esta tarefa, sua tábua parecerá terrível com tudo aquilo fundido, queimado e enegrecerá resíduo de fluxo! Mas não desespera: Coloque a provisão de poder em tal uma posição que qualquer líquido no lado mais vendido da tábua pode gotejar fora, e agora leva um pincel pequeno, uma garrafa de álcool, e aplicando quantias generosas desta escova líquida mágica fora tudo da sujeira de breu preta feia! Você será pegado de surpresa a como fácil isto é, e a como agradável a tábua cuida este tratamento! Esta fotografia mostra como os meus cuidaram o banho de álcool.

Como o fluxo de ar do fã tremerão os cabos magros ligeiramente (esses que conectam os CONDUZIRAM, e os saltadores), é uma idéia boa para colocar algumas gotas de cola de quente-fundição nesses lugares onde estes cabos entram na tábua. Isto prevenirá

fadiga e quebra destes cabos. Quente-derreta cola também é um material excelente por fixar qualquer coisa que sacudiria caso contrário, como contas de ferrite.

Testando e ajustando

Neste momento sua provisão de poder deveria ser funcional. Se você tem autoconfiança muito grande, ou se você gosta de surpresas e desfruta fogos de artifício, prossiga e tampa isto dentro! Mas outro, para todo o mundo eu recomendaria esta aproximação:

Primeiro, faça um cheque visual completo. Fixe o três potentiometers a posição meio. Confira que não há nenhuma continuidade entre a contribuição de CA e fundamente, entre a contribuição de CA e a DC produziu, ou entre a produção de DC e chão de chassi.

Conecte uma provisão de voltagem variável (você precisa 12 a 15V para os testes) para as dianteiras de produção, sem tampar o switcher à linha de CA. Primeiro você deveria ver os CONDUZIRAM surgirem. Jogue com a voltagem alimentada em seu projeto para ver como a cor de mudanças CONDUZIDA. Se isto trabalhar, você adquirirá um aumento de confiança pelo menos!

Se você tiver um osciloscópio de dual-canal, conecte seus dois canais em cima das junções de base-emissor dos transistores de poder. Com a voltagem às aproximadamente 12V, você deveria ver pulsos pequenos com fases contrárias. Como você aumente a voltagem, de repente estes pulsos desaparecerão. Se você quiser, você enlata preadjust VR2 fixando sua provisão de poder de laboratório a 13.8V e só fixando então VR2 para onde os pulsos desaparecem. Agora está na hora para começar o switcher. Remova sua provisão de laboratório, remova o osciloscópio conduz, e conecta a besta em série à linha de CA com uma 60 Watt lâmpada incandescente. Esta técnica evitará a maioria ou todo o dano se algo estiver errado. Conecte um voltmeter à produção, acenda seu bebê e veja o que acontece! Se tudo for certo, o bolbo iluminará, então lentamente volta fora, enquanto os começos de provisão de poder para cima e entrega aproximadamente 13.8V.

Agora, conecte uma carga de cerca de 2A para a produção. Um bolbo de carro é muito prático para isto. Provavelmente a este nível de carga, arderá o bolbo na linha de CA, enquanto a voltagem na produção pode ser 13.8V ou um pouco debaixo de. Depende do nível atual específico puxado por sua carga de teste. Nesse caso longe tudo é o OK, o momento grande vem: Remova o bolbo do circuito de CA! Agora iniciante da provisão deveria ser rápido, e você pode conectar uma carga mais pesada a isto. Com alguma carga de 2 a 10A conectado (o valor é não crítico, determinado o regulamento bom desta provisão), ajuste VR2 de forma que você adquira 13.8V exatamente à produção.

Logo vem o ajuste de sensor atual. Para isto você precisa de uma carga que puxa 40A! Você pode fazer isto conectando muitos bolbos de carro dentro paralelo, ou você pode usar algum arame de resistência para construir um resistor de poder grande. Eu fiz uns 13.8V, 550W aquecedor para testar esta provisão! Conecte aquela carga, e ajuste VR1 a tal uma posição que a voltagem de produção só está ao limite de demolir.

O último ajuste é isso do gatilho de fã. Conecte um 65W farol de carro ou carga semelhante que consumirão aproximadamente 5A. Deixe correndo durante várias atas para isto, então mova VR3 ao ponto em onde o fã troca. Agora confirme a função de gatilho mudando as várias vezes de carga entre aproximadamente 2 e 10 A. O fã deveria trocar em um meio a um minuto de vez em quando depois de cada mudança de carga. Eventualmente você pode ter que retocar VR3 até que você consegue que o fã troque em a não mais que 7A carga contínua, e apaga às 4A ou assim.

O último teste para fazer é correr a provisão de poder a carga completa para uma hora ou dois. Se ainda não queima, você fez um trabalho bom que constrói isto!!! Complete a assembléia do documento anexo, adira alguma borracha auto-adesiva acolchoa ao lado ruim, e você é R E UM D Y!!!!!

E se não trabalha?

Se você estiver construindo este projeto, você provavelmente já tem um pouco de experiência diagnosticando, assim eu não preciso lhe ensinar os fundamentos. Se você substituísse componentes críticos como os transistores de poder, ou os caroços para T1, T3 ou L2, isto pode causar problemas. Os transistores de poder têm que manter a beta deles/delas até pelo menos 8A, caso contrário eles cortarão curto os ciclos de condução quando os aumentos de carga. Se você acontece para substituir esses transistores por alguns que têm muito baixa beta, a provisão de poder não pode começar nada.

Se você substituiu os caroços magnéticos e fez uma escolha ruim, os resultados podem ser bastante dramáticos. Se T1 ou L2 satura, pode fazer os transistores de poder explodir antes do fusível tem uma chance para abrir. A lâmpada incandescente na linha de CA evitará dano neste caso, assim por todo o uso de meios que bolbo para primeiro prova!

Outro erro típico está invertendo a fase de algum sinuoso em T3. Se você adquirir um dos sinuoso de 8-volta invertido, os resultados serão explosivos a menos que você tenha a lâmpada incandescente em série. Se você inverteu o sinuoso de 1-volta, a provisão de poder simplesmente não começará.

Se você tiver um problema que você não pode resolver, eu estarei alegre ajudar. Você pode me contatar do homepage de ludens de homo.

Atrás para a homo ludens electronicus página.

Parts list C1, 2 polypropylene (RS 190-8539) : 100nF, 250VAC C3 : 680uF, 450V electrolytic

Parts list

C1, 2 polypropylene (RS 190-8539)

: 100nF, 250VAC

C3

: 680uF, 450V electrolytic

: 1uF, 50V ceramic

C4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11 polypropylene C12, 13 multilayer (RS 126-067)

: 470nF, 630V

C14

: 3.3nF, 1.6kV

polypropylene C15, 16

C31

: 10nF, 250VAC

polypropylene (RS 190-8472) C17, 18, 19, 20, 21, 22

: 1000uF, 25V low ESR

electrolytic (RS 105-997) C23, 24

: 2200uF, 16V low ESR

electrolytic (RS105-947) C25, 26, 27, 28, 29, 30

: 100nF, 50V ceramic : 470nF, 50V ceramic

multilayer

C32

: 22uF, 50V electrolytic

C33

: 10uF, 50V electrolytic

C34

: 1uF, 50V electrolytic

C35

: 33nF, 50V polyester

C36

: 4.7nF, 50V polyester

C37

: 330nF, 50V polyester or

ceramic multilayer

C38

: 100uF, 10V electrolytic

D1

: Rectifier bridge, 1kV, 8A.

GBPC810 or similiar. D2, 4, 17 UF4007 or similiar. Lower

: Ultrafast diode, 1kV, 1A.

100V) is acceptable. D3, 5 UF5408 or similiar. D6, 7, 8, 9

voltage (down to

: Ultrafast diode 1kV, 3A.

: Dual Schottky diode,

100V, 30A total. PBYR30100CT

or similiar. Single diode

would also be suitable.

D10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 18 : 1N4148 switching diode

FB1, 2 bead, slipped over wire.

FB3

beads, slipped six each

: Amidon FB-73-801 ferrite

14

: Amidon FB-73-2401 ferrite

over the two 13.8VDC

output cables.

L1

8mH each winding, 6A.

: Common mode choke,

I used junk box

specimen. RS 288-159 is suitable.

L2:

on Amidon T-157-26

: 20uH, 60A choke. 15 turns

toroid. Wound with ten

#16 enameled wires

in parallel. : 5uH (uncritical), 60A

L3:

choke. 10 turns on ferrite solenoid, 10mm diameter, 50mm

long. Wound with two #11

wires in parallel. : Dual LED, green-red,

LED1

common cathode

M1

120 x 120 x 25mm NTC1, 2

2.5R cold resistance (RS 191-2005)

P1

with integrated fuse holder

: 12V 5W brushless DC fan,

: Inrush current limiter,

: CEE-22 male connector

and EMI filter, 250VAC,

6A, (RS 210-291) Q1, 2

transistor, BUH1215 or similiar.

: High voltage switching

Must resist at least

400Vceo , and maintain a

beta of over 12 at a

current level of 8A. (RS 859-874)

Q3, 4 resist 100V and 0.5A.

: BC639-16 transistor. Must

Q5

: BD683 darlington

transistor R1, 5

R9

: 10R, 5W low inductance

preferred R2, 6 R3, 7, 19 R4, 8

: 180kR, 0.5W carbon : 1R, 1W carbon : 2,7kR, 0.25W carbon : 47R, 5W low inductance

preferred R10, 11 preferred

: 1.8R, 2W low inductance

R12

: 180R, 0.5W carbon

R13

: 3.3kR, 0.25W carbon

R14

: 1.5kR, 0.5W carbon

R15, 16 R17, 18, 32, 33, 36, 38

: 3.9kR, 0.25W carbon : 1kR, 0.25W carbon

R20

: 22R, 0.5W carbon

R21, 22, 23, 24 R25, 27, 29

: 4.7kR, 0.25W carbon : 22kR, 0.25W carbon

R26

: 4.3kR, 0.25W carbon

R28

: 13kR, 0.25W carbon

R30

: 12kR, 0.25W carbon

R31

: 10kR, 0.25W carbon

R34

: 1MR, 0.25W carbon

R35, 37

: 27kR, 0.25W carbon

R39

: 33R, 2W carbon

SW1

: 2-pole power switch,

250VAC, 10A

T1

secondary 2+2 turns. Wound with

: Primary 15 turns,

sheet. Uses four Amidon

copper foil and mylar

EA-77-625 ferrite E-

cores (8 halves). Equivalents

include Thomson GER42x21x15A, Phillips 768E608, TDK EE42/42/15. See

text for winding instructions.

T2

turns #36 enamel wire. Primary

: Secondary is 100+100

is one turn #15 plastic

insulated cable, wound on

secondary. Wound on Amidon EE24-25-B bobbin. Uses an Amidon EA-77-250 core.

Equivalents are Thomson

812E25Q, TDK EE25/19.

T3

turns #27 enamel wire.

GER25x10x6, Phillips

: Control winding is 26+26

#20 each. Collector winding

insulated cable. Bobbin and

Base windings are 8 turns

is one turn #15 plastic

core like T2. See text.

U1

LM3524, SG3524, UC3524 or

: Pulse width modulator IC,

similiar. : Quad single supply

U2

operational amplifier, LM324

U3

LM336Z-5.0 or similiar. VR1, 2, 3

or similar. : 5V voltage reference,

: 1kR PCB mounted trimpot

Miscellaneous:

Printed circuit board

Two pole screw terminal for 40A Power cable

6 ceramic insulators for the power transistors and Schottky diodes

3mm and 1mm aluminum sheet, 10x10x1mm aluminum angle stock, some wire mesh, 4 rubber feet, and assorted hardware for building the box. A lot of enthusiasm!

aluminum angle stock, some wire mesh, 4 rubber feet, and assorted hardware for building the box.