Sei sulla pagina 1di 2

VIGILIA

EU SOU O QUE SOU PELA GRAÇA DE QUEM?

Objectivos:
• Como Paulo, eu sou o que sou. O que/quem contribuiu para eu ser o que sou?
• Tomar consciência da presença dos outros e de Deus que forjam a minha vida
• Não estou isolado, não vivo só. Como Paulo vivo para Cristo e para os outros.

Cenário
• Os cartões escritos da oração de sexta e da oração de sábado de manhã, juntamente com a
vela de cada um, acesa, por cima dos cartões, à volta do círio ou de uma outra coisa que seja
o centro (cartaz, imagem…)

Cântico inicial

Salmo 145 (144):

Eu te exaltarei, meu Deus e Rei,


bendirei teu nome para todo o sempre.
2 Dia após dia te bendirei,
louvarei teu nome para todo o sempre:
3 “O Senhor é grande e mui digno de louvor:
sua grandeza é insondável”.
4 Uma geração transmitirá à outra o louvor de tuas obras,
proclamando tuas façanhas.
5 Na esplêndida glória de tua majestade
e no relato de teus milagres quero eu meditar.
6 Divulguem eles teus prodígios de poder
e tuas grandes façanhas que eu narro!
7 Difundam a memória de tua imensa bondade
e aclamem tua justiça:
8 “O Senhor é clemente e compassivo,
lento para a cólera, grande em misericórdia;
9 o Senhor é bom para com todos,
é compassivo com todas as criaturas!”
10 Todas as tuas obras, Senhor , te dêem graças,
e os fiéis te bendigam!
11 Proclamem a glória de teu reino
e falem de tua façanha,
12 anunciando aos homens: “Tais são suas façanhas
e a glória resplandecente de seu reino”.
13 Teu reino é um reino de todos os séculos,
teu império é para todas as gerações.
[O Senhor é fiel em todas as palavras,
bondoso em todas as ações].
14 O Senhor ampara todos os que caem
e soergue todos os combalidos.
15 Os olhos de todos em ti esperam,
e tu lhes dás o alimento a seu tempo.
16 Abres a mão
e sacias, de bom grado, todo ser vivo.
17 O Senhor é justo em todos os seus caminhos,
fiel em todas as suas ações.
18 O Senhor está perto de todos os que o invocam,
de todos os que o invocam sinceramente.
19 Ele satisfaz os desejos dos que o temem,
escuta seus gritos de socorro e os salva.
20 O Senhor guarda todos os que o amam,
mas destrói todos os ímpios.
21 Minha boca proclamará o louvor do Senhor ,
e toda carne bendirá seu santo nome
para todo o sempre.

Leitura: Rom 8,1-2.5-17

Momento de partilha: Possibilidades:


• Pegar nos cartões fruto das orações e partilhar livremente lendo o que está escrito
• Outro tipo de reflexão feita ao longo do dia sobre o tema ou sobre o tempo de farias e as
experiências feitas.
• Pode-se intercalar com algum cântico.

Adoração: Exposição do santíssimo.


• Fica-se algum tempo em silêncio e convida-se cada um, face a face com Deus a apresentar
ao Senhor todas aquelas pessoas que de algum modo nos ajudaram a ser aquilo que somos.

Exortação:
Antes da bênção, ainda em silêncio, alguém proclama muito calma e bem articulado o texto de Rm
12,1-2.9-18.

Oração do Pai Nosso, juntos

Bênção e cântico final.