Sei sulla pagina 1di 9
Pós Graduação em Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenador acadêmico: Professor Luis

Pós Graduação em Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação

Coordenador acadêmico: Professor Luis Antonio Jóia

INTEGRAÇÃO E USO DE FRAMEWORKS

Leonardo Ricciardi, Mestre

lricciardi@vertigo.com.br

A cópia do material didático utilizado ao longo do curso é de propriedade da Fundação
A cópia do material didático utilizado ao longo do curso é de propriedade da Fundação

A cópia do material didático utilizado ao longo do curso é de propriedade da Fundação

Getulio Vargas, não podendo a contratante vir a utilizar em qualquer época, de forma integral

ou parcial. Todos os direitos em relação ao design deste material didático são reservados à

Fundação Getulio Vargas. Todos os direitos quanto ao conteúdo deste material didático são

reservados ao (s) autor (es).

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS

PRESIDENTE Carlos Ivan Simonsen Leal

VICE-PRESIDENTES Francisco Oswaldo Neves Dornelles Marcos Cintra Cavalcanti de Alburquerque Sergio Franklin Quintella

UNIDADES / ESCOLAS FGV

Escola de Administração de Empresas de São Paulo - EAESP Diretora Maria Tereza Leme Fleury Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas - EBAPE Diretor Flavio Carvalho de Vasconcelos Escola de Economia de São Paulo - EESP Diretor Yoshiaki Nakano Escola de Pós-Graduação em Economia - EPGE Diretor Rubens Penha Cysne Escola de Direito de São Paulo - Direito GV Diretor Oscar Vilhena Vieira Escola de Direito do Rio de Janeiro – Direito Rio Diretor Joaquim Falcão CPDOC – Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil Diretor Celso Corrêa Pinto de Castro FGV Projetos Diretor Cesar Cunha Campos IBRE - Instituto Brasileiro de Economia Diretor Luiz Guilherme Schymura de Oliveira IDE - Instituto de Desenvolvimento Educacional Diretor Clovis de Faro

O FGV in company

O FGV in company é um programa da FGV que oferece a organizações – empresas privadas e públicas, órgãos governamentais e associações em geral – cursos customizados nos níveis de atualização, extensão, aperfeiçoamento e especialização, com conhecimento produzido nas diversas Escolas da FGV, no Brasil e no exterior.

Dirigido pelo Professor Antonio Carlos Porto Gonçalves, o FGV in company conta com uma equipe de profissionais especializados que fazem um levantamento detalhado das atividades e da realidade de cada organização para que os programas atendam às suas necessidades específicas. Os cursos podem ser totalmente presenciais ou mesclados com ferramentas de educação a distância, com a possibilidade de serem realizados em qualquer lugar do país ou do mundo.

ESTRUTURA FGV IN COMPANY

Diretora Adjunta - Goret Pereira Paulo Coordenador de Relações com Clientes - Eugenio Augusto Franco Montoro Gerente Comercial - Guilherme Hoffmann Gerente Comercial (RJ) – Sérgio Vargas Gerente Comercial (SP) – Patrícia Maggi Gerente de Comunicação Corporativa - Jacqueline Sobral Gerente de Controle de Projetos- Alessandro Arantes Gerente de Suporte Acadêmico - Susana Marques

A sua opinião é muito importante para nós Fale Conosco * secretariaincompany@fgv.br

Sumário

1.

PROGRAMA DA DISCIPLINA

1

1.1 EMENTA

1

1.2 CARGA HORÁRIA TOTAL

1

1.3 OBJETIVOS

1

1.4 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1

1.5 METODOLOGIA

2

1.6 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

2

1.7 BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA

2

CURRICULUM RESUMIDO DO PROFESSOR

3

2. TEXTO PARA ESTUDO

4

3. MATERIAL COMPLEMENTAR

5

ii

1

1

1. Programa da disciplina

1.1 Ementa

Exemplos e Exercícios de Integração: IT BSC, COBIT, ITIL; Reflexo no Planejamento de TI.

1.2 Carga horária total

12 horas/aula

1.3 Objetivos

Apresentação e Informações Gerais

Breve Introdução -Framework de Governança;

Breve Resumo – IT BSC;

Breve Resumo – COBIT;

Breve Resumo – ITIL;

Frameworks - Reflexo no Planejamento de TI;

Estudo de Casos e Exercícios;

1.4 Conteúdo programático

Exemplos e Exercícios de Integração: IT BSC, COBIT, ITIL

Desenvolvimento de atividades de análise e definições para aplicação de frameworks conjugados;

Reflexo Planejamento de TI

no

Análise detalhada para reconhecimento dos cenários e contextos para a devida aplicação dos Frameworks abordados.

2

2

1.5 Metodologia

Exposição dialogada dará suporte aos debates e estudos de caso, com exercícios.

1.6 Critérios de avaliação

A avaliação será feita através de uma prova individual com valor máximo de 10,0 (dez), realizada após o término da disciplina. O aluno deverá tirar uma nota mínima de 7,0 (sete).

1.7 Bibliografia recomendada

IIBA. Business Analysis Body of Knowledge. Disponível em www.theiiba.org , 2009. Acessado em 20 de Setembro de 2010.

ITGI. Enterprise Value: Governance of IT Investments, The Val IT Framework. Disponível em http://www.isaca.org , 2006. Acessado em 05 de Novembro de 2008.

ITGI. COBIT 4.1. Disponível em http://www.isaca.org, 2007.

KAPLAN, R. S. e NORTON D. P. Organização Orientada para a Estratégia. Rio de Janeiro: Editora CAMPUS, 2001.

SYMONS, C. The IT Balanced Scorecard: User Metrics. Disponível em <www.forrester.com>, 2004. Acessado em: 26 de Novembro, 2010.

SYMONS, C. The IT Balanced Scorecard: Operational Excellence Metrics. Disponível em <www.forrester.com>, 2004. Acessado em: 26 de Novembro, 2010.

SYMONS, C. The IT Balanced Scorecard: Value Metrics. Disponível em <www.forrester.com>, 2004. Acessado em: 26 de Novembro, 2010.

SYMONS, C. The IT Balanced Scorecard: Future Orientation Metrics. Disponível em <www.forrester.com>, 2004. Acessado em: 26 de Novembro, 2010.

3

3

Curriculum resumido do professor

Leonardo Ricciardi, formado em Ciência da Computação pela UFRJ, Mestre em Engenharia de Sistemas - UFRJ, Pós-graduado em Gerência de Projetos em TI pela PUC-RJ. Possui certificações PMP, ITIL V3 Foundations, Cobit, SEI (Software

Engineering Institute - Carnegie Mellon USA ). Atuou como Gerente de Projetos e Coordenador de PMO em grandes empresas como B2W, Neoris do Brasil, Siemens - Alemanha, CTIS e atualmente ocupa a posição de Gerente de Operações na Vertigo

Tecnologia.

.

4

4

2. Textos para estudo

Além da Revolução da Informação. Sucesso Organizacional x Sucesso Técnico. Transformation or Travails.

5

5

3. Material Complementar

Fornecido separadamente.