Sei sulla pagina 1di 19

Gestão Pública na Alimentação Escolar - A

experiência do Município de Criciúma e relato do Prêmio Gestor Eficiente da

Merenda Escolar

e relato do Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar NUTRICIONISTA: FABIANE M.FABRIS Especialista: Saúde

NUTRICIONISTA: FABIANE M.FABRIS Especialista: Saúde Pública e Ação Comunitária

PROJETO ALIMENTAÇÃO

ORGÂNICA

PROJETO ALIMENTAÇÃO ORGÂNICA
PROJETO ALIMENTAÇÃO ORGÂNICA

Implantação da Alimentação

Orgânica:

META: buscar uma alimentação mais

saudável que proporcione qualidade na alimentação dos escolares.

OBJETIVO: introduzir e ampliar o espaço

da agricultura orgânica como fornecedora

de produtos para a alimentação escolar.

METODOLOGIA

Busca de agricultores ecológicos da região;

Introdução de produtos orgânicos na

alimentação escolar;

Especificações do edital de licitação para

compra de orgânicos;

de produtos orgânicos na alimentação escolar; • Especificações do edital de licitação para compra de orgânicos;
de produtos orgânicos na alimentação escolar; • Especificações do edital de licitação para compra de orgânicos;

Modelo de Edital:

Especificações Técnicas

Banana Branca Orgânica

Características Técnicas: Banana branca classificada. Deve

apresentar características bem definidas, bem formadas. A banana deve ser de tamanho grande, livres de danos fisiológicos pragas e doenças. Estar em perfeitas condições de conservação, sua coloração deve ser de verde para amarelo, não deve estar completamente madura. Os bananais deverão

ser conduzidos por sistema ecológico. A adubação deve ser

orgânica, o produto deve estar isento de agroquímicos. Produto muito maduro ou deteriorado não serão aceitos.

Embalagem: o produto deve estar acondicionado em caixas de madeira de 20kg.

Quantidade: 13.00kg.

Entrega: Quinzenal.

O produto deve estar isento de agroquímicos. O fornecedor deverá apresentar certificado de órgão governamental ou não governamental competente, este deve estar de acordo com as

normas de certificação. O produto só poderá ser comprado

direto do produtor ou empresa produtora.

Instrução Normativa n° 7,de 17 de

maio de 1999.

Normas disciplinadoras para a produção, tipificação, processamento, envase,

distribuição, identificação e

certificação da qualidade de produtos orgânicos, sejam de origem animal ou

vegetal.

Capacitação de merendeiras e

Educação Nutricional e Ambiental;

Capacitação de merendeiras e Educação Nutricional e Ambiental;
Capacitação de merendeiras e Educação Nutricional e Ambiental;

Adequação da lei estadual 12.061 em

relação às cantinas escolares;

da lei estadual 12.061 em relação às cantinas escolares; Alimentação na idade escolar Alimentos X Nutrientes
da lei estadual 12.061 em relação às cantinas escolares; Alimentação na idade escolar Alimentos X Nutrientes

Alimentação na idade escolar Alimentos X Nutrientes Você conhece a lei?

A

quem se aplica?

O

que não é permitido

comercializar?

Relação de itens que poderão ser comercializados O que não deve estar no cardápio

Dicas para uma boa alimentação

“A criança bem alimentada de hoje será um adulto saudável amanhã”.

Implantação do Projeto CONAB;FOME

ZERO

Parceria entre Secretarias de Educação e

Meio Ambiente;

Pequenos produtores rurais da região

como fornecedores de alimentos;

Redução de recursos utilizados na aquisição de alimentos;

Maior oferta de produtos orgânicos na alimentação escolar;

RESULTADOS

Boa aceitação da merenda orgânica por parte da escola e comunidade;

Redução de lanches trazidos de casa e comprados em cantinas;

Aumento do consumo por parte dos alunos de alimentos in natura como frutas, legumes e verduras;

em cantinas; • Aumento do consumo por parte dos alunos de alimentos in natura como frutas,

RESULTADOS

Incentivo na produção de hortas escolares;

Ajuda aos pequenos agricultores;

Aumento da oferta e produção de alimentos orgânicos;

Melhoria na qualidade de vida e meio

ambiente.

• Aumento da oferta e produção de alimentos orgânicos; • Melhoria na qualidade de vida e

CARDÁPIOS

Mensais, ajustados as estações do

ano, combina cores, sabores e textura;

Respeita os hábitos alimentares

locais;

Preferência por alimentos in naturas,

enriquecidos e livre de agrotóxicos.

PADARIA

PADARIA

ESTRUTURA - PADARIA

ESTRUTURA - PADARIA
ESTRUTURA - PADARIA

PADARIA O PÃO

Garantir uma alimentação equilibrada,

sadia e de grande aceitabilidade aos escolares.

Considerando que o pão é um alimento

universal, oferecê-lo é assegurar o direito ao alimento, estudo e à saúde.

ESTRUTURA - ÁREAS

ESTRUTURA - ÁREAS
ESTRUTURA - ÁREAS

Resultados:

Produto de qualidade;

Grande aceitabilidade;

Baixo custo;

Geração de emprego e renda;

Melhor atendimento

de qualidade; • Grande aceitabilidade; • Baixo custo; • Geração de emprego e renda; • Melhor