Sei sulla pagina 1di 10
ROBERTO ALMEIDA DE ANDRADE EXERCICIOS PRIMEIRA ETAPA Unid1_Atividade1 1. O ruído sonoro nas proximidades de
ROBERTO ALMEIDA DE ANDRADE
EXERCICIOS PRIMEIRA ETAPA
Unid1_Atividade1
1. O ruído sonoro nas proximidades de rodovias resulta, predominantemente, da compressão do ar pelos pneus de veículos
que trafegama altas velocidades. O uso de asfalto emborrachado pode reduzir significativamente esse ruído. O gráfico a
seguir mostra duas curvas de intensidade do ruído sonoro em função da frequência, uma para asfalto comum e outra
para asfalto emborrachado (linha cheia). As intensidades da figura foramobtidas a uma distância r = 10 mda rodovia.
Considere que a intensidade do ruído sonoro é dada por I = P/4πr 2 , onde P é a potência de emissão do ruído. Calcule P na
frequência de 1000 Hz para o caso do asfalto emborrachado.
Resolução:
F=P/(4∏r²) → 3,0x10¯³=P/(4∏10²)→3,77.10¯³
2. Quando uma pessoa fala, o que de fato ouvimos é o som resultante da superposição de vários sons de frequências
diferentes. Porém, a frequência do som percebido é igual à do som de menor frequência emitido. Em 1984, uma
1
realizada comuma população de 90 pessoas, na cidade de São Paulo, apresentou os seguintes valores médios
pesquisa
para as frequências mais baixas da voz falada: 100 Hz para homens, 200 Hz para mulheres e 240 Hz para crianças.
Segundo a teoria ondulatória, a intensidade I de uma onda mecânica se propagando nummeio elástico é diretamente
proporcional ao quadrado de sua frequência para uma mesma amplitude. Portanto, a razão IF / IM entre a intensidade da
voz feminina e a intensidade da voz masculina é:
a) 4,00.
b) 0,50.
c) 2,00. d) 0,25.
e) 1,50.
Resolução:
Para homens=100hz; mulheres=200hz e crianças=240hz.
I=? (onda mecânica) → para o meio elastico portanto no caso elevamos ao ²;
Portanto: (If/Im) ²→ (200²/100²)→4
Resposta: alternativa a)
3. O nível sonoro S é medido emdecibéis (dB) de acordo coma expressão S = (10 dB) log (I/I
o ), onde I é a intensidade da
onda sonora e I o = 10 -12 W/m2 é a intensidade de referência padrão correspondente ao limiar da audição do ouvido
1
(TAFNER, Malcon
Anderson. "Reconhecimento
de palavras faladas isoladas usando
redes neurais artificiais". Dissertação
de
Mestrado, Universidade Federal de Santa Catarina.)

humano. Numa certa construção, o uso de proteção auditiva é indicado para trabalhadores expostos durante umdia de trabalho a um nível igual ou superior a 85 dB. O gráfico a seguir mostra o nível sonoro em função da distância a uma britadeira emfuncionamento na obra

a) A que distância mínima da britadeira os trabalhadores podempermanecer semproteção auditiva?

b) A frequência predominante do somemitido pela britadeira é de 100 Hz. Sabendo-se que a velocidade do somno ar é de 340 m/s, qual é o comprimento de onda para essa frequência?

c) Qual é a intensidade da onda sonora emitida pela britadeira a uma distância de 50 m?

Resolução:

S= 10db x log(I/I) → I=intensidade de onda sonora e I=10¯¹²W/m²

a) 11m;

b) f=100hz; V=340m/s → λ=(V/F) → λ=340/100 → λ=3,4m;

c) NS=10db x log(I/I) → 70=10x log(I/I) → 70=10x (log I - log 10¯¹²)

Portanto 70=10 x (log I - log 10¯¹²) → 7,0= log I -(-12 log 10) →

7,0= log I + 12

log I =

– 12 + 7

log I = - 5

Portanto I=10

W/m²

 

4. Seja NS o nível sonoro de umsom, medido emdecibéis. Esse nível sonoro está relacionado coma intensidade do som, I,

pela fórmula abaixo, na qual a intensidade padrão, I o , é igual a 10 -12

os valores de I foram aferidos a distâncias idênticas das respectivas fontes de som. Quais as fontes da tabela cuja intensidade de emissão de somestá na faixa de risco se esse for considerado superior a 82dB?

W/m2. NS=10log(I/I

0 ). Observe a tabela a seguir. Nela,

Fonte Sonora

I (W/m 2 )

 

2

Turbina

1,0 x 10

Amplificador

1,0

 

-4

Triturador de Lixo

1,0

x 10

 

-6

TV

3,2 x 10

Resolução:

I=10¯¹² W/m², NS=10 log(I/I) e NS= 82db;

NS=10 log(I/I) → 82=10 log(I/10¯¹² ) → 82=10 (log I- log 10¯¹² ) → 8,2= log I – (-12) →

log I= – (-12) – 8,2 → log I=-3,8 →

W/m²

Portanto se compararmos essa intensidade comas das tabelas concluímos que Turbina, amplificador e o triturador de lixo se encontramna faixa de risco.

5. A menor intensidade do som que um ser humano pode ouvir é da ordem de 10

-16 W/cm2 .Já a maior intensidade

suportável (limiar da dor) situa-se em torno de 10

-3 W/cm2. Usa-se uma unidade especial para expressar essa grande

variação de intensidades percebidas pelo ouvido humano; o Bel (B). O significado dessa unidade é o seguinte: Dois sons diferemde 1B quando a intensidade de umdeles é 10 vezes maior (ou menor) que a do outro, diferemde 2B quando a intensidade de umdeles é 100 vezes maior (ou menor) que a do outro, diferemde 3B quando a intensidade de umdeles é 1000 vezes maior (ou menor) que a do outro, e assimpor diante. Na prática, usa-se o decibel (dB), que corresponde a 1/10 do bel. Quantas vezes maior é, então, a intensidade dos sons produzidos em concertos de rock (110dB) quando comparada coma intensidade do somproduzida por uma buzina de automóvel (90dB)?

a) 1,22

b) 10

Resolução:

c) 20

d) 100 e) 200

Ser humano: 10¯¹W/m²;

A maior intensidade laminar: 10¯³ W/m²,

Decibel=(1/10)bel → Portanto teremos 20db (visto que no rock temos 110db e buzina automovel 90db).

1decibel=(1/10) → p/ 20db=20/10 → 2db.

Portanto 100 vezes

6. É usual medimos o nível de uma fonte sonora emdecibéis d(B). O nível emdB é relacionado à intensidade I da fonte pela fórmula Nível sonoro (dB) = 10log(I/ I o ). Em que Io = 10 -12 W/m2 é um valor padrão de intensidade muito próximo do

limite de audibilidade humana. Os níveis sonoros necessários para uma pessoa ouvir variamde indivíduo para indivíduo. No gráfico a seguir esses níveis estão representados emfunção da frequência do sompara dois indivíduos, A e B. O nível sonoro acima do qual um ser humano começa a sentir dor é aproximadamente 120dB, independentemente da frequência.

a) Que frequências o indivíduo A consegue ouvir melhor que o indivíduo B?

b) Qual a intensidade I mínima de umsom(emW/m

2 ) que causa dor emumser humano?

d) Umbeija flor bate suas asas 100 vezes por segundo, emitindo umruído que atinge o ouvinte comumnível sonoro de 10dB. Emquanto a intensidade I desse ruído precisa ser amplificada para ser audível pelo indivíduo B?

Resolução:

A) Entre 20hz e 200hz;

B) NS=10 log(I/I) →120=10 log(I/10¯¹² ) →12,0= log I – (-12) → log I=0 portanto I=1 W/m²,

Portanto a intensidade mínima emque o ser humano

começa a sentir dor é de

C) NS=10 log(I/I) → onde I=10¯¹²W/m²

10db = 10xlog(I/10¯¹²)

10=10 (log I- log 10¯¹² ) → portanto

1= log I (12) → log=-11 → I=1,0x10 ¯¹¹

1= log I – (-12)

1 W/m².

Comparando na frequencia para ser humano é

40=10 (log I- log 10¯¹² ) → 4,0=(log I- (-12) → log I=-8 → I

Regra de tres:

¯Xx10 ¯¹¹ → X= ¯/ 10 ¯¹¹ X=10¯³

¯W/m²

7. Sonoridade ou intensidade auditiva é a qualidade do som que permite ao ouvinte distinguir um som fraco (pequena intensidade) de umsomforte (grande intensidade). Emumjogo de futebol, umtorcedor grita "gol"comuma sonoridade de 40 dB. Assinale a alternativa que fornece a sonoridade (emdB), se 100.000 torcedores gritam"gol"ao mesmo tempo e coma mesma intensidade.

a) 400.000 b) 20.000 c) 8.000 d) 90 e) 80

Resolução:

NSt= 10logn + 2 → NSt= 10log100000 + 40 → NSt= 10x5 + 40 → NSt= 90db;

Portanto a resposta é a alternativa d)

8. No século XIX, o trabalho dos fisiologistas Ernest e Gustav Fechner levou à quantificação da relação entre as sensações percebidas pelos sentidos humanos e a intensidades dos estímulos físicos que as produziram. Eles afirmaram que não existe uma relação linear entre elas, mas logarítmica; o aumento da sensação S, produzido por um aumento de um estímulo I, é proporcional ao logaritmo do estímulo, isto é, S – So = K log10(I/Io), onde S o é a intensidade auditiva adotada

como referência, I o é a intensidade física adotada como referência associada a S o e K é uma constante de proporcionalidade. Quando aplicada à intensidade auditiva, ou sonoridade, a unidade de intensidade auditiva S, recebeu o nome de bel (1 decibel = 0,1 bel), emhomenagema Alexander Grahan-Bell, inventor do telefone, situação emque foi assumido que K=1. Com base nesta relação, é correto afirmar que se um som é 1.000 vezes mais intenso que a intensidade I³ do menor estímulo perceptível, a diferença de intensidade auditiva destes sons corresponde a:

a) 1000 decibéis

b) 33,33 decibéis c) 30 decibéis

sendo 1db = 0,1 bel e K=1;

d) 3 decibéis e) 0,3 decibéis

S-S=Klog10(I/I) → S-S=Klog10(1000 I/I) → S-S=1log10(1000) → S-S=1log 3 → → S-S=3B→ 3B=30db

Portanto a resposta correta é a alternativa D

9. Uma banda de rock irradia uma certa potência emumnível de intensidade sonora igual a 70 decibéis. Para elevar esse nível a 120 decibéis, a potência irradiada deverá ser elevada de

a) 71% b) 171% c) 7.100% d) 9.999.900% e) 10.000.000%

Resolução:

NS:10.log(I/I) → onde I=10¯¹²W/m²

70=10.log(I/10¯¹²) → 70=10 (log I- log 10¯¹² ) → 7,0= log I-(-12) → 7,0= log I-(-12)

→ logI=-5 →

¯W/m²

Calculo para 120db

120=10.log(I/10¯¹²) → 120=10 (log I- log 10¯¹² ) → 12,0= log I-(-12) → logI=0 → I=1 W/m²

Como a potência é diretamente proporcional a intensidade, calcularemos utilizando uma regra de três:

I 70 = ¯→100%→I

-5

120 -I 70 =1-10

Portanto x=1000000% consequentemente a alternativa correta é a D

10. O gráfico da figura indica, no eixo das ordenadas, a intensidade de uma fonte sonora, I, emwatts por metro quadrado (W/m 2 ), ao lado do correspondente nível de intensidade sonora, b em decibéis (dB), percebido, em média, pelo ser

humano. No eixo das abscissas, em escala logarítmica, estão representadas as frequências do som emitido. A linha superior indica o limiar da dor. Acima dessa linha, o som causa dor e pode provocar danos ao sistema auditivo das pessoas. A linha inferior mostra o limiar da audição. Abaixo dessa linha, a maioria das pessoas não consegue ouvir o som emitido.

Suponha que você assessore o prefeito de sua cidade para questões ambientais.

a)

Qual o nível de intensidade máximo que pode ser tolerado pela municipalidade? Que faixa de frequências você recomenda que ele utilize para dar avisos sonoros que sejamouvidos pela maior parte da população?

O

nível máximo é de 120db, limiar a dor, a faixa de frequência que recomendaria seria a de 4000hz que comparado

ao

gráfico seria a de melhor sensibilidade ao ouvido humano. Para o ouvido humano seria melhor a de 80db.

b) A relação entre a intensidade sonora, I, emW/m

2 , e o nível de intensidade, b, emdB, é b = 10 log (I/ I

onde I o = 10 -12 W/m 2 . Qual a intensidade de umsom, emW/m

2 , numlugar onde o nível de intensidade é 50dB?

o ),

B=10.log(I/I)→ 50=10.log(I/I)→ 50=10.(logI-logI)→ 50=10.(logI-log10¯¹²)→50=10.(logI-log10¯¹²)→

¯

7

50=10.(logI+12)→5,0=logI+12)→5,0-12=logI) →logI=-7 →

c) Consultando o gráfico, você confirma o resultado que obteve?

Sim

EXERCICIOS SEGUNDA ETAPA

Unid1_Atividade2

Considerando a formulação

quando se dobra o NIS

dB quando I = 2.I

0 ?

(W/m

Praticando - qual é o fator de dobra emdB? O que significa?

Quando I=2Io temos:

dB

2 ),

=

æ

10 log ç

è

ç

I ö

÷

ø

÷

I

0

calcule o incremento em dB

em outras palavras,

quanto aumenta em

DB=10log(I/Io)

→ DB= 10log (2Io/Io) → DB= 10log 2→ DB= 10x0,30103 → DB= 3,0103

O fator de dobra de dB é 3 e o que significa é que teremos duas intensidades de fonte emissora de fator 3.

Unid1_Atividade3

Considerando o nível sonoro total de “ n” fontes a formulação NS = 10 log

(Σ 10 Li /10 ), segundo a qual há simplificação para NS = 10.log(n) + L quando

as fontes forem iguais (muito comum em ambiente industrial), sendo L é o

nível sonoro da fonte, calcule as seguintes combinações de fontes sonoras:

95

95

95

95

95

&

95 = ?

& 95

&

85

&

&

& 75

& 75

&

&

90 = ?

75

85

85

= ?

&

&

75

75

&

&

85

85

& 75

& 75

= ?

& 75

&

85

&

75

&

85

& 75

= ?

Ambientação 1: Praticando – calcule as combinações de NS emdB?

95+95

NSt=10 log 2 + 95

95+95+90

NSt=98db

95+95+90=98+90→ NSt=10 log (10

9,8 +10 9,0 ) →NSt=98,74db

95+85+75

NSt=10log (10

9,5 +10

8,5 +10 7,5 )→ NSt = 95,45

95+75+85+75+85+75

NS

NS

t(75)

t(85)

=10log3+75 → NSt(85)=79,77db

=10log2+85 → NSt(85)=88db

95+75+85+75+85+75= → 79,77+88+95

NSt=10log(10

7,977

+10 8,8 +10 9,5 ) → NSt=95,9db

95+75+85+75+85+75+85+75+85+75:

NSt (75) = 10log 5 + 75 → NSt (75)= 81,99db

NSt (85) = 10log 4 + 85 → NSt (85)= 91,02db

95+75+85+75+85+75+85+75+85+75= → 95+81,99+91,02

NSt=10log (10

9,5

+ 10

8,199

+ 10

9,102

) → NSt = 96,61db

Portanto 70=10 x (log I - log 10¯¹²) → 7,0= log I -(-12 log 10) →

7,0= log I + 12

log I =

– 12 + 7

log I = - 5

Portanto I=10

W/m²

 

Unid1_Atividade4

Por quê: Os bebês choram de modo semelhante (frequência e

intensidade)?

Por quê: A buzina de navio é mais rouca que a de moto?

Ambientação 2: Praticando – Você consegue explicar por quê? Considere apenas características fisicas e mecânicas da

propagação de onda sonora, bemcomo a curva de audibilidade (isofônicas)

Os bebês choramde forma semelhante pois possuempouca energia armazenada portanto precisamemitir sons

a uma frequência alta, que se aproxima do ponto de melhor audibilidade da mãe (ponto mínimo).

A buzina de um navio é mais rouca do que a de uma moto, porque o navio emite um som em baixa

frequência e com comprimento de onda maior, atingindo distâncias maiores. Ele precisa atingir distâncias

maiores para alertar, por exemplo, pequenas embarcações, pois o tempo de resposta de um navio caso ele

precise parar é muito grande. Já a moto, precisa emitir um som em uma frequência mais alta e não precisa

que ela alcance longas distâncias, pois o objetivo da buzina de uma moto é alertar quem está próximo, pois o tempo de resposta tem de ser imediato

Unid1_Atividade5

Faça o cotejamento entre as tabelas de limite de tolerância da NHO 01

com aquela do com anexo 1 da NR-15:

a.

Explique o porquê das diferenças entre essas duas tabelas

b.

Apresente os significados de NM, Neq, NE e NEM.

c.

Qual é o Nível de Ação para NHO 01

d.

Qual é o Nível de Ação para NR15

e.

Em quais situações você usa anexo 1 da NR-15

f.

Em quais situações você usa a NHO 01

g.

a) É devido ao fator de dobra onde a NHO01 adota critérios técnicos com vistas a prevenção e adotando fator de dobra 3 e já na NR15 adota critérios técnicos com vistas ao pagamento de insalubridade adotando fator de dobra 5.

b) NM=Nível médio, nível de ruído representativo da exposição ocupacional relativo ao período de medição, que considera os diversos valores de níveis instantaneos ocorridos no período e os parâmetros de medição pré difinidos.

NEQ é o nível equivalente e é dado pela expressão:

Neq = 10 log ((1/T ∫ (

Onde:

t1 t2 )p 2 (t)dt)/Po

2 )

Neq= nível de pressão sonora equivalente referente ao intervalo de integração (T= t

P (t) = pressão sonora instantânea

P 0 = pressão sonora de referencia, igual a 20 ụPa

Sendo que

2 -t 1 );

NE = é o nível de exposição, nével médio representativo da exposição ocupacional diária.

NEM = Nível de exposição normalizado, nível de exposição, convertido para uma jornada padrão de 8 horas

diárias, para fins de comparação com o limite de exposição.

c) O nível de ação para a exposição ocupacional ao ruído é de dose diária ao ruído continuo igual a 50% do limite de exposição ou NEN igual a 82db (ruído continuo ou intermitente). Para o ruído de impacto, o nível