Sei sulla pagina 1di 2

DOMINGO A DOMINGO

ACÇÃO PASTORAL DE 19 A 25 DE JANEIRO 2009 DIA DA COMUNHÃO


COMUNHÃO
Paróquia/ Dia CALHETA SÃO FRANCISCO ATOUGUIA
Boletim das Paróquias da Freguesia da Calheta
Segunda-feira Calheta Orago Espírito Santo
19 – 1- 2009 S. Francisco Orago S. Francisco Xavier
Terça-feira Missa às 19h Atouguia Orago S. João Baptista
20 - 1- 2009 Ficha Técnica: Director: O Pároco e Equipa Executiva: Profs Lina Sousa e Irene Sequeira
Reunião Catequistas
São Sebastião Telefone: 291822926/Fax 291824896 Tlm do Pároco: 965250355
Quarta-feira Missa às 19h e Reunião
21 – 1 -2009 Catequistas ANO PAULINO “Ai de mim se não evangelizar”
Santa Inês Oração Carismática
Quinta-feira Missa na Santa Casa
22 – 1 – 2009 16:30 Nº 13 – Série III – 18 de Janeiro – Domingo II do Tempo Comum
São Vicente Talvez ainda não nos perguntamos a nós
Sexta-feira Missa às 19h
23 – 1 – 2009 próprios, porque será que no próximo sábado e
Reunião Catequistas
Domingo há tanta movimentação nas paróquias
Sábado Missa às 16:30 Missa às 17:30 Missa às 19h
24 – 1 – 2009 com uma noite inteira a rezar, uma Missa para
todo o povo ao mesmo tempo, num
25 – 1 – 2009 Prazeres Prazeres Prazeres pavilhão desportivo, um domingo sem
SÃO PAULO
15h 15h

Palavra do Pároco
15h
Missa na nossa igreja paroquial… etc. etc.
PUBLICAÇÕES GERAIS Estamos a dar tanta importância a esta
solenidade precisamente porque este
ADORAR A CRISTO COM SÃO PAULO – NOITE DE ORAÇÃO
Apóstolo, no seu tempo provocou o
• 21:30 – 22 Exposição
mesmo «reboliço» na sociedade. Uma mudança radical na
• 22h – 23h Ministros da Comunhão vida de milhares de pessoas que aceitaram palavras como
• 23h – 0:30 Jovens São Francisco estas vindas da fé deste homem: «Mas Deus, que é rico em
• 0:30 – 2h Onda Jovem e ACR misericórdia, pelo amor imenso com que nos amou,
precisamente a nós que estávamos mortos pelas nossas faltas,
• 2h – 4h Renovamento Carismático deu-nos a vida com Cristo - é pela graça que vós estais salvos
• 4h – 5h Equipas de Casais pois Ele nos ressuscitou e nos sentou no alto do Céu, em
• 5h – 6h Mães Cristãs Cristo.» Ef 2, 4-6
• 6h – 7h Irmãos da Confraria Assim, o objectivo destas actividades, será ‘estimular’ a nossa
adesão a Cristo, ou seja, percebermos que a vivencia da nossa
• 7h – 8h Renovamento Carismático fé, não se trata de um conjunto de ritos e tradições mas sim o
• 8h Bênção do Santíssimo Sacramento tomarmos a consciencia de que, como diz o Apóstolo, “Ele
Atenção: todas as horas da noite são para TODOS adorarem a Cristo deu-nos a Vida com Cristo”. Por isso irmãos, que este momento seja
estes grupos apenas vão orientar… uma oportunidade para uma pequena reflexão pessoal de cada um de
nós acerca da nossa fé… e para este retiro, nada melhor que se colocar
REUNIÕES COM AS CONFRARIAS DO SANTÍSSIMO: diante do Santíssimo Exposto pela noite, e no Dia do Senhor celebrar
Paróquia do Atouguia: dia 1 de Fevereiro às 17h em comunhão com todos os nossos irmãos deste concelho, de forma
Paróquia de São Francisco: dia 8 de Fevereiro às 10:30 festiva e alegre, a Solenidade da Conversão de São Paulo.
Paróquia da Vila: dia 15 de Fevereiro às 12h Pe Silvano Gonçalves
Textos sagrados Dia 25 de Janeiro de 2009 EXPERIÊNCIA DE SER AMADO
Conversão de São Paulo POR CRISTO
I Leitura: Act 22, 3-16 Por ocasião da abertura do ano Paulino Bento XVI
Naqueles dias, Paulo disse ao povo: « Eu sou judeu, nasci em Tarso da Cilícia, mas presidiu a celebração das primeiras Vésperas da
criei-me nesta cidade, instruí-me aos pés de Gamaliel, em toda a observância da lei Solenidade dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo com a
de nossos pais, partidário entusiasta da causa de Deus como todos vós também o participação do Patriarca Ecuménico Bartolomeu I e as
sois no dia de hoje. Eu persegui de morte essa doutrina, prendendo e metendo em delegações das outras confissões cristãs.
cárceres homens e mulheres. O sumo sacerdote e todo o conselho dos anciãos me Na homilia o Papa salientou antes de mais que Paulo não é para nós uma
são testemunhas. E foi deles que também recebi cartas para os irmãos de Damasco, figura do passado, que recordamos com veneração. Ele é também o nosso
para onde me dirigi, com o fim de prender os que lá se achassem e trazê-los a mestre, apostolo e pregoeiro de Jesus Cristo também para nós…”quis
Jerusalém, para que fossem castigados. Ora, estando eu a caminho, e aproximando- proclamar este especial “ano paulino” – disse depois Bento XVI - para o
me de Damasco, pelo meio-dia, de repente me cercou uma forte luz do céu. Caí por escutar, para aprender agora dele, como nosso mestre, “a fé e a verdade”
terra e ouvi uma voz que me dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Eu em que estão enraizadas as razões da unidade entre os discípulos de Cristo.
repliquei: Quem és tu, Senhor? A voz me disse: Eu sou Jesus de Nazaré, a quem tu É para mim motivo de intima alegria – salientou o Papa – que a abertura do
persegues. Os meus companheiros viram a luz, mas não ouviram a voz de quem ano Paulino, assuma um particular carácter ecuménico pela presença de
falava. Então eu disse: Senhor, que devo fazer? E o Senhor me respondeu: numerosos delegados e representantes de outras Igrejas e Comunidades
Levanta-te, vai a Damasco e lá te será dito tudo o que deves fazer. Como eu não eclesiais, que acolho com coração aberto.
pudesse ver por causa da intensidade daquela luz, guiado pela mão dos meus Na sua homilia Bento XVI comentou depois uma passagem da Carta de
companheiros, cheguei a Damasco. Um certo Ananias, homem piedoso e São Paulo aos Gálatas onde o Apóstolo nos apresenta uma profissão de fé
observador da lei, muito bem conceituado entre todos os judeus daquela cidade, muito pessoal, onde abre o seu coração diante dos leitores de todos os
veio ter comigo e disse-me: Irmão Saulo, recobra a tua vista. Naquela mesma hora tempos e revela qual é a mola mais intima da sua vida: ”vivo na fé do Filho
pude enxergá-lo. Continuou ele: O Deus de nossos pais te predestinou para que de Deus, que me amou e se entregou a Si mesmo por mim” (Gal 2,20).
conhecesses a sua vontade, visses o Justo e ouvisses a palavra da sua boca, pois lhe Tudo aquilo que Paulo faz, parte deste centro. A sua fé é a experiência de
serás, diante de todos os homens, testemunha das coisas que tens visto e ouvido. E ser amado por Jesus Cristo de uma maneira muito pessoal; é a consciência
agora, por que tardas? Levanta-te. Recebe o baptismo e purifica-te dos teus do facto que Cristo enfrentou a morte não por algo anónimo, mas por amor
pecados, invocando o seu nome. dele – de Paulo – e que, como Ressuscitado, o ama ainda, isto é, que Cristo
Palavra do Senhor se entregou por ele. A sua fé é o ser atingido pelo amor de Jesus Cristo, um
II Leitura: 1 Cor 7, 29-31 amor que o abala até ás entranhas e o transforma. A sua fé não é uma
Mas eis o que vos digo, irmãos: o tempo é breve. O que importa é que os que têm teoria, uma opinião sobre Deus e sobre o mundo. A sua fé é o impacto do
mulher vivam como se a não tivessem; os que choram, como se não chorassem; os amor de Deus sobre o seu coração. E assim, esta mesma fé é amor por
que se alegram, como se não se alegrassem; os que compram, como se não Jesus Cristo.
possuíssem; os que usam deste mundo, como se dele não usassem. Porque a figura A experiência de ser amado até ao fundo por Cristo abrira-lhe os olhos
deste mundo passa. sobre a verdade e sobre a existência humana - aquela experiência abraçava
Palavra do Senhor tudo.
Evangelho: Mc 16, 15-18 Paulo era livre, como homem amado por Deus que, em virtude de Deus,
Naquele tempo, Jesus apareceu aos onze Apóstolos e disse-lhes: «Ide por todo o era capaz de amor juntamente com Ele. Este amor é agora a lei da sua vida
mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. Quem acreditar e for baptizado será e precisamente assim é a liberdade da sua vida. Ele fala e actua movido
salvo, mas quem não acreditar será condenado. Estes milagres acompanharão os pela responsabilidade do amor.
que acreditarem: expulsarão os demónios em meu nome, falarão novas línguas, A concluir a sua homilia o Santo Padre agradeceu ao Senhor por ter
manusearão serpentes e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal; chamado Paulo, tornando-o luz das gentes e mestre de todos, e pediu que
imporão as mãos aos enfermos e eles ficarão curados». também hoje nos dê testemunhas da ressurreição tocadas pelo seu amor e
Palavra da Salvação capazes de levar a luz do Evangelho ao nosso tempo.