Sei sulla pagina 1di 25
ManutenÄÅo de Computadores e servidores Prof. AndrÇ Garcia
ManutenÄÅo de Computadores e servidores
Prof. AndrÇ Garcia
 Representada pela letra I  Unidade de Medida: Émpere (A)  Ñ um fluxo

Representada pela letra I

Unidade de Medida: Émpere (A)

Ñ um fluxo de elÇtrons que circula por um condutor quando, entre suas extremidades, houver uma diferenÄa de potencial

 Representada pela letra V  Sua unidade de medida Ç o Volt  DiferenÄa

Representada pela letra V

Sua unidade de medida Ç o Volt

DiferenÄa de potencial entre duas extremidades de um condutor.

 Representada pela letra R  A unidade de medida Ç o Ohm(Ω)  Facilidade

Representada pela letra R A unidade de medida Ç o Ohm(Ω)

Facilidade ou dificuldade com que a corrente elÇtrica atravessa um condutor

 EstÜtica  Dinámida

EstÜtica

Dinámida

 Os corpos sÅo divididos em bons e maus condutores  Bons condutores: Metais –

Os corpos sÅo divididos em bons e maus condutores

Bons condutores: Metais – Cobre, Bronse, ferro, ouro, prata.

Maus condutores: isolantes – porcelana, vidro, madeira seca.

 Causado por uma corrente elÇtrica que passa atravÇs de um objeto.  O pior

Causado por uma corrente elÇtrica que passa atravÇs de um objeto.

O pior choque Ç aquele cuja corrente elÇtrica entra por um membro do corpo humano e sai por outro membro, atravessando o corpo todo. Este processo pode gerar calor suficiente para causar danos em tecidos. Alguns ârgÅos vitais tambÇm podem sofrer com um choque (coraÄÅo, cÇrebro), pois dependem de pulsos elÇtricos para funcionar.

 Visa evitar transtornos causados em razÅo das descargas eletrostaticas  Protege o usuÜrio do

Visa evitar transtornos causados em razÅo das descargas eletrostaticas

Protege o usuÜrio do equipamento das descargas atmosfÇricas atravÇs da viabilizaÄÅo de um caminho alternativo para a terra

Descarregar cargas estÜticas acumuladas nas carcaÄas das mÜquinas para o terra

Facilitar o funcionamento dos dispositivos de proteÄÅo AtravÇs da corrente desviada para a terra

 O terra deve ter o potencial igual a zero volt(haste na terra)  O

O terra deve ter o potencial igual a zero volt(haste na terra)

O Neutro, teoricamente, tambÇm deve ter o potencial igual a zero volt

 Excesso de EMI gerado  Em caso de computadores, funcionamento irregular com constantes “travamentos”
 Excesso de EMI gerado  Em caso de computadores, funcionamento irregular com constantes “travamentos”

Excesso de EMI gerado

Em caso de computadores, funcionamento irregular com constantes “travamentos”

Falhas intermitentes que nÅo seguem um padrÅo

Queima de CI’s e componentes eletrçnicos sem razÅo aparente

Para equipamentos como monitores, interferéncias na imagem

 Alternada  Representada pela sigla ACV ou V~  NÅo possui polaridade  Sua

Alternada

Representada pela sigla ACV ou V~

NÅo possui polaridade

Sua corrente alterna o sentido (fluxo de elÇtrons)

Ñ a corrente que chega ès nossas casas.

Contênua

Representada pela sigla DCV ou V—

Possui polos (positivo e negativo)

Sua corrente sempre flui no mesmo sentido.

Pilhas, baterias e fontes de alimentaÄÅo.

 Abertos  Considera-se um circuito aberto quando nÅo hÜ o fluxo de elÇtrons. 

Abertos

Considera-se um circuito aberto quando nÅo hÜ o fluxo de elÇtrons.

Fechados

Existe fluxo de elÇtrons

O circuito fica energizado, permitindo o funcionamento dos dispositivos eletroeletrçnicos

 Queda de voltagem  Surto  Pico de energia  Ruêdo  Blackout

Queda de voltagem

Surto

Pico de energia

Ruêdo

Blackout

 Pequenas quedas de tensÅo de curta duraÄÅo  Geralmente causadas pela ligaÄÅo de diversos

Pequenas quedas de tensÅo de curta duraÄÅo

Geralmente causadas pela ligaÄÅo de diversos aparelhos elÇtricos.

Aparelhos de Ar Condicionado, geladeiras, chuveiros e furadeiras sÅo as interferéncias mais comuns

Com a queda de energia, o computador pode vir a trabalhar com valores de tensÅo insuficientes, provocando congelamentos, travamentos ou arquivos corrompidos devido ao mal funcionamento da gravaÄÅo no disco.

Reduz a vida ítil do equipamento

 Pequeno aumento de voltagem.  Curta duraÄÅo  Ocorre quando hÜ vÜrios equipamentos de

Pequeno aumento de voltagem.

Curta duraÄÅo

Ocorre quando hÜ vÜrios equipamentos de alta poténcia na rede. Quando um destes equipamentos Ç desligado, o excesso de voltagem Ç dissipado em toda a rede.

O excesso de voltagem pode causar o desgaste prematuro de alguns componentes e consequentes falhas

 Ñ um aumento considerÜvel e instantáneo de voltagem  Pode penetrar em equipamentos eletrçnicos,

Ñ um aumento considerÜvel e instantáneo de voltagem

Pode penetrar em equipamentos eletrçnicos, danificando e destruindo componentes.

Causados por raios ou quando a rede retorna apâs um blackout.

Pode causar sÇrios danos no hardware.

 TambÇm conhecido como interferéncia eletromagnÇtica  Causados por muitos fatores:  Raios 

TambÇm conhecido como interferéncia eletromagnÇtica

Causados por muitos fatores:

Raios

Transmissores de rÜdio

Equipamentos industriais

Motores elÇtricos

Podem danificar componentes, causar perda de dados ou interferir no funcionamento correto do computador (pois pode alterar o funcionamento de componentes)

 Perda total da energia elÇtrica  Causado normalmente por acidentes na rede elÇtrica 

Perda total da energia elÇtrica

Causado normalmente por acidentes na rede elÇtrica

Perda do trabalho armazenado na memâria RAM

Danos nos dados do HD

 Filtro de linha  Estabilizador  No-Break  Gerador de Energia

Filtro de linha

Estabilizador

No-Break

Gerador de Energia

 Protege o hardware contra:  Surtos  Picos  Ruêdo  Filtra a rede

Protege o hardware contra:

Surtos

Picos

Ruêdo

Filtra a rede de ruêdos, utilizando para isto um varêstor TambÇm pode prover seguranÄa caso haja uma elevaÄÅo de tensÅo, atravÇs de um fusêvel

 Incorpora as funÄìes do filtro de linha  Protege contra:  Queda de voltagem

Incorpora as funÄìes do filtro de linha

Protege contra:

Queda de voltagem

Surto

Pico

Ruêdo

Comercializados levando em conta as suas poténcias nominais, dadas em VA (unidade de medida de poténcia em sistemas com corrente alternada)

 TambÇm conhecido como UPS  Garante o suprimento de energia caso haja blackout por

TambÇm conhecido como UPS

Garante o suprimento de energia caso haja blackout por tempo suficiente para que todo o trabalho seja salvo e o equipamento seja desligado.

Protege contra:

Surto

Queda

Pico

Ruêdo

Blackout

Deve ser feito um estudo para o dimensionamento do equipamento ès necessidades da rede.

 Usado em ambientes onde hÜ prejuêzo com a interrupÄÅo dos serviÄos de computador por

Usado em ambientes onde hÜ prejuêzo com a interrupÄÅo dos serviÄos de computador por falta de energia elÇtrica.

Normalmente movido a combustêvel. Transforma a energia da combustÅo em energia mecánica, que Ç transformada em energia elÇtrica por um alternador.

Protegem somente do Blackout

Deve ser bem dimensionado para a implantaÄÅo em determinada rede elÇtrica, levando em conta a soma das poténcias que os equipamentos irÅo comsumir (normalmente em Wat’s, normalmente um equipamento de 5000W atendem equipamentos de pequeno consumo, como um micro descktop ou um servidor de pequeno porte)

 SÅo responsÜveis por distribuir energia elÇtrica a todos os componentes do computador. (DCV) 

SÅo responsÜveis por distribuir energia elÇtrica a todos os componentes do computador. (DCV)

Deve-se dimensionar bem uma fonte para um sistema, observando a poténcia da mesma.

Fontes de qualidade sÅo mais caras, mas essenciais para manter o bom funcionamento do equipamento.