Sei sulla pagina 1di 2

A IGREJA DE ONTEM X A IGREJA DE HOJE

Antigamente: Os cristãos quando iam aos cultos levavam sua Bíblia, harpa e um lenço, pois sabiam que Deus iria falar, as lágrimas iriam rolar e algo em suas vidas iria mudar. Atualmente : Os crentes vão aos cultos e muitas vezes esquecem até da Bíblia, lá eles reencontram os amigos, cantam, ouvem as músicas que são cantadas, porém não ouvem a voz do Senhor e se ouvem não dão crédito, não obedecem. Antigamente: Os cristãos não assistiam, não concordavam e não jogavam futebol, pois criam que este era um ato carnal e a Bíblia diz que a inclinação da carne é inimizade contra Deus (Rm. 8:7). Atualmente: Os crentes são torcedores fiéis, freqüentam os estádios de futebol e o pior de tudo, possuem times de futebol dentro das suas igrejas, contando em muitos casos até com a presença do seu pastor. Antigamente: Os cristãos que eram chamados para o Ministério do Louvor, oravam, jejuavam, consagravam as suas vidas para estarem adorando ao Senhor, e a igreja sentia a presença de Deus quando eles louvavam. Atualmente: Os crentes cantam sem preparação espiritual, e em muitos casos quando estão nos púlpitos dão verdadeiros shows, porém a igreja não sente nada, ou melhor, se sente induzida a pular, sapatear e dançar, imitando o cantor. Antigamente: Os cristãos que escreviam letras de hinos e preparavam seus ritmos, buscavam a direção de Deus para não trazerem o profano para tomar lugar nos lábios do Povo de Deus. Atualmente: Os crentes não se preocupam com as letras, nem com os ritmos e infelizmente o profano, em muitos lugares já tomou o lugar da verdadeira adoração, pois está presente na mídia, na mente e o pior, nos cultos de louvor a Deus. Antigamente: As mulheres cristãs vestiam-se com sobriedade, não se expondo em roupas coladas ao corpo e saias acima dos joelhos, pois temiam tornar-se sensuais e assim serem usadas pelo inimigo, mesmo sem perceber. Atualmente: As mulheres crentes se vestem com roupas muitas vezes escandalosas, a sensualidade está presente em vestidos delineantes que expõem o corpo e saias curtas que colocam a mostra o que deveria estar escondido. Antigamente: Os cristãos que eram convidados a louvar e pregar nos trabalhos das igrejas, o faziam para ver a Glória do Senhor, não buscavam retorno financeiro para tal, pelo contrário, sua preocupação era o avanço espiritual da igreja. Atualmente: Os crentes que pregam e cantam, em grande parte, o fazem somente com um cachê estipulado ou com uma ofertinha de tal valor, e mais dezenas de Cds vendidos “com antecipação,

e não se preocupam com o resultado espiritual do seu trabalho.

Antigamente: O cristão dormia com seu pijama ou agasalho, tal era o temor do Senhor! Atualmente: Os crentes dormem de roupas intimas, sem camisa, nus, etc. Antigamente:O cristão não ia a praia e quando ia, banhava-se com roupas, para não expor seu corpo. Atualmente:Os crentes freqüentam as praias costumeiramente e se banham seminus igualando-se aos banhistas em geral. Antigamente: O cristão não tinha televisor, pois achava que este aparelho o esfriava

espiritualmente, a ele e sua família, por isso não convinha assisti-lo. Atualmente:Os crentes o possuem, e muitas vezes dentro do próprio quarto onde dormem, e o que

é pior, acham que não tem problema assistir sua programação mundana, que isto é coisa do passado.

Antigamente: Os hinos que os cristãos ouviam nas rádios evangélicas e nos cultos em igrejas eram hinos com mensagens que falavam com as pessoas e levavam muitos a se entregar ao Senhor Jesus, em lágrimas muitas vezes. Atualmente: Os cultos e as rádios estão repletos de hinos sem mensagem, os chamados hinos Gospel invadiram nosso meio; em nossos cultos as pessoas vêem e ouvem estes louvores e não sentem nada. Antigamente: Os cristãos sabiam que para "vencer" o mundo, resistir ao maligno e as tentações, eles precisavam orar insistentemente, jejuar diariamente e levar uma vida em santidade constante, observando a Palavra de Deus e obedecendo-a nos mínimos detalhes. Atualmente: Os crentes não se preocupam com oração e jejum, alguns oram somente cinco ou dez minutos por dia e parece mais por obrigação. Ler a Bíblia e obedece-la, então nem pensar (é por isso que temos tantos desviados de nosso meio). Antigamente: Os cristãos tinham temor de Deus e procuravam não desagradar a Ele. Andavam como testemunhas suas, em todos os momentos do seu dia a dia. Atualmente: Os crentes perderam totalmente o temor, dentro da igreja se portam de uma forma, porém fora dela, tornam-se iguais ao mundo. Antigamente: Os cristãos se reuniam para adorar a Deus e Ele retribuía curando, libertando, salvando, batizando, levantando paralíticos, ressuscitando mortos, etc. Atualmente: Os crentes se reúnem, mas não para adorar a Deus, e assim Ele fica de lado, e muitos cultos são verdadeiras geladeiras espirituais. Antigamente: Os cristãos cantores louvavam a Deus na beleza da sua santidade, adorando-o em Espírito e em verdade. E todos podiam vê-los louvar gratuitamente. Atualmente: Os crentes cantores dão até "show" onde as pessoas pagam ingresso para poderem assisti-los, e não para ver a Glória de Deus. Antigamente: Os cristãos achavam que igreja e política não se misturavam, era como óleo e água, não havia união entre elas. Atualmente: Os crentes fazem política até nos púlpitos das igrejas, temos inúmeros crentes que viraram políticos e acabaram se deixando contaminar com a imundície do pecado. Antigamente: Os cristãos ao entrarem na igreja, sentavam-se homens de um lado, mulheres do outro lado por reverência na Casa de Deus. Atualmente: Os crentes sentam-se misturados, os casais se abraçam, se beijam Antigamente: Os cristãos se reunião e se alguém tivesse algum pecado escondido, Deus revelava e este o confessava para ser perdoado por Deus e pela igreja. Atualmente: Os crentes se reúnem e por faltar santidade em seus vasos, Deus não revela e muitos vão para a eternidade com seus pecados escondidos.

Nota:

Crente é todo aquele que crê. Cristão é diminutivo de Cristo. Cristo pequeno, ou seja, imitador de Cristo.