Sei sulla pagina 1di 1

Lei n 5.905/73 Dispe sobre a criao dos Conselhos Federal e Regionais de Enfermagem e d outras Providncias Art. 2.

O Conselho Federal e os Conselhos Regionais so rgos disciplinadores do exerccio da profisso de enfermeiro e das demais profisses compreendidas nos servios de Enfermagem. A Lei n 5.905/73no seu Art. n 2 faz aluso aos disciplinadores e responsveis pelo exerccio da profisso, Sendo fundamental na criao de qualquer resoluo relacionada a categoria.

Lei n 7.498/86 Dispe sobre a regulamentao do exerccio da Enfermagem e d outras providncias Art. 2 - A Enfermagem e suas atividades Auxiliares somente podem ser exercidas por pessoas legalmente habilitadas e inscritas no Conselho Regional de Enfermagem com jurisdio na rea onde ocorre o exerccio. A Lei n 7.498/86 no seu Art. n 2 regulamenta as classes existentes na categoria profissional da enfermagem, o seu exerccio profissional e legalizao mediante os conselhos regionais.

DECRETO N 94.406/87 - Regulamentao da Lei n 7.498/86 Regulamenta a Lei n 7.498, de 25 de junho de 1986, que dispe sobre o exerccio da Enfermagem, e d outras providncias. O Presidente da Repblica, usando das atribuies que lhe confere o Art. 81, item III, da Constituio, e tendo em vista o disposto no Art. 25 da Lei n 7.498, de 25 de junho de 1986, Decreta: Art. 1 - O exerccio da atividade de Enfermagem, observadas as disposies da Lei n 7.498, de 25 de junho de 1986, e respeitados os graus de habilitao, privativo de Enfermeiro, Tcnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteiro e s ser permitido ao profissional inscrito no Conselho Regional de Enfermagem da respectiva regio. Art. 2 - As instituies e servios de sade incluiro a atividade de Enfermagem no seu planejamento e programao. Art. 3 - A prescrio da assistncia de Enfermagem parte integrante do programa de Enfermagem. O DECRETO N 94.406/87no seu Art. 1 regulamenta as atividades relacionadas a categoria da enfermagem conforme o nvel tcnico de especializao do profissional e seu exerccio somente permitido mediante cadastro no COREN de sua regio, no Art. 2 regulamenta que instituies e servios de sade devero disporem de servio de enfermagem no seu planejamento e programao, e no Art. 3 define a prescrio da assistncia de enfermagem como parte parte integrante do programa.