Sei sulla pagina 1di 11

Matemática Superior - UVB

Aula 01
Definição intuitiva de Limite

Objetivos da Aula

Os objetivos desta aula visam permitir a você trabalhar com


problemas que envolvam cálculos mais complexos do dia-a-dia do
administrador, identificando vários tipos de funções matemáticas
como limites e continuidade de funções. Além disso, pretende-se
discutir de modo sucinto as técnicas de derivações: interpretação
do conceito de derivadas, derivação sucessiva, aplicações da
derivada, máximos e mínimos; as equações diferenciais: definições
e interpretações geométricas; e a integração de funções:
indefinida e definida. Por último, iremos conceituar o limite de
forma intuitiva.

Ao final desta aula, você deverá estar apto a compreender


melhor certos cálculos complexos presentes no dia-a-dia do
administrador, bem como deverá estar apto a identificar tipos de
funções matemáticas fundamentais para a formação profissional
em Administração.

Introdução ao Cálculo
O século XVII foi extremamente produtivo para o desenvolvimento da
matemática, graças em grande parte à invenção do cálculo, realizada
por Isaac Newton e Gottfried Wilhelm Leibniz.

Faculdade On-line UVB 6


Matemática Superior - UVB

Motivados pela resolução de problemas físicos (como encontrar


a reta tangente a uma curva num dado ponto da curva) e também
por problemas geométricos (como encontrar a área da região
plana limitada por uma curva arbitrária), eles impulsionaram o
desenvolvimento do cálculo, transformando-o em uma ferramenta
indispensável para a solução de problemas práticos do nosso
cotidiano, tais como:

•Como determinar a taxa de variação do lucro de uma empresa em


relação ao tempo;
•Como determinar o crescimento populacional de uma cidade em
relação ao tempo;
•Como determinar a taxa de variação de vendas de um certo produto
em relação à propaganda;
•Como determinar o fluxo de renda futura acumulado por uma
empresa em relação a um certo período de tempo.

Assim sendo, o estudo do problema da reta tangente motivou o


desenvolvimento do cálculo diferencial, que se baseia no conceito
de derivada de uma função.

Por outro lado, o estudo do problema da área levou à criação do cálculo


integral, que se baseia no conceito de antiderivada de uma função.

Neste sentido, a formulação das definições de derivada e integral


é baseada em um conceito mais fundamental: o de limite de uma
função, que será apresentado a seguir, explorando-se inicialmente
uma idéia intuitiva.

Limite na vida prática


Observemos algumas situações de nosso cotidiano nas quais estão
presentes a idéia intuitiva de limite.

Faculdade On-line UVB 7


Matemática Superior - UVB

1. Se o câmbio do dólar americano tende a estabilizar-se em


torno de R$ 3,00 (3 reais), então o valor pago por 100 dólares
estabiliza-se em R$ 300,00. Logo podemos falar que o limite
( valor pago por 100 dólares) é igual a R$ 300,00, quando o
valor pago por 1 dólar tende a R$ 3,00.

2. Imagine uma placa metálica quadrada que se expande


uniformemente por ser aquecida. Se x é o comprimento
do lado, a área da placa é dada por A = x². Evidentemente,
quando x se avizinha de 3, a área da placa A tende a 9.
Expressamos isto dizendo que quando x se aproxima de 3,
x² se aproxima de 9 como um limite.

Simbolicamente, escreveremos: onde a notação “ x -> 3 “


indica x tende a 3 e “ lim “ significa “ o limite de “.

3. Suponhamos agora que você esteja dirigindo um automóvel.


Se o acelerador for calçado para baixo em torno de 2 cm,
então a velocidade se manterá próxima aos 80 km/h. Logo,
podemos dizer que o limite (a velocidade instantânea de
automóvel) é igual a 80 km/h, quando o acelerador tender a
2 cm para baixo.

Matematicamente escrevemos esta situação por meio da


seguinte expressão:

onde v(x) é a velocidade instantânea do automóvel, e x é a


medida em centímetros calcada no acelerador.

4. Para fechamos a idéia, considere v(t) = , a função


que nos fornece a velocidade média de um carro.

Suponhamos que temos que calcular o valor de v(t), quando


t se aproxima de 2 (sem atingí-lo). Observaremos que, à
medida que os valores de t se aproximam de 2 pela direita

Faculdade On-line UVB 8


Matemática Superior - UVB

(valores maiores que 2) ou pela esquerda (valores menores


que 2), os valores da velocidade média correspondentes
também se aproximam cada vez mais de 16m/s.

Para melhor compreensão, observe a tabela e o gráfico:

Uma função f(x) tem limite L, quando x se aproxima de a, denotado


por lim f(x) = L, logo, podemos fazer o valor de f(x) tão próximo
do número L quanto x a quisermos, tomando x suficiente próximo
(mas não igual) a “a”.

Então podemos concluir que, quando t se aproxima de 2 segundos


tanto pela direita como pela esquerda, v(t) se aproxima de 16m/s, e
escreveremos:

Observe que o ponto t=2 não pertence ao domínio da função v [ por


esta razão , o ponto (2,16), indicado por um pequeno “salto”, não está
definido no gráfico de v, mostrado acima ].

Isto, no entanto, é irrelevante porque o valor de v(t) em t=2 não


desempenha nenhum papel no calculo de limite.

Faculdade On-line UVB 9


Matemática Superior - UVB

Pelos exemplos expostos anteriormente, nos leva à seguinte definição


informal de limite:

Observação Importante: Já sabemos que para t = 2 , a função


v(x) = não está definida. Vejamos o que acontece se tentamos
calcular o limite de v(x), quando x tende a 2, denotado por:

substituindo t = 2 nesta expressão, temos:

(resulta numa indeterminação)

Essa indeterminação pode ser contornada simplificando a expressão


t² - 4 da seguinte forma:
t² - 4 = t² - 2² = (t - 2)(t + 2) (diferença de dois quadrados) substituindo
a expressão fatorada na função limite, o termo (t -2) será cancelado,
contornando assim a indeterminação:

v(x) = 4t + 8 é a forma fatorada da função mostrada no gráfico


anteriormente.

Como podemos perceber para o estudo de limite, é fundamental que


o aluno tenha conhecimento de algumas fatorações a fim de contornar
as indeterminações. Vejamos agora alguns casos de fatoração:

Diferença de dois quadrados

(a² - b²) = (a - b)(a + b)


Exemplo: x² - 25 = x² - 5² = (x - 5)(x + 5)

Faculdade On-line UVB 10


Matemática Superior - UVB

Trinômio quadrado perfeito

a² + 2ab + b² = (a + b)²
Exemplo: x² + 8x + 16 = (x + 4)²

a² - 2ab + b² = (a - b)²
Exemplo: x² - 6x + 9 = (x - 3)²

Soma de dois cubos

(a³ + b³) = (a + b)(a² - ab + b²)


Exemplo: x³ + 8 = x³ + 2³ = (x + 2)(x² - 2x + 2²)

Diferença de dois cubos

(a³ - b³) = (a - b)(a² + ab + b²)


Exemplo: x³ - 27 = x³ - 3³ = (x - 3)(x² + 3x + 3²)

Trinômio do 2º grau

Seja f(x) = ax² + bx + c = 0 e a 0. Se 0 e x’ e x’’ são as raízes da


função f, então f(x) pode ser fatorada da seguinte forma:

f(x) = a(x - x’)(x - x’’)

As raízes de f(x) = ax² + bx + c podem ser determinadas pela fórmula


de Bhaskara:

Exemplo: fatore o trinômio x² - 7x + 12.

Inicialmente, calcularemos as raízes da equação pela fórmula de


Bhaskara:

Faculdade On-line UVB 11


Matemática Superior - UVB

1o. passo: determinar o valor de (delta). Não se esqueça que tem


que ser maior ou igual a zero,
a equação não possui raízes reais.

a = 1, b = - 7 e c = 12

2o. passo: Determinar as raízes pela fórmula de Bhaskara

3o. passo: Com as raízes determinadas x’ = 4 e x” = 3 , substituir pela


forma fatorada da equação:

a(x - x’)(x - x’’) = 1(x - 4)(x - 3) = (x - 4)(x - 3)

Finalmente, escreveremos a equação na forma fatorada, conforme


abaixo:

x² - 7x + 12 = (x - 4)(x - 3)

Atividade extra (Essencial para o entendimento da próxima aula)

Simplifique as seguintes expressões:

Solução:

Faculdade On-line UVB 12


Matemática Superior - UVB

O numerador é um trinômio do 2º grau que pode ser escrito na forma


a(x - x’)(x - x’’), e inicialmente encontraremos as raízes da equação
x² + x - 2.

1o. passo: Determinar o valor de (delta)

a = 1, b = 1 e c = -2

= b² - 4ac

= 1² - 4.1.(-2) = 1 + 8 = 9

2o. passo: Determinar as raízes pela fórmula de Bhaskara

3o. passo: Com as raízes determinadas x’ = 1 e x” = - 2 , substituir pela


forma fatorada da equação:

a(x - x’)(x - x’’) = 1(x - 1)(x - ( -2)) = (x - 1)(x + 2)

Logo, x² + x - 2 = (x - 1)(x + 2)

O denominador x² - 4 é uma diferença de dois quadrados, logo pode


ser fatorado em: x² - 4 = x² - 2² = (x - 2)(x + 2).

Portanto, reescrevendo-se a expressão pela forma fatorada, resulta em:

Faculdade On-line UVB 13


Matemática Superior - UVB

b)

Solução:

Inicialmente, vamos fatorar o numerador que é uma diferença de dois


cubos: X³ - 64 = x³ - 4³ = (x - 4)(x² + 4x + 4²) = (x - 4)(x² + 4x + 16)

Em seguida, substituiremos a forma fatorada pela expressão,


resultando na seguinte simplificação:

Solução:

No numerador, temos um caso de fatoração chamado de fator comum.

Neste caso, colocaremos em evidência o fator comum da expressão,


que é 5x, logo: 25x² + 5x = 5x(5x + 1)

Substituindo-se a forma fatorada pela expressão, resulta-se na


seguinte simplificação:

Faculdade On-line UVB 14


Matemática Superior - UVB

Resposta:

d) x + 3

e) x - 1

Nesta aula vimos como trabalhar com problemas que envolvem


cálculos complexos, dando um enfoque especial às expressões
matemáticas que incorporam limites e continuidade de funções.
Vários tipos de cálculos foram exemplificados a fim de esclarecer sua
praticidade no campo profissional do Administrador.

Referências Bibliográficas
HARIKI, Seiji & ABDOUNUR, Oscar J. Matemática Aplicada:
Administração, Economia, Contabilidade. São Paulo: Saraiva, 1999.

MEDEIROS DA SILVA, Sebastião et alii. Matemática para os cursos de


economia, administração, ciências contábeis. vol. 1 - 5. São Paulo:
Atlas, 1999.

Faculdade On-line UVB 15


Matemática Superior - UVB

TAN, S.T. Matemática aplicada à administração e economia. São Paulo:


IOB Thomson, 2001.

Sugestões Bibliográficas
BARBANTI, Luciano & MALACRIDA JR., Sergio A. Matemática Superior: Um
primeiro curso de cálculo. São Paulo: Ed. Pioneira, 1999.
LEITHOLD, L. O cálculo com geometria analítica. São Paulo: Harbra, 1994.

DANTE, L. ROBERTO. Matemática: contexto & aplicação. São Paulo:


Ática,1999.

Links
http://www.math.com

Faculdade On-line UVB 16