Sei sulla pagina 1di 1

O autor, Marcelo Crespo, farmacêutico e terapeuta floral, apresenta a descrição detalhada e as aplicações de cada

uma das 69 essências florais que compõem o sistema terapêutico Florais da Mata Atlântica, fruto de mais de doze

anos de investigação e desenvolvimento.

Além disso, a obra traz à baila os aspectos legais da terapia floral no Brasil, relacionados à prática dessa modalida- de terapêutica complementar, nos mais diversos campos profissionais. Essa publicação é essencial a profissionais de distintas profissões, que utilizam a terapia floral em seu próprio contexto: acupuntores, agentes de saúde, cirurgiões- dentistas, enfermeiras, farmacêuticos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, massoterapeutas, nutricionistas, pedagogos, psicanalistas, psicólogos, terapeutas florais, terapeutas holísticos, terapeutas naturistas, terapeutas ocupacionais, dentre outros profissionais que fazem uso rotineiro das essências florais junto aos seus procedimentos.

Os capítulos que abordam a preparação das essências florais trazem à consideração os detalhes técnicos para

o preparo de essências florais nas formas líquidas e sólidas, na forma de apresentação tradicional e também em

glóbulos e em pó, bem como os cálculos para a obtenção desses preparados, a posologia usual e o modo de usar.

ADQUIRA SEU EXEMPLAR:

Tel: (31)4063-8423 www.floraisdamataatlantica.com.br autor@floraisdamataatlantica.com.br

autor@floraisdamataatlantica.com.br Publicação com 294 páginas, em papel couchet 115g/m 2

Publicação com 294 páginas, em papel couchet 115g/m 2 , toda em cores, com belíssimas fotografias de cada uma das espécies que compõem o sistema terapêutico Florais da Mata Atlântica.

VERSION EN ESPAÑOL DISPONIBLE

ISBN: 978-956-332-582-9

APOIO CULTURAL:
APOIO CULTURAL:

“O uso terapêutico complementar dos Florais da Mata Atlântica tem apresentado resultados excepcionais, nas mais diversas situações e segmentos profissionais. Ademais, as essências florais em veículos não-alcoóli- cos têm trazido benefícios ímpares à bebês, crianças e pessoas intolerantes ao álcool.”

Marcelo Crespo