Sei sulla pagina 1di 15

Material necessário:

- 1 caixa de papelão

- tinta PVA branca, marfim e marrom

- figuras variadas

- cola branca

- pincéis

- puxador de gaveta pequeno

- cola quente

- barbante

Passo a passo:

Dê uma demão de tinta branca na caixa.

Espere secar por 10 minutos.

Dê duas demãos de tinta marfim e espere secar por mais 10 minutos.

Faça a colagem das figuras com cola branca.

Faça o sombreado com a tinta marrom e o pontilhado com a tinta branca.

Aplique o puxador de gaveta com parafuso.

Como se faz tela


Vá a uma madeireira e compre ripas de madeira de 3 cm de largura por 1
cm de espessura. peça para cortarem chanfradas em angulos para
formarem um quadro ou retangulo ou quadrado. determine o tamanho, por
ex. duas tiras de 60cm e outras duas de 90 cm.
Depois disspo leve pra casa e cole, em seguida grampeie com grampeador
profissional (vende na casa e vídeo). Compre algodão cru ou lona , passe e
corte do tamanho da madeira, depois granpeie o tecido na madeira
esticando bem. no final com o tecido pregado passe seladora líquida. Vai
sair mais barato do que comprar pronto! eu faço e garanto que vale a pena
Fabricando a tela para pintar
Vou dar aqui algumas sugestões para fabricar uma
tela.
Construir o quadro de madeira. Para construir este quadro é necessário ter
equipamentos adequados, por isso eu aconselho a encomendar numa serralheria
que fica mais prático. A dica é encomendar uma quantidade razoavel para se obter
os quadros abaixo custo. Veja os tamanhos que pretende pintar com
antecedência.
Mas caso tenha os equipamentos necessário para trabalhar com a madeira, vai aqui
um método que da bom resultado e fica com ótimo acabamento, resistente e não irá
entortar ou descolar.
Truque para não entortar o quadro
Depois da madeira colada e seca, faça um corte como na figura abaixo, que deve
ser com o quadro fixado para conseguir precisão.

Após fazer essa fenda, encaixe uma madeira com cola ,de maneira a travar o quadro.
Se ficar saliente deixe secar e lixe até eliminar a saliência.

Veja na figuara abaixo outro meio de travar o quadro.


Você pode usar um pino de madeira com cola ou um parafuso. Eu aconselho a usar
um parafuso, porque pode apertar bem aumentando ainda mais a resistência.
Para travar um quadro de painel é mais fácil. Veja o exemplo da figura abaixo, após
colado o quadro, basta furar com uma furadeira e parafusar.

Veja abaixo onde colocar as travas do quadro. Se a tela for até 70 cm, não será
necessário.
Veja abaixo um exemplo para que o quadro seque sem entortar. Depois que a tela ja
estiver montada, molhe toda ela e deixe secar sobre uma superfície nivelada com
alguns pesos.

Comece a esticar a lona grampeando as duas laterais que se encontram, sem puxar
a lona. Só puxe quando for grampear as outras duas laterais, mas mesmo assim
evite esticar muito para evitar rugas.
Depois de esticada a lona, corte com um estilete as sobras e onde for necessário
cole a lona sobre a madeira para ficar esteticamente melhor.

O acabamento do canto pode ser feito como na figura abaixo ou simplesmente corte
as sobras e junte com cola.

Quero lembrar que a lona deve ser preparada antes de esticar a tela. Faça um
quadro provisório para esticar o tecido bruto, de maneira que este tecido não fique
encostado em nada. Passe a base com um pincel grande, e somente após estar bem
seco retire do quadro provisório e estique então no quadro definitivo da tela, desta
forma fica mais fácil esticar no quadro definitivo e com melhor acabamento.
Se pretender fazer várias telas, é bom montar o quadro provisório bem grande para
preparar um lona grande

DOMINGO, 27 DE DEZEMBRO DE 2009

cadeiras customizada!
meu povo !
eu achei essa foto por ai ...e achei uma opçao super interessante pra quem tem aquelas
famosas cadeiras de plastico estilo de bar ou praia..." nada se cria tudo se copia" essas
estas customizadas num spray prata com uma mesa redonda de madeira e um belo vaso
metalizado ,detalhe par ao lustre que parece lampadas dessas comuns todas
juntinhas... pra que nao sabe como utilazar elas e ta sem grana , mas quer ajeitar a
casa ...nao sei dizer se estas da foto sao realmente de plasticos o que gostei foi do design
parecido mas acho que da pra tentar...se alguem for testar me avise se der certo,
pensei sera que o spray ou tinta segura no plastico? bom mas temos que experimentar...

Poderá também gostar de:

cadeiras customizadas II
TERÇA-FEIRA, 5 DE JANEIRO DE 2010

cadeiras customizadas II

gosto muito dessa foto , ela traz tudo que eu adoro , que é a mistura de estilos e
conceitos
voce pode ter uma cozinha moderna branca bem planejada, com uma linda mesa em
madeira de demolição, e claro as cadeiras customizadas, se bem que acho que essas são
de aço ou algo do tipo.... mas quem disse que nao podemos fazer naquela tecnica do
spray?!

e pra arrematar o abiente aquelas prateleiras com suporte em ferro trabalhado


dão concerteza um ar especial ao abiente!

Poderá também gostar de

Passo a Passo...
Cadeira com tecido de Chitão!

Recebi vários pedidos aqui pelo blog e por email para colocar o passo a passo
de como forrar a cadeira plastica com tecido de chita e aqui esta para vocês:

O material que usei para essa cadeira foi ;


1. 2 metros de chitão
2. Cola cascorez ou Brasfort Extra que é conhecida como cola de PVC
3. Um pincel
O corte do tecido fiz no total amadorismo, cortei no olho e fui cortando nas
extremidades da cadeira, de acordo com a colagem que fui fazendo, acho que
pode haver uma maneira melhor de colar... Mas foi minha primeira vez e eu
não tinha ideia de como cortar o tecido, até agora nao tenho caso alguem
descubra um método mais pratico eu aceito informações rsssss

Aqui vocês podem ter uma idéa de como fui cortando, sentada na minha cama
e assistindo DVD (rssssssssssss), bem calamamente e demoradamente...
IMPERMEABILIZAR : usei uma dica da Yvone, coloquei água na cola em um
recipiente, misturei e depois passei com o pincel em toda a cadeira, a Viviany
já indicou o uso de Verniz Spray ... Acho que vcs devem fazer como acharem
melhor!

Pronto e " ae" esta o resultado final que vocês ja conheceram...


Um grande beijo a todas e espero que vocês façam lindas cadeiras e nao
esqueçam de vir aqwui avisar e colocar nos blogs para compartilhar conosco
também...
bjs
bjs
Texto de: Sílvia Regina
Pesquise na vizinhança
Antes de oferecer seus produtos, faça uma pesquisa na vizinhança. ”Cada região
permite um preço diferente”, explica Maria Lúcia da Silva, instrutora de cursos de
gastronomia do Espaço Viver Casa e Gourmet, de São Paulo. Ela ensina que você nunca
deve colocar um preço muito baixo só para vender mais. ”Quando você precisar subir
esses valores, seus clientes vão reclamar”.
Receba salário
Dentre as despesas do seu novo negócio, lembre-se de colocar o seu salário. ”Imagine
quanto você ganharia se trabalhasse meio período numa empresa. Esse valor deve ser
retirado do seu caixa todo mês”, ensina o consultor do Sebrae. Claro que no início você
pode não conseguir, mas essa retirada deve fazer parte do seu planejamento.
Aprenda a colocar preço nos produtos
Para definir o preço do seu produto, avalie quanto você vai gastar com a compra de
matéria-prima.
Calcule, mesmo sem saber o valor exato, a eletricidade e o gás que serão usados, o
preço das embalagens, e quanto você gasta de ônibus ou combustível para comprar a
matéria-prima e fazer as entregas. Some tudo isso.
Ao valor final, acrescente 150% a 200% – esse vai ser o lucro do produto.
Por exemplo: você gastou R$ 60 com ingredientes, R$ 20 com despesas gerais (água,
luz, gás) e R$ 10 com embalagem: o total é de R$ 90. Você sabe que, com esse material,
consegue fazer 100 trufas – o custo é de R$ 0,90 cada. Agora, acrescente 200% sobre
R$ 0,90 e você terá o valor final: R$ 2,70.
Saiba reinvestir no seu negócio
Para saber se as vendas são lucrativas, você deve somar tudo que conseguiu vender no
mês. Do valor total, subtraia todas as despesas, inclusive o salário que você estipulou.
Sobrou alguma grana? Esse é o lucro. Mas não pense que ele vai ficar na sua mão. Esse
valor deve ser reinvestido no negócio, fazendo-o prosperar.
Se a conta der negativa, é momento de reavaliar o seu trabalho. Verifique se o volume
de vendas está adequado, se o público-alvo é o ideal e se a matéria-prima que você está
comprando é muito cara. Não entre em dívidas. Se chegar à conclusão de que o negócio
não vai dar certo, procure mudar de produto.
Capriche na embalagem
”Não adianta fazer um bombom irresistível ou um sabonete cheiroso se eles estiverem
mal embalados”, ensina Maria Lúcia. A finalização não torna o produto mais caro.
Entre as opções baratinhas – e charmosas – há saquinhos de celofane, folhas de
alumínio, caixinhas de papelão e saquinhos de tule. Você encontra tudo isso em lojas de
artigos para festa ou artesanato. Uma boa apresentação é essencial para o sucesso.
Controle as vendas
Tenha dois caderninhos. Em um, você deve anotar todas as suas vendas. Mesmo que o
valor seja baixo, anote a data da venda, o que foi vendido (caso você faça mais de um
tipo de produto), a quantidade e o valor total. No outro caderno faça o controle das
despesas. Marque a data do que foi comprado, onde foi comprado e o valor da despesa.
Ao final do mês, some os valores de cada um dos cadernos. Assim, você saberá
exatamente quanto ganhou e o que foi gasto.
Encontrei essa dica, por sinal muito boa, para você impermeabilizar suas peças feitas
com jornal. Se você não quiser usar o verniz, impermeabilize toda a peça com a cola
preparada e depois passe duas demãos de látex preparada.
Cola preparada: misture uma medida qualquer de cola (rótulo azul) com a mesma
medida de água, mexendo bem e passe na peça inteira. A boa impermeabilização
permite um bom trabalho.
Tinta látex preparada: para 400ml de tinta látex branca use 4 colheres (sopa) de cola
Cascorez (rótulo azul) e 1 colher (sopa) de óleo de cozinha.
Encontrei este passo a passo e achei muito bom colocar aqui no blog e ajudar as pessoas
que ainda tem dúvidas de como fazer os canudos de jornal. Tem 4 modelos de canudos
que se diferenciam na grossura e tamanho que vão ficar. dumazzoni@hotmail.com
Canudo nº1
1 – Dobre a folha em 3 partes e corte nos vincos que formou;
2 – Com o auxílio de um palito, comece a fazer o canudo;
3 – Enrole até o final e para finalizar passe cola na ponta.

Canudo nº2
1 – Corte uma folha de jornal ao meio;
2 – Pegue um palito de churrasco e enrole o papel, que deve ficar bem justo no palito.
Para finalizar passe a cola na ponta.

Canudo nº3
1 – Pegue uma página dupla de jornal e enrole;
2 – Para finalizar passe cola na ponta.

Canudos nº4
1 – Dobre a folha de jornal, faça um quadrado e corte-o;
2 – Enrole a folha e cole a sua ponta.
:
Tem gente que não acredita mas até pequenas mobílias podem ser feitas com canudos
de jornal, como essa mini-estante para a cozinha.
Materiais: canudos de jornal; papelão Paraná; palito de churrasco; tinta látex; tinta
plástica cor bronze; verniz geral; cola; tesoura; fita métrica e caneta.
Canudos: clique aqui e veja como fazê-los.
Molde:

Execução:
1 – Pegue 33 canudos nº02 e cole um no outro. Espere secar por 30 min.
2 – Pegue o molde do fundo da mini-estante e risque nos canudos que voê colou;
3 – Agora, recorte em cima dos riscos que você acabou de fazer;

4 – Para fazer a lateral cole 9 canudos nº02 e espere secar por 30 min. Repita este passo
para fazer a outra lateral;
5 – Com o molde risque o tamanho das laterais e recorte;
6 – Tire o molde das divisórias no papelão e cole os canudos para reforçar;

7 – Cole 1 canudo nº02 de cada lado do fundo seguindo as medidas do molde, ou seja,
cole 3 cm de canudo nas duas laterais e no centro;
8 – Você vai deixar 3 canudos de cada lado. Deixe um pequeno espaço entre os
canudos;
9 – Cole as divisórias;

10 – Cole as laterais;
11 – Corte um canudo nº02 e reforce os cantos da mini-estante. Coloque outro canudo
no comprimento para reforçá-lo;
12 – Espere secar por 40 min. e pinte com látex para dar fundo. Espere secar por uns 30
min. e passe a tinta plástica na cor bronze.

Mais uma idéia de reciclagem, esse cachepol todo de canudos de jornal é excelente para
colocar pequenos arranjos de flores ou servir de porta-treco.
Materiais: 1 vaso de plástico nº2 para molde; canudos de jornal; pincel; cola; tesoura e
palito de churrasco.
Canudos de jornal: clique aqui e veja como fazer.
Execução:
1 – Separe 9 canudos. Coloque 5 canudos paralelos na horizontal e segure-os com a mão
esquerda. Levante o 1º, o 3º e o 5º e coloque outro canudo na vertical, embaixo dos
canudos levantados;

2- Abaixe os canudos e levante o 2º e o 4º canudos. Coloque outro canudo embaixo e


abaixe-os;
3 – Levante novamente o 1º o 2º e o 3º canudos e coloque outro na vertical. Proceda
assim até colocar 4 canudos na vertical;
4 – Comece a trançar levantando o 1º canudo e passando por cima do 2º canudo, por
baixo do 3º, por cima do 4º canudo. Quando terminar o canudo, encaixe outro na
extremidade. Continue trançando até a base ficar do tamanho da base do vaso molde.
emende quantos canudos forem necessários;

5 – Coloque o vaso molde sobre a base do cachepol. Deixe que o vaso molde fique bem
pesado, colocando pedras ou um saquinho de areia dentro. Continue trançando da
mesma forma. Conforme você trança, os canudos vão subindo. Continue trançando até o
trabalho alcançar a borda do vaso;
6 – Segure a ponta do canudo que estava trançando;

7 – Faça um caminho com o palito de churrasco na trama ao lado e encaixe o canudo a


ser arrematado;
8 – Corte a ponta excedente do canudo;
9 – Arremate as pontas de todos os canudos trançados e corte o excedente.

Eu sou a favor de mais delicadeza na vida da gente, sabe? essa vida, essa aí do
dia a dia já é tao dura por si só... porque nao resgatar certos valores que já
parecem ter se perdido no tempo?

Uma cartinha, uma flor, uma oracao, um telefonema, um "por favor",


"obrigada", um "desculpe-me", um sorridente bom dia, lixo na lixeira, andar
com um leve sorriso estampadinho no rosto (em vez de cara amarrada e
sombrancelha junta com cara de má), um abraco, um olá, um afago no cachorro,
numa crianca... essas coisinhas que podem alegrar nosso dia.
A primeira palavra que dou é de agradecimento a Deus por termos todos
juntos, chegado até aqui. Você deixa a infância... Certamente, teme o
futuro...

Mas deve saber o quanto é compensador ter em quem se apoiar. Nunca o


apoio de facilidades, mas, sobretudo, do estímulo e do exemplo, que são os
mais significativos para a sua formação ...

Inspirado nos ensinamentos de Tereza de Calcutá:

Oriento-a dizendo que

: A vida é uma oportunidade, aproveite-a...


A vida é beleza, admire-a...
A vida é felicidade, deguste-a...
A vida é um sonho, torne-o realidade...
A vida é um desafio, enfrente-o...
A vida é um dever, cumpra-o...
A vida é um jogo, jogue-o...
A vida é preciosa, cuide dela...
A vida é uma riqueza, conserve-a...
A vida é amor, goze-o...
A vida é um mistério, descubra-o...
A vida é promessa, cumpra-a...
A vida é tristeza, supere-a...
A vida é um hino, cante-o...
A vida é uma luta, aceite-a...
A vida é aventura, arrisque-a...
A vida é alegria, mereça-a...
A vida é vida, defenda-a..

Digo para você, Pollyanna : seja melhor do que a sua avó.