Sei sulla pagina 1di 11

A In stru m en talid ad e n o

Trab alh o d o A ssisten te


S ocial
Prof Paula Alecrim
Oficina de Formao Profissional II

A In stru m en talid ad e n o Trab alh o d o A ssisten te


S ocial

O objetivo desta aula podermos compreender a


definio de Instrumentalidade proposta por
Yolanda Gerra, rompendo com o conceito de que
instrumentalidade somente os instrumentos
necessrios para o agir professional que levam a
efetivao objetivas de resultados profissionais.

A In stru m en talid ad e n o Trab alh o d o A ssisten te


S ocial
A Instrumentalidade segundo Yolanda Guerra remete
capacidade, qualidade ou propriedade de algo, ou seja a
capacidade ou propriedade constitutiva da profisso que
construda e reconstruda no processo scio-hostrico.
Trata-se de um modo de ser que a categoria profissional
adquire no interior das relaes sociais, no confronto
das condies objetivas e subjetivas do exerccio
profissional que levam ao atendimento das demandas e o
alcance dos objetivos profissionais e sociais.

A In stru m en talid ad e n o Trab alh o d o A ssisten te


S ocial
Condies objetivas so compreendidas como as condies postas na
realidade material e so relativas produo material da sociedade. Exemplos:
-> Diviso social do trabalho;
-> Propriedade dos meios de produo;
-> Conjuntura;
-> Campos de interveno;
-> Espaos scio-ocupacionais;
-> Relaes e condies materiais de trabalho.

A In stru m en talid ad e n o Trab alh o d o A ssisten te


S ocial
As condies subjetivas que se apresentam no exerccio
profissional correspondem aos sujeitos, s suas escolhas
individuais, ao grau de qualificao e competncia

Click icon to add picture