Sei sulla pagina 1di 1

Plano

o
o
o

Vero (Jan/89) Insucesso dos planos antigos levou a um outro plano Heterodoxo
Reforma monetria: 1 cruzado novo = 1.000 cruzados
Desindexao e extino das URP, OTN e OTN Fiscal
Voltou o clculo da inflao baseado em Vetor de Preos
No havia ocorrido no Plano Bresser pois no o Bresser no havia institudo
uma nova moeda
o Congelamento de preos e salrios
o Taxa de cmbio fixada: 1NCz$ = 1US$
o Medidas restritivas: reduo das despesas fiscais, restries de crdito e da
emisso de ttulos pblicos
Resultados do Plano Vero
o Inflao baixou no primeiro ms, mas j em maro iniciou trajetria ascendente
o Incertezas ligadas a eleio presidencial (Collor VS Lula) contriburam para acelerar
a inflao
o Taxa de inflao atingiu 50% em dezembro e mais de 80% em maro, apesar do
Plano Collor ter passado a viger em meados de Maro
Avaliao dos Programas de Estabilizao do Governo Sarney: A cada plano, aps um
breve recuo, a inflao retornava mais cedo e com maior intensidade
o Dificuldade de esterilizar os fatores de presso sobre a demanda, devido a
restries de ordem poltica
Complicaes em implementar arrochos salariais, cortes de gastos, etc...
o Escala mvel tornava endgeno o perodo de reajuste de salrios
o Congelamento de preos produzia desequilbrios de preos relativo
o Sair dos congelamentos era um processo de difcil coordenao
Evitar exploso de preos
o Maquiagem de produtos, mercado negro, gio, etc...eram alternativas que foram
encontradas para burlar os congelamentos de preos, e j haviam se tornado
intrnsecas populao brasileira
Tornou-se consensual entre os economistas que o congelamento no seria
mais eficiente