Sei sulla pagina 1di 1

H espaos que so sempre nossos.

E quem os habita, habita


tambm em ns. Falamos da nossa rua, desse lugar que nos
acompanha pela vida. A rua como espao de descoberta,
alegria, tristeza e amizade. Os da Minha Rua tem nas suas
pginas tudo isso. Como num filme, sempre me acontecia
isso: eu olhava as coisas e imaginava uma msica triste;
depois quase conseguia ver os espaos vazios encherem-se
de pessoas que fizeram parte da minha infncia. De repente
um jogo de futebol podia iniciar ali, a bola e tudo em cmara
lenta, um dia eu vou a um mdico porque eu devo ter esse
problema de sempre imaginar as coisas em cmara lenta e ter
vergonha de me dar uma vontade de lgrimas ali ao p dos
meus amigos. A escola enchia-se de crianas e at de
professores, pessoas que tinham sido da minha segunda
classe, da terceira... Quando algum me tocava no ombro, as
imagens todas desapareciam, o mundo ganhava cores reais,
sons fortes e a poeira tambm.

Onjaki

O teu livro d conta de como crescem em segredo as crianas.


o milagre das flores do embondeiro: habitam o mundo em concha
por breves momentos e vem atravs da luz o milagre das
pequenas coisas.

Ana Paula Tavares