Sei sulla pagina 1di 23
F F ab ab r r i i c c a a ç ç ão ão
F F ab ab r r i i c c a a ç ç ão ão
F F ab ab r r i i c c a a ç ç ão ão
F F ab ab r r i i c c a a ç ç ão ão
F F ab ab r r i i c c a a ç ç ão ão
F F ab ab r r i i c c a a ç ç ão ão

FFababrriiccaaççãoão eemm AAllumumíínniioo

LLuuccaass SSaannttooss SSeellll

AAggeennddaa

o

Alumínio como Material de Construção

Mecânica

o

Processos de Fabricação

o

Fabricação em Alumínio

o

Soldagem

o

Usinagem

o

Fundição

o

Conformação

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

A A g g e e n n d d a a o Alumínio como Material

AAllumumíínniioo

o Explorado a apenas 150 anos

o A bauxita é o minério mais importante para a

produção de alumínio

o 3° material mais abundante na crosta terrestre e

2° mais utilizado na fabricação de peças

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

A A l l um um í í n n i i o o o Explorado

AAllumumíínniioo

o O Brasil é o 6° maior produtor de alumínio

primário, precedido pela China, Rússia, Canadá,

Estados Unidos e Austrália.

o

Participação das Exportações de Alumínio nas

Exportações Brasileiras = 2,8 %

A A l l um um í í n n i i o o o O
A A l l um um í í n n i i o o o O
A A l l um um í í n n i i o o o O

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

A A l l um um í í n n i i o o o O

VVaannttaaggeennss -- AAlluummíínniioo

o Alta relação resistência mecânica / peso

o Condutibilidade Térmica/Elétrica

o Impermeabilidade/Opacidade

o Resistência à corrosão

o Reciclabilidade

o Maleabilidade/dúctilidade

V V a a n n t t a a g g e e n n

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

V V a a n n t t a a g g e e n n

VVaannttaaggeennss -- AAlluummíínniioo

o Alta relação resistência mecânica / peso

o Indústria Aeronáutica/Automotiva

Material

Limite de escoamento(Mpa)

Densidade(g/cm3)

Alumínio 6061 T6

275

2,7 - 2,8

Alumínio 7001 T6

675

2,7 - 2,8

Aço ASTM A572(estrutural)

345

~7,8

Aço estrutural ligado e tratado térmicamente

630-700

~7,8

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

V V a a n n t t a a g g e e n n

VVaannttaaggeennss -- AAlluummíínniioo

o Condutibilidade Elétrica

o Corrente/Massa o Barramentos elétricos

V V a a n n t t a a g g e e n n

o Condutibilidade Térmica

o Alumínio 170-240(W/m.K) | Aço 15-60(W/m.K) o Dissipadores térmicos(aletas)

V V a a n n t t a a g g e e n n

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

V V a a n n t t a a g g e e n n

VVaannttaaggeennss -- AAlluummíínniioo

o Impermeabilidade/Opacidade

o O alumínio não permite a passagem de umidade, oxigênio e luz.

o

Viabiliza a utilização na indústria de alimentos e farmacêutica

V V a a n n t t a a g g e e n n

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

V V a a n n t t a a g g e e n n

VVaannttaaggeennss -- AAlluummíínniioo

o Resistência à corrosão?

o O ôxido de alumínio o protege da oxidação

V V a a n n t t a a g g e e n n
V V a a n n t t a a g g e e n n
V V a a n n t t a a g g e e n n

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

V V a a n n t t a a g g e e n n

VVaannttaaggeennss -- AAlluummíínniioo

o Reciclabilidade

o O alumínio pode ser reciclado infinitas vezes

o Consome-se apenas 5% da energia necessária

para produção do alumínio primário

o 1/3 da demanda mundial atingida

V V a a n n t t a a g g e e n n

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

V V a a n n t t a a g g e e n n

LLiiggaass

o

Alumínio >99% de pureza 1XXX

o

o Alta condutividade elétrica/térmica e conformabilidade Cobre2XXX

o

o Ligas tratadas termicamente de elevada resistência Manganês 3XXX

o Uma das mais utilizadas, conformabilidade e resistência à corrosão parecida com o Alumínio puro, porém com resistência mecânica melhor

o

Silício 4XXX o Ótima fluidez

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

L L i i g g a a s s o Alumínio >99% de pureza 

LLiiggaass

o Magnésio5XXX o São as mais resistentes o Magnésio e Silício6XXX o Ligas tratadas termicamente de média resistência o Zinco7XXX o Ligas tratadas termicamente de elevada resistência o Outros elementos8XXX

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

L L i i g g a a s s o Magnésio  5XXX o São

PProrocceesssososs ddee FFaabbrriiccaaççããoo

Processos de Fabricação Fundir Conformar Separar Juntar Recobrir Alterar Propr. Dividi r Limpar D esmontar Evacuar
Processos de Fabricação
Fundir
Conformar
Separar
Juntar
Recobrir
Alterar Propr.
Dividi r
Limpar
D esmontar
Evacuar
Usinar com
Usinar com
Remover
Ferramenta
Ferramenta
de Geometria
de Geometria
Definida
Não-Definida
Tornear
Furar
Fresar
Aplainar
Brochar
Serrar
Limar
Retificar
Brunir
Lapidar
Tamborear
Jatear
Remoção Química
Remoção Térmica
Remoção Eletrolítica

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

P P ro ro c c e e s s so so s s d d

SoSolldadaggeemm

o Processos mais conhecidos e utilizados são

MIG e o TIG

o Alta condutividade térmica + Baixo ponto

de fusão Soldagem deve ser rápida

o Não muda de cor a altas temperaturas

So So l l da da g g e e m m o Processos mais conhecidos

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

So So l l da da g g e e m m o Processos mais conhecidos

SoSolldadaggeemm

o Limpeza superficial da peça

o Fusão do alumínio ~ 650°C

o Fusão óxido de alumínio ~ 2000°C

o Coeficiente de expansão térmica alta

So So l l da da g g e e m m o Limpeza superficial da

o Diminui 6% do volume quando solidifica

o Problemas com geração de trincas

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

So So l l da da g g e e m m o Limpeza superficial da

UUssiinnaaggeemm

o Boa usinabilidade pelo critério de vida da

ferramenta

o Velocidades de corte bem maiores que metais

mais pesados. (Usinagem de Alta velocidade /

Usinagem de Precisão)

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

U U s s i i n n a a g g e e m m

Lucas Santos Sell

26/10/06

U U s s i i n n a a g g e e m m

UUssiinnaaggeemm

aparentes o
aparentes
o

o Vc limitada na parte inferior pelos gumes

postiços e na parte superior pelas condições da

ferramenta ou pelo surgimento de cavacos

Teores de silício de 12% ou mais, e impõem um

desgaste acentuado às ferramentas de corte

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

U U s s i i n n a a g g e e m m

FFuunnddiiççãoão

o Baixo ponto de fusão - 660°C

o Silício para melhorar características de fundição,

tais como fluidez

o Cobre – tenacidade e dureza

o Ferro – Impureza(cuidar com sucata)

F F u u n n d d i i ç ç ão ão o Baixo

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

F F u u n n d d i i ç ç ão ão o Baixo

FFuunnddiiççãoão

o Peça quase pronta

o Areia, Coquilha, Pressão e Tixofundição

o Uso de sucata ( Até 100% Tratamento

sujeira)

o Sucata/Lingotes já ligados

F F u u n n d d i i ç ç ão ão o Peça

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

F F u u n n d d i i ç ç ão ão o Peça

CCononffoormrmaaççããoo

o Laminação, Extrusão, Estampagem

e Forjamento

o Grão pequeno e uniforme

o Normalmente aplicado a grandes séries

o Aumento na resistência mecânica(encruamento)

C C on on f f o o rm rm a a ç ç ã ã
C C on on f f o o rm rm a a ç ç ã ã
C C on on f f o o rm rm a a ç ç ã ã

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

C C on on f f o o rm rm a a ç ç ã ã

CCononffoormrmaaççããoo

o Fabricação de latas de bebida e utensílios

domésticos, esquadrias , peças automotivas,

Peças para aeronaves, etc...

C C on on f f o o rm rm a a ç ç ã ã
C C on on f f o o rm rm a a ç ç ã ã
C C on on f f o o rm rm a a ç ç ã ã

FFaabr

briiccaaççããoo eemm AAlluummíínniioo

Lucas Santos Sell

26/10/06

C C on on f f o o rm rm a a ç ç ã ã

Perguntas

OObbrriiggaaddoo

PPeellaa

AAttenenççããoo!!!!

O O b b r r i i g g a a d d o o