Sei sulla pagina 1di 1

A Constituio de 1824 (Imperial), inspirada no colonialismo ingls previu entre os direitos civis

e polticos a gratuidade da instruo primria para todos os cidados e a criao de colgios e


universidades.
Veja o art. 179 da Constituio Imperial (BRASIL, on line):
Art. 179. A inviolabilidade dos Direitos Civis, e Politicos dos Cidados Brazileiros, que tem por
base a liberdade, a segurana individual, e a propriedade, garantida pela
Constituio do Imprio, pela maneira seguinte.
XXXII. A Instruco primaria, e gratuita a todos os Cidados.
XXXIII. Collegios, e Universidades, aonde sero ensinados os elementos das Sciencias, Bellas
Letras, e Artes.
Pode-se notar que o direito educao previsto na Constituio Imperial era excludente, na
medida em que eram considerados cidados, conforme o art. 6 (BRASIL, on
line):
Art. 6. So Cidados Brazileiros
I. Os que no Brazil tiverem nascido, quer sejam ingenuos, ou libertos, ainda que o pai seja
estrangeiro, uma vez que este no resida por servio de sua Nao.
II. Os filhos de pai Brazileiro, e os illegitimos de mi Brazileira, nascidos em paiz estrangeiro,
que vierem estabelecer domicilio no Imperio.
III. Os filhos de pai Brazileiro, que estivesse em paiz estrangeiro em servio do Imperio, embora
elles no venham estabelecer domicilio no Brazil.
IV. Todos os nascidos em Portugal, e suas Possesses, que sendo j residentes no Brazil na
poca, em que se proclamou a Independencia nas Provincias, onde habitavam,
adheriram esta expressa, ou tacitamente pela continuao da sua residencia.
V. Os estrangeiros naturalisados, qualquer que seja a sua Religio. A Lei determinar as
qualidades precisas, para se obter Carta de naturalisao.
A prpria Constituio de 1824 no considerava os escravos enquanto cidados. Vale lembrar
que aqueles constituam grande parte da populao.