Sei sulla pagina 1di 3

A palavra "teologia" vem dos termos gregos "theos" (Deus) e "logos" (palavra). Então, teologia é o estudo de Deus ou sobre Deus. Muita gente, sobretudo dentro do movimento pentecostal, assusta-se ao ouvir a palavra "teologia", pois, vem a sua mente discussões intermináveis sobre assuntos sem menor importância, apresentadas friamente de forma acadêmica. Porém, a teologia genuína é na verdade bem diferente: é o estudo dos fundamentos da fé cristã, é o estudo de Deus, da sua natureza, de seus atributos, da sua obra e de seu propósito para com a humanidade. Esses temas estão bem longe das discussões superficiais e tediosas, são artigos em que se baseiam a nossa fé e a nossa vida. A teologia sadia responde às perguntas básicas do ser humano: Quem sou? Donde vim? Para onde vou? Qual o propósito da vida? A teologia sistemática, em última análise, é a resposta bíblica para essas perguntas. Outro fator muito importante é que, o estudo da teologia, é "uma atividade espiritual para a qual precisamos da ajuda do Espírito Santo".

Seu objetivo de estudo é a bíblia. Suas conclusões são retiradas da bíblia.

É um estudo que se preocupa em recolher todos os dados bíblicos sobre um determinado tópico. As doutrinas podem ser tão abrangentes ou tão restritas, como a "doutrina de Deus" ou a doutrina da auto-suficiência de Deus ou ainda, a doutrina da Trindade, etc.

Não somente aprendemos a teologia, mas a vivermos. A aplicação da teologia, ou seja, da doutrina à nossa vida, é um dos aspectos menos

observados. Todo cristão verdadeiro, ao estudar e meditar na palavra de Deus terá sua vida aprofundada e crescerá espiritualmente.

Um fato impressionante em relação a bíblia é que se trata de um dos livros mais antigos do mundo e, ao mesmo tempo, o mais atual. E uma vez que, a teologia cristã é uma teologia da bíblia, ela compartilha as verdades eternas das Escrituras, procurando explaná-las ao homem moderno sem, no entanto, comprometer a sua mensagem.

Acompanhe muito mais no blog: Armazém de Informação