Sei sulla pagina 1di 12

MACETES MACETES MACETES

Direitos Individuais - VILPS

Os que possuem direitos individuais são vip's, ou melhor, são VILPS.

V - VIDA

I - IGUALDADE

L - LIBERDADE

P - PROPRIEDADE

S- SEGURANÇA

"Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se
aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à
liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes: "

DIREITOS SOCIAIS: TIMES SD/PM


T - TRABALHO

I- INFÂNCIA ("proteção à infância")

M - MATERNIDADE ( "proteção à maternidade" )

E- EDUCAÇÃO

S - SAÚDE

S - SEGURANÇA (QUE TAMBÉM É UM DIREITO INDIVIDUAL)

D- DESAMPARADOS

/ - LAZER (É UM "L" FORÇANDO A BARRA!)

P - PREVIDÊNCIA SOCIAL

M- MORADIA

"Art. 6o São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a


segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos
desamparados, na forma desta Constituição."

Compete a União legislar sobre: CAPACETE PM.


C- CIVIL

A - AERONÁUTICO

P - PENAL

A - AGRÁRIO

C- COMERCIAL

E - ESPACIAL

T - TRABALHO
E- ELEITORAL

P- PROCESSUAL

(Lembrando que "compete à União, aos Estados e ao Distrito Federal legislar


concorrentemente sobre: procedimentos em matéria processual" art.24, XI) - 'ô casca de
banana!'

M - MARÍTMO

Art. 22. Compete privativamente à União legislar sobre:


I - direito civil, comercial, penal, processual, eleitoral, agrário, marítimo, aeronáutico,
espacial e do trabalho;

T E U Forebis Peida
Art. 24. Compete à União, aos Estados e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre:
I - direito tributário, financeiro, penitenciário, econômico e urbanístico;

T E U Forebis Peida.

T - TRIBUTÁRIO

E- ECONÔMICO

U- URBANÍSTICO

FOREBIS - FINANCEIRO

PEIDA- PENITENCIÁRIO

COMP. PRIVATIVA E EXCLUSIVA: ARTS. 22 E OUTROS

PRIVATIVA: Combina com privada, (vaso sanitário), você tem o seu mas quem vem na sua
casa também usa; logo, é delegável.

Art. 22 Parágrafo único. "Lei complementar poderá autorizar os Estados a legislar sobre
questões específicas das matérias relacionadas neste artigo."

EXCLUSIVA: Combina com escova de dentes, você tem a sua e ninguém mais usa; logo, é
indelegável! Percebam que na competência exclusiva (art. 21) há verbo começando (lembrar
de excluir, que é verbo): manter, declarar etc.

"Art. 21. Compete à União:

I - manter relações com Estados estrangeiros e participar de organizações internacionais;

II - declarar a guerra e celebrar a paz;

III - assegurar a defesa nacional;

IV - permitir, nos casos previstos em lei complementar, que forças estrangeiras transitem
pelo território nacional ou nele permaneçam temporariamente;
V - decretar o estado de sítio, o estado de defesa e a intervenção federal;

VI - autorizar e fiscalizar a produção e o comércio de material bélico;

VII - emitir moeda; ..."

Art.37 CF:A administração pública direta e indireta de qualquer dos poderes da União, dos
Estados, do Distritio Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de Legalidade,
Impessoalidade, Moralidade, Publicidade, e Eficiência e, também, ao seguinte: ...

L egalidade

I mpessoalidade

M oralidade

P ublididade

E ficiência

COMPETÊNCIAS DO STF E DO STJ

Quem é competente para julgar as autoridades?


Para solucionar a questão siga o roteiro das imagens descritas:

Aeroporto localizado em uma cidade no interior do estado.


Desse aeroporto partem vôos regulares para Brasília-DF (BSB) e para a capital do estado.
Esses vôos são numerados 102 e 105 respectivamente (artigos da Constituição que tratam
da matéria).
O vôo 102 leva as autoridades nomeadas, eleitas, designadas ou chamadas a trabalhar em
BSB ou no exterior (chefe de missão diplomática de caráter permanente).
Já o vôo 105 leva as autoridades nomeadas, eleitas1, designadas ou chamadas a trabalhar
na capital do estado.
Com os passageiros a bordo o destino do vôo 102 será o STF, e o destino do vôo 105 será o
STJ.

A relação de emprego caracteriza-se pela


SHOPA que é de uva.(Vi no cursinho)

S - Subordinação(Subordinação jurídica, uma vez q o trabalho é realizado sob a dependência


do empregador, e este dirige a prestação de serviços e dá as ordens.)

H- Habitualidade(existe continuidade, porque o serviço se repete)

O - Onerosidade(O contrato de trabalho não é gratuito, as vantagens são recíprocas: o


empregado recebe o salário; oempregador, o serviço prestado) IMPORTANTE: Se o trabalho
for gratuito, não será uma relação de emprego.

P - Pessoalidade(o contrato de trabalho é realizado com uma pessoa física, certa e


determinada, não pode o empregado se fazer substituir por outra pessoa, mandando oum
terceiro realizar o seu ofício)

A - Alteridade(segundo o qual o empregador assume os riscos do empreendimento, do


próprio contrato de trabalho e de sua execução, logo, não pode a empresa transferir parcela
ou totalidade de sua responsabilidade para o empregado)

Para os trabalhadores domésticos a CF/88: Prevê FIM D PRAGA!

P – Previdência social
F - Férias
I - Irredutibilidade
M – Mínimo (salário mínimo)

D – Décimo terceiro

P - Paternidade (licença)
R – Repouso semanal
A – Aviso prévio
G – Gestante (licença)
A - Aposentadoria

dir. constitucional
relações internacionais(princípios)Art 4º:

PANICO
P:prevalencia dos direitos humanos
A:autodeterminação dos povos
N:ñ-intervenção
I*:independencia nacional e igualdade entre os EStados
Co:cooperação entre o povos...)

SoCo(So:solução pacífica dos conflitos e Co:concessão de asilo)

ReDe(Re:repúdio ao terrorismo e De:defesa da paz)

Art. 20. Ao entrar em exercício, o servidor nomeado para cargo de provimento efetivo ficará
sujeito a estágio probatório por período de trinta e seis meses durante o qual a sua aptidão
e capacidade serão objeto de avaliação para o desempenho do cargo, observados os
seguinte fatores: (Redação dada pela Medida Provisória nº 431, de 2008).

I - assiduidade;

II - disciplina;

III - capacidade de iniciativa;

IV - produtividade;

V- responsabilidade

AS DICA PRÓ RÉS (PARA LEMBRAR:AS DICAS PARA OS RÉUS)


AS ASSIDUIDADE
DI DISCIPLINA
CA CAPACIDADE DE INICIATIVA
PRÓ PRODUTIVIDADE
RÉS RESPONSABILIDADE

espero que ajude...


Art. 33. A vacância do cargo público decorrerá de:

I - exoneração;

II - demissão;

III - promoção;
VI - readaptação;

VII - aposentadoria;

VIII - posse em outro cargo inacumulável;

IX - falecimento.

APOSENTADO PROMOVIDO FALECEU, quanto estava READAPTADO as EXigências DE POliana

APOSENTADO=APOSENTADORIA
PROMOVIDO = PROMOÇÃO
FALECEU = FALECIMENTO
READAPTADO = READAPTAÇÃO
EXigências = EXONERAÇÃO
DE= DEMISSÃO
POliana= POSSE

PARE FDP (pare filho da p...)

Promoção
Aposentadoria
Readaptação
Exoneração

Falecimento
Demissão
Posse em outro cargo

Cargos privatos de brasileiros natos


mp3.com

Ministro do STF
Presidente e vice da republica
Presidente do Senado
Presidente da Camara

Carreira diplomatica
Oficial das forcas armadas
Ministro do Estado da Defesa.

Com relação às relações internacionais, ao invés de Panico Soco Rede, como o colega postou
antes eu conhecia assim:

PRINCCIDAS

Prevalência dos direitos humanos


Repúdio ao terrorismo e racismo
Independência nacional
Não-intervenção
Cooperação entre os povos
Concessão de asilo político
Defesa da paz
Autodeterminação dos povos
Solução pacífica de conflitos.

Agora quanto aos objetivos, lembrem do cigarro Derb e acrescentem um C

DERBC
Desenvolvimento nacional (garantir);

Erradicar a pobreza e a marginalização;

Reduzir as desigualdades sociais e regionais;

Bem de todos (promover o bem independente de raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras
formas de discriminação);

Contruir uma sociedade livre, justa e solidária.

Direito administrativo - Atos adm.


Atributos do ato, lembrem de "patê":

PAITÊ

Presunção de legitimidade e veracidade;


Auto-executoriedade (ou executoriedade);
Imperatividade
Tipicidade
Exigibilidade

Requisitos (condições de validade do ato)

CoFiFoMOb
Competência
Finalidade
Forma
Motivo
Objeto

Formas de Provimento do Servidor Público


PAN R4

P-romoção
A-proveitamento
N-omeação

R-econdução
R-eintegração
R-eversão
R-eadaptação

STF - Somos Todos do Futebol: 11 MINISTROS;


STJ - Somos Todos de Jesus: 33 MINISTROS;
STM - Somos Todos Meninas (debutantes): 15 MINISTROS;
TSE - anagrama de SET : 7 MINISTROS;
TST - Trinta Subtrai Três: 27 MINISTROS.

PODER JUDICIÁRIO: art. 92 e seguintes


Número de Ministros dos Tribunais Superiores:

S.T.F. (Supremo Tribunal Federal) - Somos Time de Futebol - time de futebol tem qtos
jogadores? aeeeeee 11 ministros!

S.T.J (Superior Tribunal de Justiça) - Somos Todos de Jesus - com qtos anos jesus
morreu? ae 33 ministros!

T.S.T (Tribunal Superior do Trabalho) - Trinta Sem Tres - esse é matemática, trinta sem 3 é?
27 ministros

T.S.E. (Tribunal Superior Eleitoral) - pega o T e poe depois do E! faz o que? SET isso mesmo,
7 ministros.

S.T.M (Superior Tribunal Militar) - Somos Todas Moças - com qts anos as meninas viram
moçinhas? aeeeeeeee 15!!!

CNJ - Conselho Nacional de Justiça-EC 45


Pessoal, depois q um colega criou um macete para guardar o numero de ministros dos
Tribunais, eu criei um sobre o CNJ, com o seguinte raciocínio:
Como o CNJ é novo, foi criado por EC, entao ele está debutando no rol dos "tribunais" (nao é
tribunal especificamente) e qual a idade para o debut? 15 anos!Entao 15 membros!

ESTADO DE DEFESA E ESTADO DE SÍTIO: ART. 136


Bom no estado de DEFESA o predidente DECRETA o estado (D = D) e depois comunica ao
congresso.

No estado de SÍTIO o presidente SOLICITA autorização para decretar ao congresso. S = S

O estado de sítio vem depois do estado de defesa, portanto é mais grave ( no alfabeto S
vem depois de D)
bem era essa que eu nunca aprendia.. so na semana da prova.. mas assim não esqueci
mais....

COMPETÊNCIA DO STF E STJ: ARTS. 102 E 105


Competências do STF e do STJ

Quem é competente para julgar as autoridades?

Para solucionar a questão sigo o roteiro das imagens descritas:

Aeroporto localizado em uma cidade no interior do estado.

Desse aeroporto partem vôos regulares para Brasília-DF (BSB) e para a capital do estado.

Esses vôos são numerados 102 e 105 respectivamente (artigos da constituição que tratam
da matéria).

O vôo 102 leva as autoridades nomeadas, eleitas, designadas ou chamadas a trabalhar em


BSB ou no exterior (chefe de missão diplomática de caráter permanente).

Já o vôo 105 leva as autoridades nomeadas, eleitas*, designadas ou chamadas a trabalhar


na capital do estado.
* Deputado estadual não consta da relação.

Com os passageiros a bordo o destino do vôo 102 será o STF, e o destino do vôo 105 será o
STJ.

DEPORTAÇÃO, EXTRADIÇÃO E EXPULSÃO: ART. 22, XV


Mais um macete legal galera! Esses conceitos costumam cair bastante em prova teste!

EXPULSÃO = "UL" tem as mesmas letras de UniLateral ou "U" de 1, ou seja, é ato de


retirada unilateral(forçada) pelo cometimento de atividade nociva ao Estado. Não há
requisição!

EXTRADIÇÃO = "TR" lembra 3 que é mais que 1 e não pode ser trilateral (hehe!) mas com
certeza é bilateral. Bilateral pq alguém pede. É requisição de outro Estado.
DEPORTAÇÃO = "PORT" lembra passaPORTe, ou seja, situação irregular no país. É tb
retirada forçada e ato unilateral

CARACTERÍSTICA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS: ART. 5º


Direitos Fundamentais a gente logo lembra de Direitos Humanos.

Dessa forma, para gravar a característica é só lembrar:

H = 1,2,3 I RUA (H é igual a um, dois, três I RUA)

Para as mulheres fica fácil elaborar um macete feminista:

Direito fundamental do Homem (H) é 1,2,3 I RUA !!!

H - istoricidade.

I - nalienabilidade.
I - mprescritibilidade.
I - rrenunciabilidade.

R - elatividade.
U - niversalidade
A - plicabilidade imediata

CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES: §Ú DO ART.1º


CLASSIFICAÇÃO DAS CONSTITUIÇÕES QUANTO À ORIGEM : PROMULGADAS OU
OUTORGADAS (Existem tb as Cesaristas e as pactuadas)

PROMULGADAS = começa com "P" de POVO (fruto do trabalho de uma Assembléia


Constituinte, deliberação da representação legítima popular)

OUTORGADAS = começa com "out" de OUTROS que não o povo (são as constituições
impostas por agente revolucionário)

PLEBISCITO E REFERENDO: ART. 14


Plebiscito - Prévio (P-P);
Referendo - Ratifica ou Rejeita, portanto, é posterior (R - R - R).

OBJETIVOS FUNDAMENTAIS DA RFB: ART. 3º


Se vc tiver "garra" vai errar pouco...

Daí eu pensei: CON GARRA ERRA POUCO...

CON - CONstruir uma sociedade...


GAR - GARantir...
ERRA- ERRAdicar a pobreza...
P - Promover o bem de todos...

COMP. PRIVATIVA E EXCLUSIVA: ARTS. 22 E OUTROS


Privativa: Combina com privada, (vaso sanitário), você tem o seu mas quem vem na sua
casa também usa; logo, é delegável. Percebam que na competência privativa (art. 22) há
substantivo começando (lembrar de privada que é substantivo): direito comercial, civil etc.

Exclusiva: Combina com escova de dentes, você tem a sua e ninguém mais usa; logo, é
indelegável! Percebam que na competência exclusiva (art. 21) há verbo começando (lembrar
de excluir, que é verbo): manter, declarar etc.

Desculpa os termos meio chulos, mas foi assim que eu guardei, espero ajudar
TRATADOS INTERNACIONAIS
Os novos tratados sobre direitos humanos aprovados após a edição da EC 45 têm força de
norma constitucional.

Para gravar algo sobre a transformação dos tratados em emendas é só lembrar:

EMENDA tem 6 letras...que lembra o art. 60 da CF/88;

Está no §2º...ou seja as 2 casas do Congresso e 2 turnos;

EC é o símbolo de emenda...Se repararem bem o "E" parece um "3" invertido e o "C" é de


cinco, ou seja EC = 3Cinco...3/5 é o quorum de aprovação!

Constituições federais- OUTORGADAS E PROMULGADAS


.
Macete fácil pra lembrar quais foram as constituições outorgadas e promulgadas:

Primeiro: nossa CF é de 88...ou seja, são dois oitos...8 dividido por 2 dá quatro.

=> Tivemos 4 CFs de cada tipo.

OUTORGADAS = 10 LETRAS... É par


PROMULGADAS = 11 LETRAS ..É ímpar

CFs outorgadas = começa com uma par e o resto são ímpares:

=>1824, 1937, 1967, 1969

CFs promulgadas = começa com uma ímpar e o resto é par:

=>1891, 1934, 1946, 1988

OBS.: Lembrar que nesse caso está sendo considerado a EC nº1/69 como uma Constituição.

SO-CI-DI-VA PLURAL
SO-CI-DI-VA PLURAL

CF 88 - Art. 1º (...) fundamentos:

SO = soberania;
CI = cidadania;
DI = dignidade da pessoa humana;
VA = valores sociais do trab e da livre iniciativa;

PLURAL = pluralismo político

VIDA L-I-S-P
VIDA L-I-S-P

CF Art. 5º Todos são iguais (...)inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à


igualdade,
à segurança e à propriedade (...)

VIDA = VIDA

L = LIBERDADE
--
I = IGUALDADE
--
S = SEGURANÇA
--
P = PROPRIEDADE

Direitos Sociais
essa é de uma menina do interior de Xique-xique que se chama Rezal..

REZAL, MOSSA EDUCADA, TRABALHA PRO MADIPRE.

REZAL=LAZER
MO=MORADIA S=SEGURANÇA SA=SAÚDE
EDUCADA=EDUCAÇÃO
TRABALHA=TRABALHO
PRO M=PROTEÇÃO À MATERNIDADE
PRO I=PROTEÇÃO À INFÂNCIA
PRE=PREVIDÊNCIA SOCIAL
AD=ASSISTÊNCIA AOS DESAMPARADOS

AÇÃO POPULAR
QUERO GRAVAR AS AULAS PRA TRÊS AMIGOS MEUS.
VOU LEVAR 3 MP3...!!!!

MORADIA
MORALIDADE ADMINISTRATIVA
MEIO AMBIENTE

PATRIMÔNIO PÚBLICO
PATRIMÔNIO HISTÓRICO
PATRIMÔNIO CULTURAL

"Forma de governo, Forma de Estado, Sistema de governo, Regime de governo...ihhh,


sempre troquei quais eram as q o Brasil seguia. Criei um macete pra gravar, exige um pouco
de abstração, mas depois q criei nunca mais esqueci.

FOrma de GOverno > FOGO > O fogo é uma coisa PÚBLICA, pois não pode ser privatizado
por ninguém.
Daí, Forma de Governo = REPÚBLICA.

SIstema de GOverno > SIGO > Em uma empresa, eu SIGO na minha carreira até ser:
PRESIDENTE.
Daí, Sistema de Governo = PRESIDENCIALISMO.

FORma de ESTado > FOREST > Lembra do filme q o Forest Gump corria, corria, até: FEDER.

Daí, Forma de Estado = FEDERAÇÃO.

E por último, o REgime de GOverno > REGO > Bom, rego cada um tem o seu, é uma coisa
bem DEMOCRÁtica.
Daí, Regime de governo = DEMOCRACIA"

Minha dica
Licença proibida para servidor em Estágio Probatório (Somente os estáveis):
IMC - Índice de Massa Corporal:
I-Interesse Particular;
M-Mandato Classicista;
C-Capacitação.
Lei 8112
Durante o estágio probatório, o servidor será avaliado quanto às seguintes características:
(Cida reproduz:)

Capacidade de Iniciativa
Disciplina
Assiduidade
Responsabilidade
Produtividade

Emprego do Hífen
Ser cantada no ritmo de "Atirei o pau no gato"

"proto, extra pseudo semi (mi) infra supra (pra)


intra neo ultra, contra e auto (tô)
levam hífen (fen)
antes de vogal R, S e H"

Crase
Regra de crases: Para cantar com o ritmo Jingle Bells:
"Se vou 'a', volto 'da', crase haverá,
Se vou 'a', volto 'de', crase para quê?"

Crase
Para usar a crase nas frase do tipo: Vou a Roma e à Itália, Vou à Argentina
Macete: você muda a frase para Voltei de Roma e voltei da Itália
Obs: Quando aparecer de nos dois, não te crase
Ex: Voltei de Roma e voltei da Argentina (só aparece de na primeira, então usa-se
a crase)
___ Vou à Argentina, Voltei da Argentina (não aparece de, então usa-se a crase)
Macete: quem vai à e volta da crase Há, quem vai a e volta de crase pra que?
________quando venho, venho da, quando vou craseio o a. Quando venho, venho
de, quando vou, crase pra quê?

Pode-se cantar em vários ritmos:


Cara a cara
não tem crase
isto é fácil de guardar
com palavra repetida
não se deve "crasear"
II
Não se deve usar a crase
em casos especiais
com palavras masculinas
ou pronomes pessoais
III
Dona, senhora, senhorita
fazem caso genial
assanhadas vem e aceitam
o artigo é fatal
IV
Nome próprio masculino
uma crase aceitará
se com moda ou maneira
antes eu puder falar
V
Casa própria, a do falante
me rejeita o artigo
e se isso acontece
"crasear" eu não consigo
VI
Se há um complemento
e é nominal
é só ter o feminino
e praticar normal
VII
Objeto, indireto
faz um caso decisivo
se ainda vem tasendo
qualquer termo feminino

Conjunções e Locuções - Conjuntivas Subordinativas


São elas: Concessivas, Condicionais, Comparativas, Causais, Conformativas,
Consecutivas, Temporais, Proporcionais, Finais e Integrantes.
Macete: CoCoCom CaCoCo TemProFinIn

Música para saber os porquês:


Hoje eu acordei com vontade de escrever
olhei atentamente os quatro ipos de porque
junto, separado, com acento ou sem acento
esse é o porque que eu não agüento
é separado para pergunta
e com acento somente no final
será juntinho para resposta
e com acento pra motivo real
Colaboração de : Gabriela Cabrera

Macete para as escolas literarias:


Macete: BAR - BARROCO
da RE - REALISMO
NA PA - PARNASIANISMO
SIM - SIMBOLISMO
PRI - PRÉ- MODERNISMO
MO - MODERNISMO

Um Macete de Inglês
Quando usar o ON::
Macete: ONDIDARU : ON se usa para DIas, DAtas completas e RUas