Sei sulla pagina 1di 0
NORMA TÉCNICA CELG Simbologia para Projetos de Redes de Distribuição de Energia Elétrica Urbanas e

NORMA TÉCNICA CELG

Simbologia para Projetos de Redes de Distribuição de Energia Elétrica Urbanas e Rurais

NTC-64

ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO   PÁGINA 1. INTRODUÇÃO   1 2. NORMAS E DOCUMENTOS
ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO   PÁGINA 1. INTRODUÇÃO   1 2. NORMAS E DOCUMENTOS
ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO   PÁGINA 1. INTRODUÇÃO   1 2. NORMAS E DOCUMENTOS
ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO   PÁGINA 1. INTRODUÇÃO   1 2. NORMAS E DOCUMENTOS

ÍNDICE

SEÇÃO

TÍTULO

 

PÁGINA

1.

INTRODUÇÃO

 

1

2.

NORMAS E DOCUMENTOS COMPLEMENTARES

 

2

3.

TIPOS DE FORMATOS DE FOLHAS

 

3

4.

POSIÇÃO DOS SÍMBOLOS E DAS INFORMAÇÕES TÉCNICAS

 

4

ANEXO A

DESENHOS

5

DESENHO 1

FORMATO A0

 

5

DESENHO 2

FORMATO A1

 

6

DESENHO 3

FORMATO A2

 

7

DESENHO 4

FORMATO A3

 

8

DESENHO 5

FORMATO A4

 

9

DESENHO 6

LEGENDA,

RELATÓRIO

DE

ENGENHARIA

E

TÁBUA

DE

10

REVISÃO

DESENHO 7

CARIMBOS

11

DESENHO 8

CONVENÇÕES

PARA

PROJETOS

ELÉTRICOS

E

12

LEVANTAMENTOS TOPOGRÁFICOS

 

DESENHO 8-ACONVENÇÕES

PARA

PROJETOS

ELÉTRICOS

E

13

 

LEVANTAMENTOS TOPOGRÁFICOS

 

DESENHO 9

ATERRAMENTO, BANCO DE CAPACITORES, BARRAMENTOS E CAIXAS DE PASSAGEM

14

DESENHO 10

CÂMARA SUBTERRÂNEA E CHAVE

 

15

DESENHO 11

CONDUTORES E EMENDAS

 

16

DESENHO 12

ENCABEÇAMENTO E SECCIONAMENTO

 

17

DESENHO 13

ENGASTAMENTO, ESTAI E ESTRUTURAS PARA REDES

 

18

DESENHO 14

FUSÍVEL, ILUMINAÇÃO PÚBLICA E INDICADOR DE DEFEITO

 

19

DESENHO 15

PARA-RAIOS, POÇO DE INSPEÇÃO E POSTES

 

20

DESENHO 16

REDE DE DUTOS, REGULADOR DE TENSÃO, RELIGADOR E TERMINAIS

21

DESENHO 17

TRANSFORMADORES

 

22

DESENHO 18

UNIDADE CONSUMIDORA

 

23

1. INTRODUÇÃO As prescrições aqui contidas têm por obje tivo estabelecer as convenções e símbolos
1. INTRODUÇÃO As prescrições aqui contidas têm por obje tivo estabelecer as convenções e símbolos
1. INTRODUÇÃO As prescrições aqui contidas têm por obje tivo estabelecer as convenções e símbolos
1. INTRODUÇÃO As prescrições aqui contidas têm por obje tivo estabelecer as convenções e símbolos

1.

INTRODUÇÃO

As prescrições aqui contidas têm por objetivo estabelecer as convenções e símbolos que deverão ser utilizados na elaboração de projetos de redes de distribuição de energia elétrica, aéreas, subterrâneas, urbanas e rurais. As informações referentes a montagem das estruturas, bem como seus critérios de projeto estão em suas respectivas normas.

Esta norma aplica-se a todos os projetos de redes novas, reformas e extensões.

Na execução de levantamentos topográficos deverão ser adotados os símbolos apresentados nesta norma.

Para os casos omissos e outros de características excepcionais deverão ser acrescentadas notas ao projeto, com todas as informações necessárias para a sua correta identificação no desenho. As notas deverão ser inseridas no espaço reservado para texto conforme apresentado nos formatos de folhas padronizadas.

Esta norma poderá ser parcial ou totalmente alterada por razões de ordem técnica, sem prévia comunicação, motivo pelo qual os interessados deverão periodicamente consultar a CELG D quanto às eventuais modificações.

2. NORMAS E DOCUMEN TOS COMPLEMENTARES NTC-06 Estruturas para Redes de Dist ribuição Rural –
2. NORMAS E DOCUMEN TOS COMPLEMENTARES NTC-06 Estruturas para Redes de Dist ribuição Rural –
2. NORMAS E DOCUMEN TOS COMPLEMENTARES NTC-06 Estruturas para Redes de Dist ribuição Rural –
2. NORMAS E DOCUMEN TOS COMPLEMENTARES NTC-06 Estruturas para Redes de Dist ribuição Rural –

2. NORMAS E DOCUMENTOS COMPLEMENTARES

NTC-06

Estruturas para Redes de Distribuição Rural – Tensões 13,8 e 34,5 kV –

NTC-07

Padronização. Critérios de Projetos de Redes de Distribuição Rural – Tensões 13,8 e

NTC-08

34,5 kV. Critérios de Projetos de Redes de Distribuição Aéreas Urbanas - Classes

NTC-14

15 e 36,2 kV. Critérios de Projeto de Iluminação Pública.

NTC-17

Estruturas para Redes de Distribuição Aéreas Compactas - Classe 15 kV.

NTC-18

Estruturas para Redes Aéreas Isoladas em Tensão Secundária de

NTC-35

Distribuição. Critérios de Projetos de Redes de Distribuição Subterrâneas.

NTC-60

Critérios para Projetos e Procedimentos para Execuções de Aterramentos

NBR 8402

de Redes Aéreas e Subestações de Distribuição.

NBR 10068

Execução de caracteres para escrita em desenhos técnicos Folha de desenho – Leiaute e dimensões.

NBR 10582

Apresentação da folha para desenho técnico

NBR 15688

Redes de distribuição aérea de energia elétrica com condutores nus.

3. TIPOS DE FORMATOS DE FOLHAS Os projetos devem ser apresentados nos formatos A0, A1,
3. TIPOS DE FORMATOS DE FOLHAS Os projetos devem ser apresentados nos formatos A0, A1,
3. TIPOS DE FORMATOS DE FOLHAS Os projetos devem ser apresentados nos formatos A0, A1,
3. TIPOS DE FORMATOS DE FOLHAS Os projetos devem ser apresentados nos formatos A0, A1,

3. TIPOS DE FORMATOS DE FOLHAS

Os projetos devem ser apresentados nos formatos A0, A1, A2, A3 ou A4, conforme Desenhos 1 a 5.

O desenho deve ser executado no menor formato possível, desde que não prejudique

a sua interpretação.

Os desenhos deverão ser dispostos no espaço respectivo, conforme delimitado nos formatos padronizados.

A legenda deve estar situada no canto inferior direito, tanto nas folhas posicionadas

horizontalmente como verticalmente e apresentar as informações técnicas conforme Desenho 6.

Deverá ser inserido nas folhas do projeto um resumo, conforme modelo "relatório de engenharia" apresentado no Desenho 6.

O espaço para texto é colocado à direita ou na margem inferior do quadro contido nas

folhas de projeto.

Todas as informações necessárias ao entendimento do conteúdo do espaço para desenho, bem como a planta de situação, número da ART e responsável técnico pelo projeto deverão ser colocados no espaço reservado para texto.

A tábua de revisão é usada para registrar a correção, alteração e/ou acréscimo feito no

desenho depois dele ter sido aprovado pela primeira vez. A disposição da tábua de revisão está indicada nos Desenhos 1 a 5 e as suas dimensões no Desenho 6.

Durante a fase de análise e aprovação do projeto deverão ser utilizados os carimbos padronizados pelo Desenho 7, modificando a situação entre "Reprovado", "Projeto Aprovado" e "Projeto Liberado para Execução", conforme definição de processo de análise pela área responsável.

4. POSIÇÃO DOS SÍMBOLOS E DAS INFORMAÇÕES TÉCNICAS Deverão ser inseridas próximas à simbologi a
4. POSIÇÃO DOS SÍMBOLOS E DAS INFORMAÇÕES TÉCNICAS Deverão ser inseridas próximas à simbologi a
4. POSIÇÃO DOS SÍMBOLOS E DAS INFORMAÇÕES TÉCNICAS Deverão ser inseridas próximas à simbologi a
4. POSIÇÃO DOS SÍMBOLOS E DAS INFORMAÇÕES TÉCNICAS Deverão ser inseridas próximas à simbologi a

4. POSIÇÃO DOS SÍMBOLOS E DAS INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Deverão ser inseridas próximas à simbologia as informações técnicas mínimas que possibilitem a correta identificação da estrutura/equipamento.

Na representação do traçado da rede os símbolos deverão estar posicionados no projeto, conforme descrição a seguir:

Postes Tangentes à linha de propriedade e orientados em relação a mesma.

Cabos da rede secundária Paralelos à linha de propriedade e tangente aos símbolos dos postes, devendo ser indicados do lado da pista de rolamento.

Cabos da rede primária Paralelos à linha de propriedade e centrados em relação aos símbolos dos postes.

Estais No sentido oposto ao da resultante dos esforços.

Iluminação pública Junto ao poste, com a luminária para o lado da pista de rolamento e perpendicular ao eixo da rua.

Transformadores Tangentes ao poste e perpendiculares aos cabos primários, exceto quando estes forem instalados em fim de rede.

Aterramentos e para-raios Junto ao poste, para o lado da pista de rolamento ou da calçada.