Sei sulla pagina 1di 5
CRIANGA ¢ AdCLESCELTE Regimento Interno do Conselho dos Direitos da Crianga e do Adolescente Os Conselheiros Municipais dos Direitos da Crianga e do Adolescente de Gongalves/MG elaboraram este Regimento Intemo de acordo com o Estatuto da Crianga © do Adolescente e Lei Municipal 785/2002. Capitulo | Da finalidade Art. 1°- O presente Regimento Intemno disciplina o funcionamento do Conselho dos Direitos da Crianga e do Adolescente do Municipio de Gongalves/MG. Art.2° - O Conselho funcionaré em prédio e instalagées fornecidas pelo Poder Public Municipal. Art.3° - © Conselho realizara sess6es plenérias mensais, conforme calendario a ser ‘ajustado polo préprio Conselho, por convocaggo da Presidéncia ou por requerimento firmado pela maioria absoluta de seus membros. Capitulo It Da Natureza e Composi¢ao Art 4°- O Conselho de Direitos da Crianga e do Adolescente é por sua natureza 61940 normative, consultivo, deliberative e controlador da politica de promogao, atendimento e de defesa dos direlios da crianga e do adolescente. § 1° - Como érgaio normativo deveré expedir resolugdes definindo e disciplinando a politica de promogao, atendimento e defesa dos direitos da crianca e do adolescente, § 2° - Como 6rgao consultivo emitira parecer, através de comiss6es especiais, sobre todas as consultas que Ihe forem dirigidas, apés a aprovaggo do Plenario. § 3° - Como érgao deliberativo reunir-se-4 em sessdes plenérias, decidindo, apés Giscussdo e por maioria simples de votos, todas as matérias de sua competéncia. § 4° - Como drgao controlador visitaré e fiscalizara as entidades, governamentais N&o-governamentais, delegacias e unidades de aplicagdo de medidas sécio— educativas, recebera comunicagSes oficiais, representagdes ou reclamacées do qualquer cidadéo sobre a violagéo ou ameaca de violagao dos direitos das criangas e dos adolescentes, deliberando em plenario e dando solugao adequada. Das Alteragoes Art 20° - O presente Regimento podera ser alterado somente com a aprovagao de ois tergos (2/3) do total de seus membros, no minimo. Art 21 ° - Este Regimento entrard em vigor a partir da data de sua aprovagao. Aracy Vilella de Souza Ferreira Angela Aparecida de Souza Castro Bemadete Alves da Silva Rosa Maria Helena Dias Haroldo Lopes dos Santos Ivana Claudete da Costa Ferreira Sofia de Lélis Toledo Gongalves, 06 de janeiro de 2003... Danielza Aparecida Ferreira de Souza Maria de Lourdes das Neves Leandro Neto Alice Ferreira Camargo de Souza Maria Lucia da Costa Santos Cristina Beradete de Souza Carios Walter Francisco Dias Art 5° -O Conselho é composto 20 conselheiros, Paragrafo Unico: Os suplentes assumirio automaticamente nas auséncias c impedimentos dos conselheiros titulares, sendo recomendada suas presengas em todas as reunides plendrias nas quais poderao participar dos assuntos ¢ matérias discutidas, porém s6 votaram quando substituindo os titulares. Capitulo Itt Dos Orgaos do Conselho Municipal Art 6° - Sao érgaos do Conselho: a) O Plena b) ADiretori <) As Comiss6es Especials Segdol Do Plenério e Sessdes Art 7° - O Plenario compée-se dos conselheiros em exercicio pleno de seus mandatos e € érgao soberano das deliberapdes do Conselho. Art 8° - O Plenario sé poder funcionar com a presenga da maioria absoluta dos conselheiros e as deliberagées serao tomadas por maioria simples de votos dos conselheiros presentes a sesso, respeitadas as disposicdes definidas em lei. Art 9° - As sessGes plenérias serdo: ordinérias, extraordindrias ou solenes. Paragrafo unico: As sessées terdo inicio com 2 nomeago e distribuigao as comissées e 86 entdo terdo inicio as deliberagdes. Art 10° - De cada sesso plendria do Conselho sera lavrada uma ata pelo secretario, que lida apés a sesso, serd assinada pelo presidente e demais conselheiros presentes, contendo em resumo os assuntos tratados e as deliberagées que forem tomadas. Art 11° - As deliberagdes do Conselho serao proclamadas pelo presidente com base nos votos da maioria e tergo a forma de resolugao, de natureza deciséria ou opinativa, se for o caso. Segao Il Da Diretoria Art 12° - A Diretoria cuida do processo de administraco do Conselho, é reguladora dos seus trabalhos e fiscal de sua rotina, tudo de conformidade com 0 presente regimento. A Diretoria serd eleita pelo Plendrio do Conselho. § 1°- A Presidéncia sera exercida pelo presidente do Consetho dos Direitos da