Sei sulla pagina 1di 431
TEOLOGIA MORAL 6 COMPENDIO DE MORAL CaTOLICA PARA 0 GLERO EM GERAL B LEIGOS EDIGOES PAULINAS AO CLERO E AO LAICATO ‘bora nao sejamor um especialsta nas questies — por vézes tao drduas — que encerra um livro da 1 toe Fin Secs» Ste Fs 6p. naturesa déste, acedemor ao pedido das Baigies sh ho, a Paulinas para apresentar aot reverendissimes sacer= oe dotes ¢ a0 laicaio do Brasil 0 Comptndio de Teologia, Moral de autoria do Revnav. Pe. Teodoro da Torre del Greco, O. F. M. Cap. Tendo colaborado na versio da obra para 0 ver- ndeulo, tornow-se obrigacao para nés compuliar ater lire euidadoramente suas péginas, verficando entao O ualor da mesma e @ opertunidads desta tradusao. Tanto mais que, adaptandona @ nosvo meio, buscow “se sobpetudo a clareta ea concisdo, de mencira a Gproveiter também aos leigor — exjo interése pelos problemas da Moral Catslica cresce sempre, gracas @ Deus, ¢ deve ser incentivado. Sercthessd muito itil a publicagdo. Nela encon- travdo ot estudiosos, além de taco, tratados com muita proficiéncia ¢ seguranga, ot temas de santa Imporiéncia suscitador modernamente no campo da Moral pelas cidncias, pelas téenicas, pela evotucdo fal € mestio pela divciplina da Tgreja. Acredi= tamos que, mesmo néo sendo nica no género entre nds, prestard considerdveis sevvigos aos nosses padres 2 aos catdlicos que, movides pelo desejo de santif ‘engi. prépr aprofundar as dowtrinas da Sante Tgreja € pela stlo do apostolado, procuram nena das isgeacasatice oon Soa imi i co le rae freentoram a. abé ‘tne Gate erclar E se 6 Teologia Moral eneara thda a atividad Komen, ide serd de nuda dncia sew vata em gue 01 lo tea a viv das as menialidades, infiltrando-e nas estruturas Diante saga, apela a Jgrsje para uma mal sag todos or catilicor se devem dixpos pare a defesa dos principio erie e para @ con ‘quivta do mundo para Deus. Apatolado — é a voz de comarde, lado — cemno bons obser Mon se exiende por t0da peste onde gaa glaria de Deus, 0 bor da amenio aviorizado entre 0 Deus « sua: aplicagéer. Por os probley meralidade dor mai também or de dmbito social, os da politica, da projissio, da educagéo, da economia, das classes, Fa drea do port ben te a ho CUER0 £ A taveare. 7 das nagées, se ine em forcosamente nas cogitagdes do apéstolo leig como do sacerdate Desta ma ira 0 estudo da Moral Catdlica se revela dipensdeet tarbirm ao. lalcator Nap she Spresado, mas am aprofendanento sii, caps de informar ede formar, preparando apitole lege fara ‘vs, para julger'» pe cgis sempre de eon, ‘dade com os petuladox eterno. da morel ert Doi a wilidade, « necesidade, de colocar ao ale ance tambm dos tiger livros deta categoria B Tecomendar esta nove edigi dor RM. DP. Paulinas @ todos at letorot de lingua, portagutie, Novkeoe Machen de tar be Compan da toda parte , : , Mons. Laraverne Sao Paulo, 15 de setembro de 1958,