Sei sulla pagina 1di 16

4

4

Sereno

CÂNTICO DE ENTRADA I

Antífona

5

P. M. Luís

  

 

  

 

 

 

 
 

Che -

ga -

ram

os

 

di

-

as

 

de

pe

-

ni

-

tên

-

cia:

 
 

Refrão

 

 

Ex

-

pi

-

e

-

 

 

  

mos

nos

-

sos

pe

-

 

ca

-

  

dos

e

sal

-

va

-

 

   

 

 

 


 

re

 

-

mos

 

nos

 

-

sas

al

 

-

mas.

 

    
 

 

 

Ex - pi

-

e

-

mos

nos -

  

sos

pe

-

ca

-

  

dos

e

sal - va

-

 

       
 

 

 

   

 

   
 

re

 

-

mos

 

nos

-

sas

 

al

 

-

 
mas.
mas.
 
 

Salmo 55

 

 

  

 

     

  

   
       

 
 

Com

 

-

pa

-

decei

Vos

de

 

mim,

 

ó

 

Deus,

 
     

  

       

 

  

 

 

 
 
 

por -que os

 

homens me

calcam aos pés +

     

e

lutam sem descanso pa

ra me o -pri

-

mir.

Meus inimigos esmagam-me sem tréguas, são tantos, ó Altíssimo, os que me fazem guerra. Ref.

Quando me invade o terror, em Vós ponho a minha confiança. Enalteço a palavra de Deus, em Deus confio e nada temo: + que poderão fazer-me os homens? Ref.

6 CÂNTICO DE ENTRADA II

Largo

 

Refrão

 

P. M. Luís

     

 

               

 
 

 

 

  

 

 

Per - do

-

ai,

Se

-

nhor,

per -do

-

ai

ao

  

vos -so

-
-

po

 

vo.

Levemente

 

Estrofes Cântico sobre o salmo 129

 
 

 

  

   

 

 

 

 

 

 

 

 

Dos

 

a

-

bis

-

mos

em

 

que

 

vi

-

vo

Er

-

go a

 

 

 

   

 

 
 

 

 

 

 

Deus

 

o

meu

cla

-

mor;

 

Es

-

cu

-

tai

a

mi

-

nha

 

 

 

  

  

 
 

pre

 

-

ce,

Cle

-

men

 

-

tís

-

si

-

mo

Se

-

nhor.

2.

 

6.

 

Vossos ouvidos atendam Com Divina compaixão Minha voz que Vos implora:

Mais que os vigias da noite, Esperando a madrugada, Espera pelo Senhor

Escutai minha oração!

A

minha alma confiada.

3.

7.

Se todas as nossas faltas Tendes em Vossa lembrança, Quem, Senhor, há-de salvar-se? Quem pode ter esperança?

4.

Mas junto de Vós, Senhor Só encontramos perdão Para que todos Vos sirvam Em perfeita adoração.

5.

Eu espero no Senhor, No Senhor Omnipotente; Em Sua Palavra espera A minha alma ardentemente.

Mais que os vigias da noite

Esperando a luz do dia, Esperemos no Senhor, Sol que a todos alumia.

8.

Como luz que vai romper

O Senhor nós esperamos;

N'Ele abunda a Redenção N'Ele o perdão encontramos.

9.

Como Sol que vence a noite Esperamos o Senhor. Remirá de toda a culpa

O Seu povo pecador.

Refrão

SALMO RESPONSORIAL

7

P. M. Luís

 

 

 

       

 

 

       
       
       

               

               
 
 

 

 
               

Pe

-

-

mos,

Se

-

nhor:

ten

-

de

com - pai

-

xão

de

nós.

Salmo 50 (51)

Compadecei_Vos de mim, ó Deus, pela vossa bon

-

da

-

de,

 

   

pela vossa grande misericórdia, apagai os

meus

pe

-

ca

- dos.

 

 

 
 

-

-

 

 
 

     

 

Lavai_me de toda a iniqui

da

de

e purificai_me de to

-

das

as

fal

-

tas.

Porque eu reconheço os meus pecados

e tenho sempre diante de mim as minhas culpas. Pequei contra Vós, só contra Vós,

e fiz o mal diante dos vossos olhos.

Criai em mim, ó Deus, um coração puro

e fazei nascer dentro de mim um espírito firme.

Não queirais repelir-me da vossa presença

e não retireis de mim o vosso espírito de santidade.

Dai-me de novo a alegria da vossa salvação

e sustentai-me com espírito generoso.

Abri, Senhor, os meus bios

e a minha boca cantará o vosso louvor.

8 ACLAMAÇÃO ANTES DO EVANGELHO

Assembleia

P. M. Luís

     

 

   

G- ria a

Vós,

 

ó

Cris

-

to,

 

Gló -ria a

Vós,

ó

       
         
 

 

 

 

  

   
 

Cris

-

to,

Pa

-

la

-

vra

de

 

Deus.

 
 

Versículo

 

 

 

 
 

 

 

 
 
   
 

Se hoje ouvirdes a voz

do

Se

-

nhor,

não fecheis os vossos

co

-

ra

-

ções.

RESPONSÓRIO DA IMPOSIÇÃO DAS CINZAS

Versiculárias

Fr. S. Cordeiro

vi

-

mor

-

da,

te,

1.Renovemos a nossa 2.Para que não nos surpreenda o dia da

 

  

1.Reparemos o mal 2.e nos falte o tempo para nos

que

fi

- ze

-

mos.

con - ver

- ter

-

mos.

Assembleia

Ou

-

vi

 

 

- nos,

Se

-

nhor,

 

e

ten -

 

 

 

 

de

com -

pai -

xão

de

  

  

 

 

 

 

 
   
     
 

nós,

por -

que

so

-

mos

pe - ca

-

do -
do
-

res.

9

 

  

 

   

 

   

3.Ajudai_nos, Senhor, para glória do

 

vos -

so

no

-

me;

 

   

3.perdoai as nossas culpas

e

sal -

vai

-

nos.

CÂNTICOS PARA A IMPOSIÇÃO DAS CINZAS

I Assembleia M. Luís           
I
Assembleia
M. Luís
 
  
 
C on -
ver
-
tei
-
nos,
Se -
nhor,
mos
-
trai
-
nos
o
  
  
Vos
-
so
San
- to
ros
-
to,
e
sal
-
vai
-
nos.
Estrofes
  
  
Escutai_me, Senhor: a minha voz
Vos
im
-
plo
- ra
 
   
por misericórdia
res - pon
-
dei
- me.

De Vós diz o meu coração: / procurai a Sua face;

o Vosso rosto, Senhor, eu procuro.

Não escondais de mim o Vosso rosto, na Vossa ira não afasteis o Vosso servo.

A Vós, Senhor, eu me confio, em Vossas mãos estão os meus dias.

Eu disse: / «Vou ao Senhor confessar a minha culpa,»

e Vós perdoastes o meu pecado.

Ando errante, como ovelha perdida, procurai, Senhor, o Vosso servo.

Volta, minha alma, à tua tranquilidade;

o Senhor foi bom para contigo.

10

I I

Assembleia

P. M. Luís

 

 
     

 

 

     

 

 
 

 

 

Os

 

meus

 

o

-

lhos,

 

Se

-

nhor,

 

es

-

tão

 

sem

-

pre

 
 

 

       

   

  

   

 

   

 
 

pos

-

tos

em

 

Vós,

ó meu

li

-

ber

- ta

-

 
dor.

dor.

 
   

Versículos sobre o Salmo 24

 

 

  

     

 

 

 

  

 

 
 

Em

 

Vós,

 

Se

-

nhor,

eu

 

con

-

fi

-

o:

 

Não

 

me

 
 

 

   

 

 

  

 

 

dei

-

xeis

hu - mi

-

lha -

do,

Nem

 

se a

-

le -

gre

 

quem

me o

-

 

 

 

 

 

 

dei

 

-

a

 

  dei   - a     
 

Por

me

ver

a

-

ban

- do

-

na

-

do.

 

5.

2.

Quem espera em Vós, Senhor, Não há-de esperar em vão; Só quem não confia em Vós Sofrerá humilhação.

Não me deixeis esquecido Do Vosso perdão bendito, Fonte de eterna clemência, Mar de graças infinito.

3.

Pelas sendas da verdade Encaminhai-me, Senhor:

Ensinai-me o bom caminho, Meu Divino Salvador.

6.

Da minha vida passada Esquecei-me toda a ofensa; Vossa clemência me valha, Senhor de bondade imensa

4.

Entrego-me às Vossas mãos Com inteira confiança:

Estrela bendita sois Que me guia na esperança.

7.

O caminho da verdade Deus ensina ao pecador; Para toda a humanidade Bom e recto é o Senhor.

I I I

11

Assembleia

Enérgico

P. M. Luís

       
       
       

      

       

               

  

C la

 

-

mai

pe

-

 

lo

Se

-

 

nhor,

 

Po

-

vos

do

mun -do in

-

       

   

 

 

 

 

 

   

tei

-

ro!

Bus - cai no Seu

a mor

-

 

vos

-

sa

li -

ber

- ta

-

ção.

 
 

Estrofes

 

 

  

Es

-

tais,

Se

-

  

  

nhor,

ao

nos

-

so

la

 

-

 

do;
do;

  

 

 

sa

Vos

-

pre

-

sen

-

  

ça

nos

a

 

-

bri

-

ga.
ga.

 

  

 

  

 



 



 

  
 

Po

-

rém

os

nos -

sos

o -

lhos

não

con

-

tem

-

plam

 
 

A

 

 

  

luz

do Vos -

so

ros -

to

 

 

ful - gu

-

ran

-

te.
te.

2.

Como de noite os peregrinos Seus passos guiam por estrelas, Na terra caminhamos dia-a-dia, Voltando o nosso olhar para o Senhor.

3.

O nosso Deus está bem perto O Seu olhar nos acompanha. Apenas nossos olhos O não vêem; A noite da malícia nos envolve.

4.

Vinde, Senhor, ao nosso encontro; Não demoreis em socorrer-nos. Angústias e misérias nos envolvem; Vós sois a fortaleza que nos salva.

5.

Os nossos dias passam lentos; Duras batalhas suportamos. Mas já os nossos lábios saboreiam O grito da vitória do Senhor.

12

Assembleia

I V

P. M. Luís

 

 

   

 

 

 

 

 

 

 

 

Por

a

-

mor

 

do

 

Vos

 

-

so

No

-

me,

per - do

-

ai

 

os

     

 

 
 
         
       

 

 

 


 

 

meus

pe

-

ca

-

dos

que são

gran

 

-

des,

Se

-

nhor.

 

Versículos sobre o Salmo 24

 

 

 

 

 

 

       

 

 

 

 

 

 

Em

Vós,

 

Se

-

nhor,

 

eu

con

-

fi

-

 

o:

 

Não

 

me

 

 

     

   

 

 

 

 

 

  

 

dei -

xeis

hu - mi

-

lha -

do,

Nem

se a

-

le -

gre

quem

 

me o

-

     

 

     

 

 

 

 

 

 
 
 

dei

-

a

Por

 

me

 

ver

 

a

-

ban

- do

-

na

-

do.

 

2.

 

5.

 

Quem espera em Vós, Senhor, Não há-de esperar em vão; Só quem não confia em Vós Sofrerá humilhação.

3.

Pelas sendas da verdade Encaminhai-me, Senhor:

Ensinai-me o bom caminho, Meu Divino Salvador.

4.

Entrego-me às Vossas mãos Com inteira confiança:

Estrela bendita sois Que me guia na esperança.

Não me deixeis esquecido Do Vosso perdão bendito, Fonte de eterna clemência, Mar de graças infinito.

6.

Da minha vida passada Esquecei-me toda a ofensa; Vossa clemência me valha, Senhor de bondade imensa

7.

O caminho da verdade Deus ensina ao pecador; Para toda a humanidade Bom e recto é o Senhor.

APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS

13

Refrão (suplicante)

P. C. Silva

 

  

 

 

Dai

-

me,

Se

-

 nhor,
nhor,

um

co

-

ra

- ção

 

   
 

 

 

 

 

 

pu

-

ro,

 

cri - ai

em

mim

um

es

-

-

ri

- to

no

-

vo.

Salmo 50 / Jer. 31

 

1.Criai em mim, ó

Deus, um

coração

puro

2.Dai_me de

novo a alegria da

vossa salva

- ção

3.

Dias hão_de

vir, diz

o Se

- nhor:

4.Serei seu

Deus e

eles o

meu

povo;

 

1.e fazei nascer dentro de 2.e susten

-

mim um es

-

rito

firme.

rito gene

el nova ali

- roso.

3.firma

-

-

tai_me com es - rei com Isra _los

-

-

4.multipli

 

-

-

- ança;

ei como um re

-

banho.

 

 

 



 

 

 

1.Não quei

 

-

rais repe

-

 

lir_me da vossa pre -

sen

 

-

ça

2.Ensina

-

rei

aos peca

-

dores os vossos ca

mi

- nhos,

-

3.grava

 

-

rei

a minha perdoa

-

lei no seu

ín

-

 

timo,

4.Eu

 

lhes

rei todas as

cul

 

-

pas

1.E não retireis de

-

mim o vosso es

- rito de santi

- dade.

2.e os transvi

ados hão_de vol

- tar para

Vós.

3.increvê_la

-

ei no

seu cora

-

ção.

4.e não

mais Me lembra

- rei de seus pe

- cados.

14

SANTO

P. M. Luís

   

Harm. Fr. S. Cordeiro

San -

   San -
San
-
 

 

 
 

 

to,

 

to,

 

San

-

to,

 

Se

-

nhor

 

     

  

  

 

 

Deus

do

 

u

-

ni

 

-

ver

 

-

-

so.

 

Céus

 

e

     

 
 

 

 

     

 



 





 

 

 

ter

-

ra

 

es - tão

 

chei

 

-

os

da

vos - sa

 

gló

-

ria.

 

Hos

-

 
 

   
     

           
   
 

             



 

 

 

 

 

 

al

 
tu -
tu
-
 

sa

 

-

-

na

 

nas

-

 

-

ras.

Ben

-

 

di

-

to o

que

 

vem

 

 

 

em

no -

me

do

  

Se

-

nhor.

 



Hos

-

 
 

 
     

         
 
         
 

                         



 

 

 

 

 

 

       
ras.
ras.
 

sa

 

-

na

 

nas

 

al

-

tu

-

-

 
 

CORDEIRO

 

 

P.

M. Luís

     

  

 

 

 

 

 

   

C or

-