Sei sulla pagina 1di 11
Memes contam a história da Arte Leopoldo Gotuzzo Autora: Larissa de Oliveira Pedra

Memes contam a história da Arte

Memes contam a história da Arte Leopoldo Gotuzzo Autora: Larissa de Oliveira Pedra

Leopoldo

Gotuzzo

Autora: Larissa de Oliveira Pedra

Vou colocar nessa mesa essas flores que ganhei do Derp.
Vou colocar nessa mesa essas flores que ganhei do Derp.
Vou colocar
nessa mesa
essas flores
que ganhei do
Derp.
Vou colocar nessa mesa essas flores que ganhei do Derp.

ALGUNS DIAS DEPOIS

ALGUNS DIAS DEPOIS
ALGUNS DIAS DEPOIS
Derpina, meu amor! O que houve? Oh, Derp, as flores que você me deu já
Derpina, meu
amor! O que
houve?
Oh, Derp, as
flores que você me
deu já
murcharam
Eus
sempre fico com
tanta pena.

Derpina, isso é natural. Todos os

seres vivos passam por um ciclo vital.

Flores secas já foram motivo de

muito filosofar, diversos artistas já

representara-as em quadros,

geralmente na intenção de fazer uma

referência ao passado.

filosofar, diversos artistas já representara-as em quadros, geralmente na intenção de fazer uma referência ao passado.

É mesmo, Derp. Até Leopoldo

Gotuzzo, grande artista pelotense,

retratou diversas vezes esse tema,

sobretudo em sua maturidade.

Lembra da exposição que visitamos

no MALG*, que inclusive leva o nome

deste artista

Lembra da exposição que visitamos no MALG*, que inclusive leva o nome deste artista *MUSEU DE

*MUSEU DE ARTE

LEOPOLDO GOTUZZO

Vamos ver na internet alguns quadros dele?
Vamos ver
na internet
alguns
quadros
dele?
Vamos sim!
Vamos sim!
Vamos ver na internet alguns quadros dele? Vamos sim!
Ao passo que pintava flores tristes e secas, pintava outras cheias de vida, isso é
Ao passo que
pintava flores
tristes e secas,
pintava outras
cheias de vida,
isso é lindo!

Então vamos fazer

um acordo: cada

vez que um buquê

secar, trarei outro

para você

- Eu te amo!

- Eu te amo!
- Eu te amo!
- Eu te amo!

Quem foi Leopoldo Gotuzzo?

Leopoldo Gotuzzo nasceu em 8 de abril de 1887 e morreu aos 96 anos, a 11 de abril de 1983 no Rio de Janeiro. Fez seus primeiros estudos com Frederico

Trebbi, que o aconselhou a seguir para Roma, onde permaneceu por 5 anos e estudou

com o Professor Joseph Nöel. Transferiu-se para Madri aos 27 anos, quando enviou

os primeiros trabalhos para o Salão Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro. A

partir daí suas premiações sucederam-se constantemente, cada vez com mais

elevado grau. Gotuzzo retornou ao Brasil na década de 20, em meio a Belle Époque carioca. Esse foi um periodo áureo de sua carreira, incluindo, entre 1927 e 1930,

viagem a Portugal, pintando e expondo em Lisboa, Porto e Paris. Radicado a maior

parte do tempo no Rio de Janeiro trabalhou, pintou e expôs mesmo depois dos 80 anos.

Tecnicamente, notabilizou-se pelo domínio do desenho, pelo tratamento da

cor e da luz, pelo equilíbrio da composição. Gotuzzo alinha-se entre os pintores gaúchos que obtiveram maior reconhecimento ao nível da nação. E devido a sua

longevidade, é também um dos que deixaram as mais numerosas produções individuais de obras de arte.

Entre os temas que elegeu, destaca-se a figura humana, e o nu feminino em

particular; as paisagens apresentando uma pincelada mais solta; as naturezas mortas

e as flores. Seus famosos croquís atestam a firmeza e a agilidade de seu desenho